Entrevista com Sebastián Lora, treinador em habilidades de comunicação


Você tem medo de fazer uma entrevista ao vivo para rádio ou televisão? Você gostaria de expressar melhor suas idéias em um apresentação? Você sente pressão excessiva quando deveria falar em público? Você quer melhorar sua capacidade de comunicação oral? Bem, você está com sorte, porque na entrevista de hoje você tem Sebastián Lora, um especialista em habilidades de comunicação que ensina empresários e gerentes a comunicar melhor suas idéias e de maneira mais convincente, com o objetivo de gerar autoridade e aumentar sua influência. .

Através de seus cursos on-line, suas aulas nas escolas de negócios e seu canal no Youtube (onde tem mais de 150.000 inscritos), Sebastián Lora ajuda as pessoas que querem desenvolver sua autoconfiança e segurança para melhorar suas habilidades de comunicação. E tudo isso está muito relacionado à maneira como você pode transmitir sua mensagem através da imprensa!

Efetivamente, você pode (e deve) trabalhar em suas habilidades para expressar suas idéias da melhor maneira possível e assim gerar mais impacto nos jornalistas e diante do seu público. Na entrevista de hoje, você descobrirá como fazer isso.

Por que você está interessado em ver esta entrevista com Sebastián Lora

Porque ele é um ótimo treinador em habilidades de comunicação, que sempre dá dicas muito práticas e que você será capaz de aplicar a partir de 1 minuto … e com o qual você também irá obter bons resultados! Eu lhe digo por experiência, porque eu mesmo usei o conselho de Sebastian em algumas de minhas palestras e me ajudou muito.

Tudo isso, além disso, você pode colocá-lo em prática em suas ações com a mídia. Através de jornais, revistas, rádio e televisão, você está falando diante de um público muito grande e você precisará usar uma série de técnicas para que você possa se expressar corretamente. Se você improvisa, tem muitas chances de perder sua grande oportunidade!

Então não perca esta entrevista se você quiser aprender …

  • Para gerar mais influenciar graças à sua capacidade de se comunicar oralmente.
  • O que você deve fazer antes, durante e depois expressar-se em público.
  • Como se preparar para falar no rádio ou na televisão.
  • Para aproveitar entrevistar para multiplicar a visibilidade da sua marca.

Dê Play agora!

Resumo da entrevista

Aqui estão as principais perguntas que eu fiz a Sebastian Lora e no minuto em que você pode encontrá-las, caso prefira ir diretamente para onde você está mais interessado:

– O tópico principal de que você fala é a "Comunicação eficaz para ganhar influência", você pode explicar em que consiste? Minuto 1:09.

– Como você acha que é o nível médio que os empreendedores têm em termos de expressão oral? Minuto 2:11.

– O oratório é uma arte que vem de antigamente e que também tem uma grande validade hoje … Então, por que você não trabalha mais nas escolas? Minuto 5:26.

– Vamos nos colocar em situação: vou falar em público em 3 horas. Estou nervosa e continuo checando minhas anotações. Que conselho você me daria para esses momentos anteriores, para a conversa em si e para a pós-palestra? Minuto 12:11.

– Alguns clientes que eu queria sair na mídia, mas, paradoxalmente, eles estavam com medo de serem entrevistados por um jornalista. Não muito menos em um rádio ou televisão! Que conselho você daria para as pessoas a quem isso acontece? Minuto 22:49.

Conclusão

… E aqui está a entrevista com Sebastián Lora. Como você viu, devemos sempre continuar trabalhando para melhorar nossa expressão oral, pois isso nos trará muitos benefícios. Seja conversando cara a cara com uma pessoa, dando uma palestra para um público, gravando um vídeo ou respondendo a uma entrevista de um jornalista, nossa capacidade de influenciar e a autoridade de nossa marca estão em jogo.

Se você está interessado neste tópico (que eu espero que sim), você pode saber mais sobre Sebastián Lora em seu site e seu canal no Youtube. Você também pode contatá-lo em sua página no Facebook ou em perfis de Twitter e LinkedIn

Ah, e não perca seu treinamento gratuito! Você pode entrar daqui.

E você, como você se prepara para falar com um meio de comunicação? E falar em público? Você já usou algumas das técnicas que Sebastián nos aconselhou? Me conte nos comentários!

A entrada Entrevista com Sebastián Lora, um treinador em habilidades de comunicação foi publicado pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Publicações interessantes:

Como Se Tornar Uma Referência No Mercado De Fotógrafo De Casamento

8 formas criativas de pagar a dívida do cartão de crédito sem ser um eremita completo

Como ganhar dinheiro com Bitcoin como um novato?

Adeus caixa de correio Receba e envie o correio digitalmente

Manipular qualquer programa usando c#

Impostos para freelancers no Panamá

Estrutura do portal do site – Abordagem, estatísticas e dicas práticas

ITI – Um Guia Completo de Admissão, Exame, Resultados, Emprego e Mais

A luta pela Perda da barriga

Logo

Transformando um projeto de paixão em tempo integral com granola


Bem-vindo à série de entrevistas Listas de Sucesso de Histórias de Sucesso, onde conversamos com pessoas reais sobre as dificuldades reais! Hoje, aprendemos como um projeto de paixão se transformou em um negócio de grande escala. Erica de Gr8nola nos leva em sua jornada de um funcionário em tempo integral da W2 com um hobby de granola para um empreendedor de grande escala que fornece as melhores empresas de tecnologia com a deliciosa Gr8nola em pouco mais de 5 anos (e capta mais de $ 500k de receita anual!)

Se esta entrevista te inspira (com certeza me deixou animada!), Confira Liberdade financeira: um caminho comprovado para todo o dinheiro que você precisará para ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Antes de entrarmos na entrevista, vamos aprender um pouco mais sobre Erica e seu projeto de paixão em tempo integral, Gr8nola!

Breve introdução a Erica e Gr8nola

Erica Liu Williams é ex-nadadora do Olympic Trials e empreendedora de tecnologia do setor de tecnologia do Vale do Silício. Ela teve a idéia de gr8nola por acidente quando estava procurando por um delicioso, mas saudável lanche para uma “limpeza” pós-Super Bowl que ela e seu marido da NFL fazem todos os anos. Presa com poucas opções, ela criou sua própria receita de granola com ingredientes limpos como óleo de coco orgânico e superalimentos ricos em nutrientes.

Sua granola foi um sucesso tão grande que ela criou um negócio paralelo em 2013, enquanto trabalhava em tempo integral na Intuit. Em outubro de 2017, Erica deixou oficialmente sua carreira em tecnologia corporativa para investir em gr8nola em tempo integral e se apressou a se tornar a granola favorita do Vale do Silício, fornecendo gr8nola para algumas das maiores empresas de tecnologia como Google, Twitter, Dropbox, Microsoft, Slack, YouTube e mais. O Gr8nola está abastecendo milhares de funcionários de tecnologia famintos e é vendido no gr8nola.com e no Amazon Prime.

A missão da Gr8nola é abastecer gr8ness por ser a marca de granola que você come, almeja e adora todos os dias.

Ok, agora para a entrevista!

Sua paixão por vender granola começou como uma confusão lateral?

100% Quando lancei gr8nola em um mercado de agricultores locais em 2013, nunca pensei que meu divertido projeto de paixão se tornaria o que é hoje – combustível para milhares de funcionários de tecnologia famintos e uma granola mais vendida na Amazon.

Na época, eu era gerente de marketing da Intuit (os fabricantes de QuickBooks, TurboTax e Mint) e experimentei em primeira mão como as pequenas empresas são vitais para a economia. Quando tive a coceira empreendedora, aproveitei meus recursos e minha rede para descobrir os primeiros passos para iniciar um negócio – desde a embalagem até o preço e os sabores iniciais. No começo, o gr8nola era muito complicado. Eu preparava um lote de granola todas as noites em casa depois do trabalho, rotulava a mão e arrumava minhas malas e depois as vendia aos sábados no mercado de fazendeiros.

Inicialmente, eu não tinha estratégia para escalar o gr8nola. Por acaso (e bom momento), eu estava conectado à equipe de alimentos do Google através da minha rede e enviei uma amostra gr8nola. A equipe gostou tanto que eles me convidaram para participar da sua anual Snack Fair, onde os Googlers votam em produtos que eles querem em suas cozinhas. Ganhei minha categoria e o Google fez o primeiro pedido deles para 1400 libras em 2014. Tive que descobrir como dimensionar minha produção rapidamente.

Lentamente (e eu estou falando anos), eu cresci o negócio me apressando para fazer gr8nola em mais empresas de tecnologia (Dropbox, Twitter, Slack, Square e Uber, para citar alguns). Ao mesmo tempo, eu estava construindo minha marca on-line via Instagram e vendendo gr8nola através do meu site e da Amazon. Eu fiz tudo isso enquanto mantinha um emprego em tempo integral.

Como minhas vendas corporativas e on-line começaram a crescer, minha confiança também aumentou. Pela primeira vez, eu realmente acreditei que gr8nola poderia se tornar algo maior. Foi um longo processo de construir minha coragem para dar o salto e me tornar completamente autônomo, mas finalmente fiz isso 4,5 anos depois, e sem arrependimentos!

Como se inicia uma empresa de granola?

Primeiro passo: pregue o produto. Primeiro, eu tinha que me certificar de que a receita que eu usava para os meus lotes maiores correspondesse ao sabor e à qualidade da granola que fiz em lotes menores em casa. Eu também sabia que precisava ter mais de um sabor no lançamento para maximizar o valor de compra dos meus clientes. Voltei para a cozinha, fiz pesquisa e desenvolvimento e criei novos sabores. Demorou cerca de 4-6 semanas e muitos testes de sabor para prendê-los. FYI: Eu não tenho experiência em culinária e você não precisa ser um profissional para criar um ótimo produto de degustação.

Etapa dois: nomeie e incorpore seus negócios. Eu usei o LegalZoom para arquivar minha LLC e registrar minha marca. História engraçada: o primeiro nome para o meu negócio não era na verdade “gr8nola”, era algo muito mais chato e sem criatividade. Quando tentei criar uma marca para o que eu achava que seria o nome da minha empresa, encontrei conflitos porque já existia uma marca semelhante. Felizmente, isso me forçou a inventar um nome diferente, muito mais criativo e distinto.

Etapa três: descubra onde e como vender. Meu objetivo imediato para vender gr8nola era validar se os outros gostassem tanto quanto meu marido, amigos e familiares. Tudo o que eu queria era feedback, e decidi que vender no mercado de agricultores era a maneira mais rápida de ouvir diretamente dos consumidores. É claro que descobrir qual mercado de agricultores, juntamente com seus requisitos de entrada (ou seja, licenças, autorizações, seguro, etc.) parecia uma tarefa gigantesca. Isso exigiu muita ação e persistência de minha parte: pegar o telefone e as organizações de telefonemas; visitar mercados de agricultores aleatórios para conhecer seus requisitos de entrada; e networking para aprender com os outros.

Etapa quatro: defina a marca, a embalagem e o preço. Desde que eu não inventei um novo produto, descobrir como empacotar fisicamente minha granola não era muito complicado. Fui ao mercado de fazendeiros e supermercados para ver como as outras marcas eram embaladas e percebi imediatamente o tamanho, o peso e o preço da sacola certa. Eu usei Amazon, eBay e Uline para comprar embalagens de produtos alimentícios e pedi a um amigo que desenhasse minhas etiquetas de sacolas, que imprimi por meio de um fornecedor local. Meu primeiro pacote gr8nola foi bem desagradável – era apenas um saco transparente com um adesivo. Parecia muito caseiro, mas era bom o suficiente para lançar.

Quinto passo: descubra operações e finanças básicas. Quando comecei a vender no mercado de fazendeiros, rastreei tudo manualmente por meio de folhas do Google e todas as minhas despesas estavam no meu cartão de crédito pessoal. Ao aumentar meu canal corporativo, reconheci que isso não era escalável; Eu precisava de um cartão de crédito empresarial e de encontrar um sistema melhor para rastrear pedidos, pagamentos e despesas. Todos que eu conhecia recomendaram o QuickBooks Online, e isso tornou tudo mais fácil, desde acompanhar clientes até enviar faturas e receber pagamentos. Ter as ferramentas e processos corretos antes do dimensionamento era tão crítico. Antes de começar a usar o QuickBooks, senti que estava ficando cego quando se tratava de números. Agora me sinto com poder para tomar decisões melhores, mais rápido.

Se esta entrevista te inspira (com certeza me deixou animada!), Confira Liberdade financeira: um caminho comprovado para todo o dinheiro que você precisará para ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Gr8nola é seu show em tempo integral agora?

Sim, mas levou 4,5 anos de agitação lateral. Começar gr8nola não foi a parte difícil para mim; O maior desafio foi descobrir como fazer crescer o meu negócio e construir confiança suficiente – emocional e financeiramente – para deixar a estabilidade do meu 9-5.

Felizmente, manter meu emprego técnico em tempo integral por tanto tempo me deu a pista (tempo e salário) para descobrir meus canais enquanto economizava dinheiro suficiente para me sentir à vontade desistindo de meu salário e benefícios. Eu usei ferramentas gratuitas como o Mint para criar orçamentos e acompanhar meus gastos pessoais para poder economizar o máximo possível em preparação para o meu salto empreendedor.

Olhando para trás, eu não gostaria de ter deixado meu trabalho mais cedo desde que me manteve paciente em muitos becos sem saída e "não" no começo. Mais importante ainda, ganhei uma rede forte e uma experiência inestimável através da minha carreira na tecnologia que me preparou melhor para o empreendedorismo do que há cinco anos. Eu sinceramente acho que teria jogado a toalha se eu fiz gr8nola em tempo integral cedo demais.

Crédito da foto: Erica from Gr8nola

Leve-nos em uma jornada de receita desde o começo:

Eu lancei gr8nola em junho de 2013 e vendi no mercado de agricultores semanal como um projeto paralelo. Minhas vendas totais naquele ano foram de $ 10k.

2014 foi o meu primeiro ano completo de negócios. Comecei a trabalhar com o Google como minha primeira grande oportunidade e grande cliente, aumentando minhas vendas anuais para ~ $ 60k.

2015 até meados de 2016 foram anos mais difíceis para mim mentalmente como empreendedor. Minhas vendas cresceram para ~ $ 95k e ~ $ 125k respectivamente, mas foi principalmente por causa do crescimento do Google. Eu não senti que tinha um negócio real, já que grande parte da minha receita dependia de um único cliente. Por esta altura, também parei de fazer o mercado dos agricultores. Tornou-se muito difícil de gerir com o meu emprego a tempo inteiro, e nunca vi isso como um canal que eu pudesse dimensionar significativamente a longo prazo. Candidly, eu estava mentalmente meio dentro, meio fora do negócio e sentia como gr8nola poderia se desintegrar a qualquer momento se Google deixasse de ordenar.

Em meados de 2016, tive a minha segunda grande oportunidade quando destranquei um distribuidor importante que me ajudou a vender para as empresas com mais facilidade. Isso mudou minha trajetória de negócios e, mais importante, minha confiança. Com o vento novo em minhas velas, eu bati na minha rede de tecnologia de forma mais agressiva para colocar a gr8nola em todas as empresas que eu pudesse. No final de 2017, minha receita cresceu para um quarto de milhão de dólares.

Ao mesmo tempo, tornei-me um vendedor da Amazon e comecei a reforçar meus esforços no Instagram, construindo relacionamentos e colaborando com influenciadores e outras marcas com ideias semelhantes. Isso está diretamente relacionado ao meu site e às vendas da Amazon, que se tornaram canais de receita significativos.

Eu não larguei meu emprego para cursar gr8nola em tempo integral até o final de 2017, e isso mudou completamente o jogo. Eu poderia finalmente dedicar todo o meu tempo e energia em um único foco. Em 2018, eu ultrapassei a marca de meio milhão de dólares, um enorme marco para mim dado há dois anos atrás, eu não sabia se, ou quando, eu deixaria minha carreira corporativa. E o Google ainda é meu cliente, 4 anos ou mais depois!

Embora eu tenha mais de 5 anos no mercado, ainda parece que é apenas o começo e, felizmente, consegui financiar todo o meu crescimento por meio do fluxo de caixa existente, já que meu canal corporativo é lucrativo. Eu planejo fazer o bootstrap o máximo que puder.

Conte-nos mais sobre todos os produtos de granola que você vende:

Eu tenho cinco sabores baseados em superalimento que são deliciosos e únicos: O Original, Golden Turmeric, Coco Cacao, Matcha Green Tea e Limited Edition Charcoal Chia. Todos são feitos com óleo de coco virgem orgânico e livre de OGMs, açúcar refinado, soja e laticínios. Na minha opinião, a gr8nola é a melhor granola que você já provou, e é por isso que nossos canais on-line e corporativos cresceram tão rapidamente. Nossa textura é leve e crocante, não excessivamente açucarada ou difícil de mastigar, como outras. Uma maneira divertida de experimentar todos os sabores é com um mini pacote de amostras.

Qual é a sua receita de granola favorita?

Na minha opinião, gr8nola é melhor comido simplesmente – simples ou com leite de amêndoa. Se eu estiver com vontade, adicionarei em cima do pudim de sementes de chia. Eu também adoro isso como um lanche do meio-dia ou pós-refeição, quando eu estou querendo algo doce e crocante.

Agora, se estamos falando de sabores favoritos, é uma mistura entre O Original (meu "primogênito"), Charcoal Chia (é como um saudável Oreo) ou Matcha (eu amo qualquer coisa de chá verde). É realmente divertido e delicioso quando você mistura sabores!

Qual é a melhor maneira de dimensionar seu negócio?

No lado corporativo, é fundamental que eu construa relacionamentos para abrir novos mercados e abrir novos canais de receita. Estar no campo e ter interações cara-a-cara é um caminho longo, mas depois que eu destranco a distribuição em uma nova região, posso contratar um corretor local para me ajudar a penetrar mais no mercado. O canal corporativo é muito orientado a relacionamentos e envolve a contratação das pessoas certas com as conexões certas. Isso é uma vantagem para mim, uma vez que me dá um fosso competitivo – você não pode simplesmente pagar para jogar aqui.

Para on-line, eu não tenho feito muito fora da construção da minha comunidade por meio de esforços orgânicos de influência do Instagram (envio de produtos gratuitos para as pessoas que postam sobre isso) e um pouco de RP ao redor dos lançamentos de produtos. Vindo da tecnologia e pegando uma página da cultura obcecada pelo cliente da Intuit, sei como é importante para as marcas criar confiança e direcionar relacionamentos com seus consumidores digitalmente. Como o e-commerce nivelou o campo de atuação, muitas empresas maiores de CPG (bens de consumo embalados) estão lutando para manter-se à medida que perdem participação de mercado com os consumidores da geração Y e da geração Y. No entanto, quando se trata de dimensionamento, você tem que pagar para jogar em canais como o Facebook e o Instagram, de modo que será definitivamente uma alavanca fundamental para o crescimento online.

Depois, há lojas de varejo, também conhecidas como mercearias, que eu não busquei ativamente. Tomei uma decisão muito deliberada de ficar fora do varejo pelo maior tempo possível, já que é caro para as marcas novatas competirem por espaço nas prateleiras contra marcas maiores. No entanto, a gr8nola está começando a ser “puxada” para algumas mercearias por causa da demanda que eu construí através dos meus canais de tecnologia e online. Eu sei que as mercearias serão um canal importante para o crescimento de longo prazo, mas estou indo devagar para coletar dados e criar um "manual de sucesso" antes de lançar de forma mais agressiva no varejo.

Quaisquer recomendações para aspirantes a prostitutas e empresários?

Rede, rede, rede! Quando eu comecei gr8nola, eu não tinha experiência ou conhecimento sobre

a indústria de alimentos. Você pode usar muitas coisas no Google, mas muitas das minhas dúvidas e problemas iniciais foram muito específicos, e a maioria das minhas soluções veio da rede. Por exemplo, quando recebi meu primeiro pedido do Google por £ 1400, precisei descobrir uma maneira de produzir toda aquela granola com um emprego em tempo integral. Eu sabia que tinha que encontrar um co-packer (alguém que fabrica o seu produto para você), e foi preciso uma conexão de 7º grau para encontrar a melhor combinação para o gr8nola.

Mais importante, rede proativamente, não apenas reativamente. Eu aprendi uma e outra vez que a rede muitas vezes leva você a novas oportunidades, mesmo quando você não está procurando por elas. Uma pessoa o levará a outra pessoa que poderá levá-lo a sua próxima grande oportunidade comercial. Então, o meu maior conselho é fazer network o tempo todo – mesmo que você não tenha necessidade imediata. Sua jornada será muito menos solitária e você fará conexões significativas ao longo do caminho.

Crédito da foto: Erica with Gr8nola

Se esta entrevista te inspira (com certeza me deixou animada!), Confira Liberdade financeira: um caminho comprovado para todo o dinheiro que você precisará para ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

O post Transformando um projeto de paixão em tempo integral com granola apareceu em primeiro lugar no Millennial Money.

Publicações que devem ser lidos também:

Como ganhar dinheiro com Fiverr

Vegetarian Made Easy: 3 Receitas de potenciômetro instantâneo abaixo de US $ 2 por dose

Alcançar CEO Nível de Produtividade como um Comerciante do Internet

Poker Freeroll ou Como ganhar dinheiro sem apostar em suas economias

FN-botão interruptor Logitech sem software

Como participar de um evento esportivo como um adulto equilibrado

https://testmygeekstuff.com/como-faturar-ate-e-6300-em-um-mes-criando-um-blog-a-partir-do-zero-em-um-nicho-hiperespecializado-e-com-medo-de-morrer/

Qual a Fórmula de Negócio Online

 Estratégia de Marketing na Internet – Como encontrar seus clientes e reduzir sua ansiedade

Gravação do webinar de perguntas e respostas a ser publicado na imprensa


Aqui você tem a gravação completa das perguntas que eu tenho respondido no meu webinar para sair na imprensa sem pagar publicidade. Foi uma hora muito bem explorada! Eu tenho que dizer que todas as perguntas foram muito interessantes e muito práticas … Sem teoria, os empresários querem agir e obter mais visibilidade da sua marca através da mídia, é claro!

Eu não rolo mais, você vai querer ver o que falamos nesses 60 minutos. Aqui você tem um resumo e então eu deixo você com o vídeo. Aproveite!

O que falamos neste webinar para sair na imprensa sem pagar publicidade

Neste webinar de perguntas e respostas a serem publicadas na imprensa respondi as seguintes questões que os participantes me perguntaram …

– Existe alguma maneira de despertar o interesse de um jornalista rapidamente? Suponho que existam "atalhos" que permitem despertar o interesse de um jornalista.

– A questão dos nômades digitais continua sendo um tema de interesse para um jornalista?

– Qual o melhor caminho para estabelecer contato? Como seria um tipo de email como o primeiro contato?

– O que você acha dos press releases e das agências que se dedicam a "difundi-los"? Ou seja, colocá-los no seu site.

– Suponho que os jornalistas de imprensa não querem que seu artigo seja "supervisionado" antes de sua publicação. Qual é a sua experiência sobre 'fidelidade' entre o que você envia e o que é publicado? O que acontece se você achar que o publicado está distorcido em relação ao que você enviou?

– Você já tentou ou como você acha que alguma atividade digital funciona com jornalistas? Isto é, organize um webinar ou convide-os para uma espécie de conferência de imprensa digital.

– A grande mídia ignora pessoas anônimas, especialmente no campo da cultura. Como chegar até eles? Refiro-me ao caso de romances publicados em editores muito pequenos.

– Que influência seus comentários podem ter nas notícias do jornalista que lhe interessa?

– Que técnicas você me aconselha a seduzir o jornalista e assim ganhar visibilidade na mídia?

– O que eu gostaria é de aparecer na contracapa do Vanguardia em uma entrevista. Este jornal é bem conhecido em Andorra e na Catalunha, então sair nessa seção dá muito prestígio à pessoa que é entrevistada lá. Talvez, se eu conseguir publicar um livro com um bom editorial, seja uma das melhores maneiras de me informar.

Dê o Play e não perca este webinar de perguntas e respostas para ser publicado na imprensa!

Conclusão

Bem … Depois de 1 hora de webinar, só posso agradecer a todas as pessoas que participaram, a quem enviaram as suas questões por email e a vocês para ler isto. Espero ter resolvido os problemas daqueles empresários que querem sair na mídia aumentar sua notoriedade e, acima de tudo, deixar de ver os jornalistas como pessoas inacessíveis. Todos nós temos um espaço reservado na imprensa! Você só tem que saber como procurar.

Neste webinar de perguntas e respostas eu tentei responder da maneira mais completa às dúvidas que os participantes levantaram, mas se você tem alguma pergunta que deseja responder, você pode deixar na seção de comentários.

A recepção da sessão foi muito boa e estou disposto a organizar mais … Você gostaria que eu repetisse esse tipo de webinars? Você prefere o formato de perguntas / respostas, ou o de uma palestra com slides? Diga-me o que você quer nos comentários!

A entrada O lançamento do webinar de perguntas e respostas a ser publicado na imprensa foi publicado pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Textos que valem a leitura:

A melhor maneira de ter sucesso online é dando certo

Este College Grad encontrou uma maneira acessível de começar a investir em imóveis

Como Ter Rentável, Eficaz Reuniões de Equipa

Ganhe dinheiro vendendo fotos on-line

https://weeventos.com.br/escape-de-javascript-em-c-um-c-equivalente-para-o-escape-funktion/

Como escolher uma varinha de vapor

Liquidez – Noções básicas de auto-emprego bem sucedido

20 idéias bem sucedidas de negócios em casa na Índia

O mercado de graus em linha

Logo

Por que nunca foi mais fácil alcançar FI com Brandon @MadFientist


Depois de seguir o caminho da FI sozinho por mais de dois anos, descobri o blog de Brandon MadFientist.com em 2013, lendo imediatamente todos os seus posts. Seus textos sobre impostos, gastos e otimização de vida me guiaram em minha própria jornada de FI e agradeço por agora chamá-lo de amigo.

Brandon é uma das 10 pessoas que alcançaram a independência financeira antes dos 35 em destaque no meu livro Liberdade financeira: um caminho comprovado para todo o dinheiro que você precisará e também será apresentado no próximo documentário Playing with FIRE (Financial Independence Retire Early) (tão feliz por ver tantos amigos na tela grande!).

Nessa conversa, mergulhamos profundamente na privação, felicidade, significado e por que nunca foi tão fácil na história alcançar a independência financeira. Foi uma verdadeira honra ter o Brandon no programa.

Há algum incêndio direto neste episódio. Confira abaixo, na sua plataforma de audição favorita, ou leia a transcrição completa da entrevista abaixo.

Assine o Podcast de Liberdade Financeira

Se você gostou deste episódio e gostaria de assinar o podcast Financial Freedom, você pode escolher sua plataforma abaixo. Além disso, todos os comentários no iTunes são muito apreciados!

Ouça no Google PlayOuça no AndroidOuça no StitcherOuça no Spotify

Brandon @MadFientist Interview (transcrição completa)

Conceder: Olá a todos, estou muito animado hoje no podcast de liberdade financeira para ter Brandon do MadFientist.com Brandon, também conhecido como Mad Fientist. Então Brandon é uma lenda no espaço de finanças pessoais e realmente teve um grande impacto na minha própria jornada FI. Ele foi realmente o primeiro blogueiro que eu achei que A) realmente ressoou em mim e você sabe, eu o encontrei numa época em que eu estava trilhando o caminho da FI por cerca de dois anos completamente sozinho e ele tem idéias incríveis sobre impostos otimização e otimização de estilo de vida e é uma das pessoas mais legais que eu já conheci. Então, ei Brandon, bem-vindo ao podcast.

Brandon: 00:39 Uau, isso é incrível introdução. Muito obrigado por essas palavras amáveis. É bom estar aqui.

Conceder: 00:44 Sim cara. Então Brandon é uma das 12 histórias apresentadas em Liberdade Financeira. Então, é muito legal saber mais sobre sua história e eu realmente aprecio toda a ajuda por lá. E um lugar que eu realmente queria começar aqui é que todas as pessoas com quem conversei realmente parecem ter conseguido maximizar a minha felicidade por coisa dólar. Você pode dizer ao público sobre como você descobriu que o nível de gastos perfeito que fez você feliz?

Brandon: 01:14 Sim, tem sido um longo processo e eu definitivamente não me considero lá. É, é uma experiência constante e é muito mais difícil do que parece. É como, tudo bem. Mesmo me dando fundos ilimitados para ser assim, ok, aqui está, você pode simplesmente enlouquecer e mesmo assim ainda é difícil descobrir como exatamente o que te faz feliz. Então, a origem da história é que eu fui longe demais e a zona de privação de poupança e frugalidade e então quando descobri que a independência financeira é possível, como se eu tivesse feito tudo que estivesse ao meu alcance para chegar lá e me tornasse obcecado isso mesmo. E isso levou a um período de provavelmente dois anos, pelo menos, de tempos realmente muito sombrios. Como se eu não estivesse feliz, o que obviamente fez minha esposa infeliz e eu estava apenas tentando economizar cada centavo. Não foi bom.

Brandon: 02:12 Eu nem percebi o que estava acontecendo para ser honesto. Eu só sabia que uma vez eu bati no FI eu ficaria feliz e eu estava apenas tentando chegar lá o mais rápido possível, mas apenas lentamente comecei a ficar mais distante dos meus amigos e família e era como, ok, eu não sei quero ir e fazer isso, uma grande viagem de esqui porque isso vai custar muito dinheiro e então eu vou ficar em casa e eu vou estudar ou eu vou fazer um trabalho de Mad Fientist e isso continuou crescendo até que eu foi como realmente retirado e estávamos morando na floresta de Vermont na época. Então foi fácil simplesmente desaparecer na floresta. E sim, foi apenas depois de dois anos do que minha esposa era, o que está acontecendo aqui? Como se precisássemos fazer uma mudança e sair disso.

Brandon: 02:56 Como você está obviamente infeliz. Eu não estou feliz. E foi só quando ela disse isso, que eu percebi o que estava acontecendo e como, sim, eu estava, eu estava realmente deprimida, eu acho. E obviamente eram muitas coisas diferentes. Não foi apenas frugalidade e privação para gastar. Era, você sabe, o isolamento de estar na floresta de Vermont. Não era ser feliz no meu trabalho e coisas assim e estar sobrecarregada porque eu estava fazendo um mestrado gratuito na época. Então foram todas essas coisas. Mas uma vez que ela disse, foi tipo: Oh, nossa, sim, nós estamos infelizes e nós, nós apenas decidimos voltar para a Escócia, que é de onde ela veio e começar de novo, tipo, as madeiras, começam a ser em torno de pessoas que amamos e gostam de passar o tempo e parar de se concentrar tanto em dinheiro que foi, que foi o meu problema.

Brandon: 03:43 Então, isso é metade da história. Então, fui eu testando aquele limite inferior e percebendo que não é uma vida que vale a pena ser vivida. Então, o que acontece, alguns anos mais tarde, é quando me mudei para a Escócia, como se tivesse acertado o meu número de FI e estava tipo, ok, vou sair do meu emprego e só ver como isso acontece. Quando eu parei, eles perguntaram se eu queria ficar ligado remotamente na Escócia e na época nossa casa ainda não tinha vendido em Vermont e eu teria ficado super estressada com isso, então eu estava tipo, ok, isso é perfeito, isso vai me deixar, você sabe, continuar ganhando renda, então eu não me estressarei muito com essa casa vazia em Vermont e isso vai facilitar a transição para a Escócia, porque eu vou estar trabalhando no mesmo emprego que eu estou acostumado. e isso vai ser ótimo porque vai tirar todas as coisas que eu odiava sobre o trabalho, que era como ir para o trabalho e reuniões e ficar preso no escritório das nove às cinco e todo esse tipo de coisa, que eu tenho certeza muitas pessoas podem se relacionar por aí.

Brandon: 04:36 Acabou sendo uma situação muito boa, então acabei trabalhando dois anos a mais do que esperava. Então, naquele segundo ano eu disse para mim mesmo, eu estava tipo, tudo bem, olha, eu recebi esse salário que eu não esperava. Então, pela primeira vez na minha vida. E isso é verdade. Como sempre fui focado em dinheiro toda a minha vida. Eu não sei de onde isso vem, mas sempre foi um foco e eu estava como pela primeira vez na minha vida eu só vou me soltar e gastar como um louco se eu quiser e não me preocupar com o que eu estou gastando e durante esse ano, como eu não, eu não acho que gastamos mais de US $ 1.000 ou US $ 2.000 a mais do que normalmente gastamos e eu acho que é porque todas as grandes coisas foram otimizadas tão bem, você sabe quando eu gasto alguns dólares extras para comer mais, como comprar mais cervejas quando estou com amigos ou algo assim, como se nada daquilo realmente importasse. Então eu sei que estou conversando há muito tempo, então vou deixar a história por lá. Mas eu acho que testar os limites superior e inferior realmente me ajudou a discar como o que realmente é importante.

Conceder: 05:39 Sim. Porque isso. Obrigado por compartilhar. Acho que isso é difícil para as pessoas quando ouvem isso. Tipo, você sabe, isso te faz feliz? Você sabe, como você está gastando seu dinheiro? Está alinhado com seus valores? Qual o seu porquê? Todas essas coisas, e eu acho que uma das coisas com independência financeira é muita gente, elas apenas olham para aquele destino e isso acaba se tornando uma espécie de vício em dinheiro de outra forma e eu realmente aprecio isso. Eu aprecio você compartilhando essa história. O que é uma coisa que você percebeu durante a jornada da FI? Você se sentiu mais livre quando economizou e investiu mais dinheiro? Parece que em algum momento você ficou realmente distante da privação, uma espécie de pêndulo balançou bem longe daquele jeito, mas qual é o momento em que você meio que percebe, ei, você sabe, eu tenho muito mais controle sobre isso e minhas opções do que eu tinha anteriormente?

Brandon: 06:32 Sim, eu gostaria de ter percebido isso antes. Não foi até muito tarde na jornada e apenas uma vez eu acertei o FI que percebi isso. Então, como você disse, eu entrei na zona de privação, o que me pareceu que eu estava reduzindo minha liberdade e reduzindo minhas escolhas porque eu estava tão focado em tentar poupar e economizar tudo o que eu podia. Então eu acho que foi longe demais para o outro lado, mas a primeira, a primeira vez que eu percebi o poder de poupar esse dinheiro foi quando eu disse aos meus chefes, ei, eu estou me mudando para a Escócia, e não foi tipo, ei posso trabalhar remotamente a partir da Escócia? Ou ei, podemos descobrir alguma coisa? Era como se eu estivesse me mudando para a Escócia e eu não me importava com o que eles diziam realmente. Mas quando eles voltaram e disseram, ei, você quer trabalhar remotamente?

Brandon: 07:17 E aqui está um computador que você pode pegar e todas essas outras coisas. Era como, uau, eu deveria ter feito isso há muito tempo. Porque, se eu tivesse entrado no escritório do meu chefe porque eu pudesse trabalhar um dia por semana de casa, mas como trabalhar mais, era como, oh não, isso é contra a política da empresa. Tipo, não, se deixarmos você trabalhar dois dias por semana de casa, todo mundo vai querer fazer isso e todo esse tipo de coisa. E aqui eu acabava de ser entregue cinco dias por semana trabalhando em casa numa bandeja. E foi só porque, como eu estava disposto a ir embora e fui capaz de ir embora, eu tinha o dinheiro para ir embora e assim foi o primeiro vislumbre de uma espécie de poder e liberdade. Mas eu ainda estou apenas começando a lidar com isso agora.

Brandon: 08:01 Assim como o Mad Fientist por exemplo. Como isso sempre foi um hobby e sim, agora está ganhando dinheiro, mas no fundo é um hobby e é algo que eu gosto de fazer. Mas naquele primeiro ano de verdade, depois que eu saí do trabalho que estava fazendo, eu estava dizendo sim para muitas coisas só porque eu achava que precisava, para gostar de manter o Mad Fientista crescendo e manter o negócio como estava em como os blogueiros estão sempre querendo aumentar sua audiência e você sabe, então você diz sim a todas essas coisas. E foi apenas como, como eu senti que meu tempo estava restrito, como eu estava quando eu estava em um trabalho, eu estava tipo, o que eu estou fazendo? Como eu estou dizendo sim para todas essas coisas. E sim, algumas são realmente divertidas e algumas são muito legais e boas e interessantes, mas é como se eu não tivesse que dizer sim a nada e tivesse a liberdade de escolher apenas as coisas que eu realmente gosto de fazer ou as coisas que eu acho que vai ajudar a maioria das pessoas ou as coisas que eu acho que vão melhorar mais a minha vida.

Brandon: 08:54 E eu não tenho que dizer sim para todas essas outras coisas que, você sabe, blogueiros normais e donos de sites normais têm que dizer sim para e no, sim, ainda é algo com o qual eu luto porque o dinheiro tem sido Um dos principais impulsionadores de toda a minha vida é que agora é difícil simplesmente virar um switch, ganhar dinheiro e não tão importante, mas deveria ser, não deveria ser tão importante. Então, sim, ainda é um processo para mim. eu acho que

Conceder: 09:22 Eu não poderia concordar mais com você. Eu estou realmente em uma posição muito semelhante onde, você sabe, eu estou fora do mundo corporativo agora há quase 11 meses e estou em um ponto onde eu quero continuar crescendo o blog. Eu tenho um livro saindo, você sabe, há tantas oportunidades, mas ao mesmo tempo, uma das coisas que eu comecei a sentir é estranhamente um tipo de constrição do tempo de uma maneira diferente do que quando eu estava trabalhando em um mundo corporativo. É uma espécie de paradoxo da liberdade financeira que, sabe, desde que eu possa me levantar e fazer o que eu quiser, eu sinto que em alguns casos eu tenho menos tempo para fazer as coisas que eu amo. Talvez porque eu tenha essa opção. Você sente isso de certa forma? Como a sua percepção do tempo mudou nos últimos dois anos através deste processo?

Brandon: 10:17 Sim, absolutamente Eu concordo com isso e, mas está tudo bem. É como coisas boas. E isso foi, isso era uma coisa que eu não esperava. Eu realmente lutei para dormir nos primeiros meses depois de deixar o meu trabalho. E como se eu sempre tivesse dormido bem e meu trabalho não fosse muito estressante, então não era como se eu estivesse sempre acordando suando de frio à noite ou qualquer outra coisa. Então eu sempre dormi muito bem. Mas nos primeiros meses eu realmente lutei para dormir e isso foi porque havia tanta coisa que eu estava tão animada para fazer que eu realmente não queria ir para a cama. Então, como a hora de dormir sempre foi a pior, porque eu era como, eu tenho que ir dormir agora e como quando eu acordar, eu ficaria super animado. Eu tenho sim o dia inteiro. E então sim.

Brandon: 11:01 Então, sinto que definitivamente não há tempo suficiente. E, novamente, é por isso que eu me concentrei neste último ano, tanto como se algo não estivesse realmente alinhado com o que eu quero fazer, então direi apenas não a isso. E isso resultou em dizer não a algumas oportunidades muito legais e interessantes que provavelmente teriam sido super divertidas. E isso, na verdade, remonta ao que estávamos falando antes, com a tentativa de maximizar seus gastos e sua felicidade naquele ano em que ficamos loucos, citamos algo louco, o que não era muito. Não foi muito, mas nós saímos para comer uma tonelada. Nós viajamos por três meses e durante esse ano percebemos que, na verdade, três meses de viagem é demais. Como se sentíssemos como se quiséssemos vir e sermos resolvidos e ficássemos muito felizes em fazer nossa rotina normal e progredirmos em coisas em que estamos trabalhando e

Brandon: 11:50 Quando estou na estrada, não posso fazer nada porque tudo o que quero fazer é comer toda a comida local e beber todas as cervejas locais e ver todas as vistas e outras coisas. Dizer não a coisas super divertidas como essas, na verdade, resultou em maior felicidade. E mesmo com restaurantes. É como se estivéssemos comendo muito mais, mas ficou menos especial. Nós gostamos de sair para comer de vez em quando, porque é como um, é um deleite. E quando algo não é mais um tratamento, é normal. E então você é como, oh, isso nem é divertido e é provavelmente menos saudável do que cozinhar. Assim. Então sim. Então, a gestão do tempo e os gastos, é como se você tivesse que dizer não para algumas coisas realmente divertidas e interessantes, assim você pode, você sabe, tentar maximizar e viver a vida ideal que você acha que é ideal para você. Mas, novamente, é sempre apenas uma experiência. Você só tem que continuar testando.

Conceder: 12:38 Uma das coisas que eu percebi é, você sabe, com liberdade financeira, você ganha esse tipo de tempo e você ganha esse espaço e uma das coisas que eu estou começando a notar é o quão infeliz muitas pessoas é que eu encontro ou vejo. E eu sinto uma das coisas que eu comecei a reconhecer, e eu nunca vi isso antes, que, você sabe, muitas pessoas estão apenas, elas estão dormindo. É como quando você para por um minuto e você realmente, se é pessoas assistindo ou você sabe, apenas quando você é capaz de se distanciar dessa corrida de ratos, por falta de uma palavra melhor, você começa a ser capaz de refletir de volta sobre isso e ver, ou pelo menos eu pessoalmente, apenas ver o quanto as pessoas estão lutando e você percebe, você sabe, eu percebi o quanto eu estava lutando quando eu estava nisso e eu acho, você sabe, você só pode Faça muita descompressão e busca de alma, você sabe, em um fim de semana ou em, você sabe, umas duas semanas de férias por ano. Você está aprendendo muito sobre si mesmo e explorando e crescendo de uma maneira que você não esperava? Quais são algumas das coisas que você não poderia imaginar que você aprenderia ou você acha que há uma aceleração apenas no seu crescimento? Quero dizer, cara, você parece muito feliz.

Brandon: 13:56 Sim. Oh, absolutamente, isso tem sido maluco. E como você disse, as pessoas estão dormindo e eu estava dormindo e você está muito ocupado com a rotina normal para gostar de pensar em outras coisas, tentar coisas ou experimentar. E essa foi a coisa mais estranha, como durante os primeiros meses depois que eu parei de trabalhar, quando você está realmente pensando em como é o que é, qual é o objetivo da minha vida? Como se eu tivesse liberdade ilimitada agora para fazer o que eu quero praticamente. E é como, bem, o que eu faço com isso? Quando pensei pela primeira vez, tudo bem, vou buscar independência financeira. Meu pensamento foi assim que eu cheguei na FI, então eu vou poder fazer todas essas coisas legais de empreendedorismo que eu sempre tive em mente e eu vou começar esses negócios, essas idéias de negócios que eu tive e eu seria capaz de finalmente trabalhar em todas essas coisas.

Brandon: 14:42 E então eu tive que ter independência financeira e muitas dessas idéias de negócios que eu tive são apenas idéias lucrativas. E é como quando você não precisa ganhar mais dinheiro fazendo algo apenas para ganhar dinheiro, não faz mais sentido. Então foi assim, tudo bem, o que eu faço agora? Como a minha maior motivação em toda a minha vida até agora tem ganho dinheiro. Toda decisão, você sabe, estudando muito no ensino médio para que eu possa entrar em uma boa faculdade, eu possa conseguir um bom emprego, receber um bom salário e escolher carreiras baseadas em salários e basear todas as minhas decisões como se isso custasse menos ou isso vai me fazer mais dinheiro? E coisas assim. Curtiu isso. Esse tem sido o principal impulsionador em toda a minha vida. E aqui eu estava sem aquele leme realmente.

Brandon: 15:26 Era como balançar no oceano, este vasto oceano que ninguém mais está ao meu redor, porque todo mundo está no caminho normal de nove a cinco e o que quer que seja. Então eu era como neste grande e vasto oceano sem leme e sem ideia do que eu iria fazer. E essas são algumas grandes questões e pensamentos pesados. E para ser honesto, como eu olho para trás e me sinto um pouco envergonhado por isso. Mas eu estava com um pouco de ciúmes de passar por mim e quase 95% da população e eu estou tipo, uau, eles estão tão ocupados que não precisam encarar essas questões difíceis e pensar sobre essas grandes questões existenciais. E eu fiquei meio que com ciúmes disso. E então eu rapidamente percebi que é tão ridículo ficar com ciúmes porque sim, como se eu estivesse enfrentando essas questões, mas eu imagino que a maioria das pessoas enfrenta essas questões eventualmente e talvez os infelizes talvez enfrentem isso no leito de morte e não tenham tempo ou capacidade de mudar de rumo ou de fazer mudanças ou de fazer algo diferente com suas vidas para gostar de alinhá-lo com mais do que eles experimentaram ou o que eles esperam que sua vida seja.

Brandon: 16:35 E aqui estou nos meus trinta anos e tenho a oportunidade de fazer isso. Então, sim, essas são perguntas difíceis, mas é um privilégio e é incrível poder ter uma chance de fazer algo sobre isso. Então, sim, tem sido uma montanha-russa e como se eu tivesse conversado com a nossa amiga em comum, Vicki Robin, sobre coisas desse tipo e eu sou como, ela ajudou a tentar me dar dicas sobre como descobrir o que é importante e onde , onde eu deveria ir daqui. Então sim, tem sido algo que eu definitivamente não esperava e tem sido, tem sido uma loucura.

Conceder: 17:11 Obrigado por estar aberto e compartilhar isso porque eu sinto que estamos em uma posição muito semelhante e é muito divertido para mim falar com você e ouvir sua reflexão sobre isso. Uma das coisas que eu percebi para mim é que a felicidade não é mais o objetivo de uma forma, e eu acho que estou crescendo mais quando mergulho em algumas daquelas coisas que eu sempre me senti desconfortável com relação a mim mesmo. e inclinando-se para algumas dessas coisas. Estou aprendendo muito sobre mim mesmo e sobre a vida e uma das missões do livro era que a Liberdade Financeira é claramente compartilhada e eu realmente espero que isso desperte as pessoas apenas com a ideia de que o dinheiro é infinito e o tempo não está em muitas pessoas que estão apenas sentados em sua mesa ou estão a caminho do trabalho ouvindo isso ou estão em casa, tipo descomprimindo, e acho que muitas pessoas sentem que precisam ficar na viagem até o fim, se isso faz sentido? É como saber se é para um número, para um nível de carreira ou se você sabe, é muito mais fácil perseguir essa coisa externa, seja uma promoção, um trabalho ou um número maior.

Conceder:18:21 Você sabe, nós somos ensinados a continuar subindo a escada da carreira, conseguir um novo emprego, e se o livro faz uma coisa, eu espero que apenas desperte as pessoas para o fato de que você pode sair daquela montanha-russa sempre você quer. Você precisa de um pouco de dinheiro para fazer isso, mas no final do dia, quanto mais você puder se engajar nessas questões essenciais, eu realmente preciso ficar nesse trabalho ou preciso realmente fazer o mesmo? quanto dinheiro eu estou ganhando, você sabe, você provavelmente não vai apenas achar um jeito de ser mais feliz, mas crescer também. É como se nós não tivéssemos nos dado tempo e espaço suficientes para crescer porque nós, não apenas estamos nos movendo rápido, mas as velocidades se acelerando e eu acho que há certamente uma coincidência entre o aumento das taxas de depressão e suicídio e essas coisas. Eu acho que nossas mentes estão realmente lutando para manter o significado, é difícil e leva tempo e espaço e não é perfeito, você sabe.

Brandon: 19:17 Absolutamente. Eu não poderia concordar mais e isso é algo que, como olhar para trás na minha própria jornada, percebi que fiz errado. Como se eu tivesse acabado de colocar tudo até FI e isso é, você sabe, isso é um processo como se você precisasse apenas pensar em como dinheiro e felicidade e por que você acha que está aqui e você só precisa fazer isso da melhor forma possível, mas é difícil… sim, é difícil economizar muito dinheiro para que você tenha o suficiente, mas também é difícil descobrir qual é esse propósito e o que te faz feliz. Então, essas são as três coisas difíceis de descobrir, mas você deve tentar descobrir todas as três ao mesmo tempo e otimizar para as três em toda a jornada. Considerando que o que eu fiz foi como eu ignorei completamente os outros dois, focados unicamente no dinheiro e então eu consegui o dinheiro parte dele resolvido e então eu tive essas outras duas coisas onde eu estava tipo, bem Jeez, eu não tenho ideia do que Eu estou fazendo aqui e isso não é bom por estar nessa posição, mas também não é bom para a felicidade ao longo da jornada.

Brandon: 20:19 Assim. Então, sim, eu acho que esses três componentes, se você puder se concentrar neles por toda a sua vida e tentar otimizar para hoje com base no que seu patrimônio é hoje, qual é sua renda hoje, o que você está gastando hoje. Assim como o foco na otimização para sua situação atual, esperamos que você seja feliz e trabalhe com o que deseja fazer de qualquer maneira. E, eventualmente, você atingirá o FI e nem se importará porque sua vida é otimizada para dinheiro, felicidade e propósito. Então, mas é mais fácil falar do que fazer.

Conceder: 20:50 Sim, eu concordo com você. Eu era do mesmo jeito. Eu não poderia ter respondido a essa pergunta sobre o que te faz feliz porque para mim era algo externo. Você está chegando a esse objetivo e espero que, espero, você saiba, nós somos muito sortudos por termos conseguido fazer isso em nossos trinta anos e é um luxo tão grande. Espero que mais pessoas, pelo menos, acordem com a ideia de que, mesmo que você saiba, não precisa ser perfeito. Essa é a coisa também com FI, muitas coisas é como, Oh, eu tenho que fazer todas essas coisas e as pessoas se sentem culpadas se não o fizerem. Então, você sabe, nós somos tão sortudos que somos capazes de ter tempo e espaço para pensar sobre essas coisas e eu espero que as pessoas lá fora, você sabe, FI, muito do que é compartilhado sobre FI, uh, e muito do que está escrito sobre o FIRE é, você sabe, é tudo sobre otimização, otimização, otimização, e eu apenas, eu realmente sinto que pelo menos eu cresci mais quando cometi erros e recebi este e-mail de um leitor que é como, você sabe, eles se sentiram tão culpados porque estavam economizando dinheiro e agora não estão e agora estão fora do caminho certo.

Conceder: 21:52 E você sabe que o ponto principal de tudo isso é que FI não é um caminho. É o seu caminho e há muitas maneiras diferentes de se tornar FI. Tantas táticas diferentes. E uma das coisas que eu acho que eu gostaria que as pessoas se permitissem mais espaço para crescer e não se preocupassem necessariamente em atingir um número perfeito. Perfeito múltiplo. Pelo menos é meu, esse é o meu reflexo. Mas com isso dito, uma das coisas que você disse quando eu estava falando com você e entrevistando você para o livro é que nunca foi tão fácil nos Estados Unidos se tornar FI. Você pode falar um pouco sobre, você ainda acredita nisso e por quê?

Brandon: 22:33 Oh, absolutamente. Sim. Eu definitivamente diria que, você sabe, a renda é muito alta. Nós temos tantas coisas que são tão fáceis hoje em dia. Como eu penso sobre como todas as coisas que estão no meu laptop. Meu laptop substituiu tantas coisas diferentes que custariam dezenas, se não centenas de milhares de dólares. Você sabe, apenas 20 anos atrás. A tecnologia realmente fez isso para que possamos fazer algumas coisas incríveis. Isso se abriu, obviamente, como as opções de investimento que se abriram nos últimos 20, 30 anos. Os fundos de índice de baixo custo gostam de comprar todas as ações do mercado. Cinquenta anos atrás, eu nem sei como você faria isso. E as taxas e os custos envolvidos seriam insanos. Mas agora podemos investir em todos os negócios do mundo. Eu sou um anfitrião e, para alguns pontos básicos, não é assim que os salários são altos.

Brandon: 23:25 A oportunidade que você mostrou como você é uma história incrível, como o que você fez com um laptop e acaba de criar negócios incríveis. Há muito menos gatekeepers nos dias de hoje. Há um, você sabe, apenas continua como se houvesse tanta oportunidade e, sim, obviamente ainda existem problemas como o custo dos cuidados de saúde estão aumentando e os custos da educação formal estão aumentando e coisas assim. Mas, você sabe, no geral eu acho que este é apenas um momento incrível para estar vivo e para a oportunidade de realmente assumir o controle de sua vida e fazer o que você quer e potencialmente ganhar a vida com isso é tão alto.

Conceder: 24h04 Então, por que você acha que a taxa de poupança continua a cair nos EUA? A dívida aumenta no momento em que nunca foi tão fácil se tornar financeiramente independente e todas essas ferramentas estão disponíveis. Por que tantas pessoas ainda estão presas nessa rotina?

Brandon: 24:21 Certo. Bem, eu acho que a tecnologia é uma espada de dois gumes, então, sim, isso nos dá todas essas oportunidades, mas também nos dá o mesmo na sua cara e não é apenas o Jones, é como o destaque dos Jones. Então, antes de você estar acompanhando seu vizinho do lado e se você souber, um carro novo, então você sentiria que precisava de um carro novo … mas isso é uma quantidade bastante limitada de pessoas que você está comparando. Mas agora é como se você estivesse se comparando com o seu orador da turma que agora está vivendo em uma mansão na costa e eles estão fazendo todas essas grandes coisas e seu outro amigo não tem dinheiro para comprar um Lexus novo e chique, mas eles fazem. Eles têm um e você não conhece o cenário deles, então apenas vê as fotos deles em seu novo Lexus.

Brandon: 25:04 Você está vendo tudo isso, obviamente, como todos os programas de televisão e tudo na TV também está se comparando. Então, acho que acho que isso pode ser uma grande causa disso. Assim como, sim, você está acompanhando os Jones como todas as outras gerações anteriores parecem fazer, mas você está apenas exposto a um, apenas um estilo de vida completamente diferente e o destaque de todas essas pessoas e o triste é eles provavelmente não podem pagar muito disso. Mas quando você está se comparando a alguém, você não conhece o cenário completo. Então poderia ser isso? Americanos em particular, eu não sei se eles sentem que merecem o melhor e são tão … como dissemos antes, eu acho que muitas pessoas estão tão desconectadas do que realmente as faz felizes, então elas estão apenas gastando em coisas que não os faz felizes e que estão apenas prendendo eles, nessa infelicidade onde eles têm que trabalhar muito para mantê-los apenas porque, você sabe, o crédito é mais fácil de obter agora do que provavelmente já foi, então as pessoas estão transando seus futuros eus por gastar o que eles não podem pagar apenas para manter este estilo de vida. E é um ciclo difícil e eu não sei, é difícil sair até você, eu acho que você, esperançosamente nós tropeçamos em um livro como o seu e percebemos, oh espere, eu não tenho que fazer tudo isso e sim Esse carro chique não me deixa feliz, então por que estou trabalhando tanto para pagar por isso?

Conceder: 26:36 O que você recomendaria para aquela pessoa que está ouvindo isso, e você sabe, talvez eles estejam se sentindo presos, mas isso tem sido uma faísca onde eles são como, Huh, você sabe, eu, eu quero aprender mais sobre isso e eu, você sabe, quais são esses primeiros passos com base em sua experiência que você acha que terá o maior impacto para alguém? E você sabe, eles não precisam ir all-in. Quais são esses poucos passos para levar alguém dessa mentalidade consumista para, hey, você sabe, o dinheiro pode realmente me dar muito mais controle e muito mais liberdade na minha vida ?

Brandon: 27:07 Acho que o primeiro passo seria apenas registrar o valor de um mês em gastos. Você poderia fazer isso manualmente. Você poderia se inscrever para mentor Personal Capital e deixá-los mostrar o que você está gastando em suas contas bancárias, mas acho que sim, apenas descobrir onde você está e, em seguida, passando por isso e vendo como, tudo bem, são essas despesas como Eu estou gastando muito com este contrato e é tipo, eu realmente amo muito esse carro? Ou eu poderia economizar cinco pagamentos de aluguel e comprar um carro usado que eu não possa ter nenhum pagamento de carro pelo resto da minha vida? Bem, não o resto da minha vida, mas você sabe o que quero dizer. Então eu acho que é … Eu acho que é um grande primeiro passo e então, obviamente, descobrir como você tem e qual é seu patrimônio líquido, isso é importante também.

Brandon: 27:47 Mas eu acho que o lado das despesas da equação é realmente onde você gostaria de começar porque é como se você estivesse perdendo dinheiro com coisas que realmente não melhoram sua vida, então é fácil começar a aparar e tentar otimizar . E então, sim, uma vez que você começa a construir um patrimônio líquido, apenas descobrir quanto dinheiro você tem, e que poder esse dinheiro lhe dá é importante, mas para muitas pessoas eles estão gastando tudo o que ganham para que o Passando lado da equação eu acho que é onde você precisa olhar primeiro.

Conceder: 28:18 Uma das coisas que você sempre me ajudou, e sei que muitas pessoas usam você como uma fonte para essas informações, é apenas a otimização fiscal em geral. E você sabe, não precisamos nos aprofundar nisso. É cedo demais para o Medicare, mas como, você sabe, os impostos parecem tão chatos. They seem so, you know, I want to outsource that or I don’t want to think about that. A lot of people just shudder when they think about it. For that person who’s listening, who’s maybe making a good amount of money or they’re just getting started here, how can you fall in love with tax optimization and why is it so important?

Brandon: 28:53 Certo. Sim. So I’ll just tell you my story of how that all came about. So I started the Mad Fientist in 2012 right when I realized like a in 2011 is when I realized that financial independence was possible when I was like, you know, always always, and I was like, I just want to get there as quickly as possible. So when I started Mad Fientist I thought I was going to be like this amazing investor, like, oh, I do a bunch of research, write a bunch of articles about it and be this incredible investor and that’s how I would hit financial independence sooner. It was quickly in, into my research that I realized how index funds are the most efficient and most high probable way of getting good returns. So it was like, oh, well, once I realized that I was like, well, what, what am I going to optimize?

Brandon: 29:34 Like I still wanted to do something and when it comes to investing, not doing something is usually the best call. So yeah, once I set up my index fund portfolio and I was happy with it. It was like I wasn’t going to touch it. So I started looking into other ways to optimize and as I mentioned before, I was already quite frugal. I was like a naturally frugal person and always concerned with my spending and always monitoring it. So, uh, there wasn’t really any optimizations on that side either. I found some ways like travel hacking and things like that, but for the most part, like my spending was pretty optimized so it was like a, we’re, we’re, what other, what else is there? And then that’s when I realized, Whoa, there’s this big chunk that people just completely forget about because you know, it’s taken out of your paycheck before you get it.

Brandon: 30:17 So it’s like you don’t even have it in the first place, but really like the pie of your money, like yeah, income is a part and that makes the pie bigger. Spending is a part in, uh, there’s another huge slice of that pie though, that’s taxes. So that’s when I started really doing a lot of research into tax optimization. And when I was doing the research I realized, wait a second, like early retirees are so different from the normal work until you’re 65 employee. So there’s loads of potential strategies here that could drastically reduce your time to financial independence that no one’s talking about because like they don’t apply to the normal work till you’re 65 employee because like if you think of like an income and spending graph of a normal person, like income keeps going up until you’re 65 spending probably keeps going up until you’re 65 and then income drops then pretty much nothing except for whatever your pension or whatever you’re drawing down from your retirement accounts.

Brandon: 31:14 But for an early retiree it’s like, okay, you have this high period, this period of high income, low, hopefully decreasing spending as you’re optimizing and you’re getting more familiar with what you want to spend on and what you don’t need to spend on. And then the spending, you know, pretty much stays consistent but your income drops considerably. And then you have this period of, you know, maybe 10, 20, 30 years even until you hit 65 where you have this low income and reasonable spending. And I’m like, wow, this is an amazing opportunity to potentially, you know, have completely tax free money because you can juice these pre-tax retirement accounts like 401ks and IRAs and HSAs and things like that to lower your taxable income when your income’s high and thus your tax brackets high and then you can use those periods of low income years to transfer all that money over to like a Roth IRA.

Brandon: 32:03 And then once you eventually take that out, you’re tax free because those are tax free withdrawal accounts. And yeah, so that just revolutionized my path to financial independence and the direction of Mad Fientist because there’s just so many optimizations that were possible specifically for early retirees that I was able to find and it literally can take years off of your working career. So it’s not like we’re scrimping pennies here just by buying name brand groceries or something. It’s like we’re taking years off of your working career and you’re not really sacrificing anything to do it. It’s not like you’re lowering your spending and you know, depriving yourself there. And it’s not like you’re having to work an extra 20 hours on a side hustle to increase your income. You’re just not paying something that most people don’t like paying anyway. And it’s legal. It’s the government wants you to pay the minimum that you’re required to pay. So that just completely changed my whole trajectory. And uh, it’s, it was a huge impact.

Grant: 33:01 So someone just starting out and wants to learn about tax optimization. How much time, like, how many hours do you think of research it would take to get the basics to where you’re gonna you know, you’re going to be able to get some savings because this sounds to someone, it’s just new. I remember when I first thought about this. I was like, oh, this is just, this is going to take forever. How much time do you think someone should commit when they’re just learning about this?

Brandon: 33:28 It shouldn’t take too much time initially because if you’re currently working and you have a high income and you’re looking to retire early, then obviously the thing that you’re gonna want to do now is just lower that taxable income as much as you can and that’s quite simple through just like taking advantage of your 401k. If you have one at work, if you have a 403b, that’s also a great one. Any of the pre-tax retirement accounts, just trying to max those out just because if this is going to be the highest tax bracket you’re in, potentially just if you have early retirement plans, then you just want to lower that as much as possible and then once you get to the stage where you’re thinking, okay, I’m going to maybe pull the plug on work, then that’s when you’re going to want to do some research into like how you can transfer that money over into a Roth IRA efficiently and how you can access those accounts early.

Brandon: 34:18 Which that’s pretty much the bulk of the writing on my side is focused on that. So like I have an article called how to access retirement accounts early and that goes through all the different strategies that you can use. And then if you’re at that stage and you have a bunch of money and you don’t want to deal with it, then you can hire somebody to deal with it for you and that’s actually something I’ve just recently did. This is the first year I didn’t do my own taxes and that’s because uh, I switched my business over to an S Corp and I had no interest whatsoever and learning how to do an S Corp return and all the implications of that. So I actually hired a guy to do it and it was great and he saved me a bunch of money on taxes even though I’m super into this stuff, he was able to still make some suggestions to save a bunch of money on taxes. So yeah, there’s always somebody you could hire if you don’t want to think about it. But yeah, it wouldn’t take much reading to get you to a level where you actually feel confident in the decisions that you’re making or the recommendations that your accountant is giving you.

Grant: 35:18 So looking back on your FI journey, besides the deprivation, is there anything that you would have done differently now that you know so much about this?

Brandon: 35:29 Absolutely, yeah. I would have used the power that money was giving me along the way that I didn’t even realize it was giving to me to make positive changes, to make requests at work that I thought I was just too scared to make. In looking back it’s stupid… I don’t understand, like asking for something. I wouldn’t have just been fired because I asked for it so I don’t really know what I was afraid of, but I didn’t realize the power that I had so I should have used the power of the money gave me to make positive changes in my life and I should have been focused on the real goal, which wasn’t a certain number in the bank because once I hit that, it didn’t matter. It didn’t change anything. It shouldn’t have been focusing on a certain number in the bank. It should have been that relationship between money, happiness, and like overall life purpose, and just trying to experiment with that, optimize and yeah, not putting off that happiness for some arbitrary number in a bank account that really doesn’t matter at the end of the day because it’s hard to conceptualize money in the bank anyway. So it, it just didn’t matter. So yeah, that was the biggest mistake and if I was to do it again, I would recognize the power…use the power and just be constantly working on all three spokes of that wheel that I was talking about.

Grant: 36:45 So what does financial freedom mean to you now?

Brandon: 36:47 It’s being able to do anything that I want and not really answering to anyone else. And I’ve talked a lot about some of the downsides of it, but I just want to reiterate like overall it is just so amazing to be able to wake up and choose what you do that day. And yeah, you’ll have some busy days if you’re like working on stuff like I am. And like yesterday it was quite stressful…I had a lot of stuff going on, but it was all good stuff and everything that I did was something that I chose to do and there really…there’s nothing better you can buy in the world that I can’t imagine anything else that’s better than that to buy. And that’s what saving for financial independence does. You’re buying that freedom and since the first year was so crazy and I was so trying to figure everything out, I don’t think it really sunk in, but the second year after quitting my job, like I feel like it’s really sunk in and I’m starting to realize like, hey, this is the rest of my life. I have this ability to do whatever I want for the rest of my life. And every now and then like I’ll just get hit by like this wave of like happiness and gratitude.

Brandon: 38:00 I don’t know what the…I don’t know what the word is for it, but just like this wave of just happiness really, that it’s just like, wow, this is…and those come when I’m not doing anything particularly fun or amazing. I think it just hits me that yeah, this is possible based on past work and decisions and this is incredible. So there are challenges like I said, but I, I couldn’t recommend it enough.

Grant: 38:26 One of the things I realized I was looking for a word. Just like you, I was sitting in Cornwall, England for a little bit of time and I was sitting just looking at the water and I felt really weird. I was like, what is this? What is this feeling that I’m feeling like, what is this? Like I didn’t literally recognize the feeling and I realized it was the first time in my life that I was actually at peace.

Brandon: 38:47 Certo? Sim. That’s a good way to describe it. Absolutely.

Grant: 38:51 And there was just kind of an ease and there’s, you know, life’s going to have a lot of rhythms and you’re right, some days those rhythms are going to be crazy and it’s just, there’s gonna be so much going on and you know you’re going to be stressed and you know, life is life. But I think you increased the opportunity for peace just to arrive in your life. And you realize so much that you can only control so many variables and you actually realize, I think or I’ve realized that this process that I’m in control of a lot fewer of the variables than I think I am and I’m, I’m learning to be okay with that and that’s why you’re just kinda sitting there and maybe it’s not even anything that you do, but all of a sudden this peace, at least in me, kind of overcomes me.

Brandon: 39:36 And you mentioned that you’re in less…you’re not in control of all these variables and yeah that’s absolutely true in…but having money there in case of…like I would just have this like low level of stress anytime I thought of my car when I was younger because I was like, you know, this is an old car and what if it breaks down and then that’s going to be like 500 bucks or something. And yeah, that still can happen because I still have an old car and it is having problems. But, but yeah, not caring so much about the money I guess just allows me to not worry about that and just not care. But that’s obviously a trivial example, but I think that the power that money gives you and not having to worry about it as much as you did in the past makes a lot of things that maybe would stress you out low level stress in the background makes you not have those anymore. And that’s a beautiful thing. So yeah, you’re in a better position to experience that peace, as you said, because a lot of the worries that you used to have aren’t there anymore. And, and uh, yeah, it’s a beautiful thing.

Grant: 40:41 I think money and a lot of ways it kind of insulates you from the world. So much of everyday life, you know, for a lot of people is consumed with getting that paycheck or getting that payment, you know, it just just consumes so much of your thinking. And the biggest thing for me is once I became FI, it was like 90 percent of my brain opened up, you know, and I didn’t realize just how stressed I was about money and fixated I was on money. And you know, it’s just another example of not having to…knowing that oddly at your core, you know, you’re going to be able to take care of yourself. I think a lot of people can probably feel that a little bit sooner than you know, when, when they reach FI. But it allows you, I think to create kind of a barrier between you and the external world that does open up that internal…that opportunity for internal growth because at the end of the day, and I’ve realized this is no matter where I live or how I’m making money, the only thing that I’m carrying with myself is myself and that really, that really kinda hit me intensely where it was like, you know, I expected to move to New York and like feel entirely different. Or, you know, I remember when I sold my first big client and I wish I’d thought I’d feel different and you know, at the end of the day you’re carrying yourself with you. And also, you know, actually this is, this is the last question. The finance industry sells a level of precision that I just personally think is really unrealistic. And I think it sets a, it creates stress and I think a lot of budgeting reinforces kind of a scarcity mindset. And I think a lot of people think about money, you know, and they’re like budgeting or oh my gosh, I can’t imagine it just, it just seems kind of daunting and stressful and the finance industry sells this idea that, hey, you need to save up a ton of money and here’s the exact number and we’re going to help you get there. But I think one of the things for me I’ve realized is that how do you even begin to plan for having enough money forever and for the forever. You, when who you are now is different than who you were two years ago. And we all change and we all grow, so how can someone set themselves up and maybe give themself permission to optimize their money, but like we’ve talked about this entire episode, focus on those more important things.

Brandon: 43:05 That’s a great point. And yeah, that’s…I have a article that I’m planning to write and it’s talking about like, like FI… FI as a goal and that was my goal. But really this whole thing should be about mastery as we’ve talked about. And yeah, you should optimize for now as you said, but you’re right, you’re going to be different in two years and you should optimize for them for the new you. You shouldn’t make choices that lock you into something for a long time. So that’s why trying things out, renting instead of buying if you can, allows that and then it allows you to change and change what you want and what you’re paying for. But yeah, just treating it at like you’re mastering that intersection of money, happiness and purpose rather than, all right, here’s my financial goal. I’m going to work towards that. Because yeah, once you get there, maybe you’re spending is cut in half because you realize all the stuff you’re spending on didn’t matter so then you worked longer than you needed to or maybe you start spending more because you realize you deprived yourself over the last few years of stuff that really did make you happy. Assim. So yeah, I just think, yeah, focusing on that and rather than treating it like a goal, just treating it as…alright I want to master my life and the…how I spend money for that life and what I’m working towards and yeah, always adjust because I’m still learning things about myself and I’m still changing and I’m still changing things up and yeah, you’re never going to be like, all right, now I’m happy. Or now I have enough money for everything that I know I want to do in the future.

Brandon: 44:40 And now I’m working on the exact thing that is important to me. It’s like you’re constantly learning things and changing, so just be flexible and you’re able to be flexible by not locking yourself into a 30-year mortgage on a McMansion that you can’t afford and you’re not flexible when you’re having to work 40 hours a week just to pay for, you know, your two leased SUV’s and things like that. So, so yeah, I think there’s obviously some things you, some choices you can make so that you don’t screw yourself over in the future, but I completely agree that focusing on just improving for today is, is a great way to go about it.

Grant: 45:21 Sim. Financial freedom means so many different things to so many people, so it’s important to define what it means to you more than anything else. So, hey Brandon, really appreciate, uh, all of the wisdom I’ve learned so much from you. It’s fun to be on this journey. It’s so. It’s so great to hear you so happy and thanks for…thanks for going deep with me this morning. I really appreciate you being being on the podcast.

Brandon: 45:45 No, my pleasure, man. And it’s…yeah, it’s been great to see what you’ve been up to and the stuff you said at the beginning and knowing that I played even just a tiny part in helping you, uh, onto this path is just incredible because it’s, you know, it’s like compound interest to the extreme. If I, even if one post helped you and then it’s amazing to see what you’ve created on your own path. So it’s, it’s awesome man. So I always appreciate coming on your show and it’s always great talking to you.

Grant: 46:12 All right, have a good day.

Brandon: 46:14 Thanks buddy. Later!

The post Why It’s Never Been Easier To Reach FI w/ Brandon @MadFientist appeared first on Millennial Money.

Posts que podem interessar:

Como comprar hospedagem com BlueHost criar seu blog em minutos

3 maneiras baratas (ou gratuitas) de se pesquisar para infecções sexualmente transmissíveis

Como Alguns Milionários Tem O Seu Início

Dicas para vender fotos on-line para um banco de fotos

Grátis PHP IDE CodeLobster na verificação rápida

Como começar um negócio bem sucedido em casa

Publicidade – princípios básicos do trabalho autônomo bem-sucedido

20 idéias bem sucedidas de negócios em casa na Índia

Conveniência da compra online

[VÍDEO] Como aumentar sua marca ao aparecer na mídia


Não é a primeira vez que falo de Tatiana Torres no blog, alguns meses atrás eu a entrevistei para saber em profundidade como organizar um congresso online e hoje trago o conteúdo para você no verso, no qual Tatiana me entrevista no âmbito do evento virtual atrai clientes.

Foi um evento muito especial em que participamos mais de 50 especialistas e em que através de 4 dias descobrimos as melhores técnicas e estratégias para atrair potenciais clientes e convertê-los não só em compradores, mas também em prescritores. A melhor coisa é que todo esse conhecimento era completamente livre.

A imprensa, aliada dos empresários

A insegurança de pegar o telefone, discar o número da escrita de um meio de comunicação e falar com o jornalista; Freqüentemente freia empreendedores com idéias e histórias que muitos escritores podem achar interessantes. Lembre-se que, como eu mencionei a Tatiana durante a entrevista, um jornalista está sempre em busca constante de novos tópicos para escrever. Muitas vezes, para eles, o mais complicado não é escrever, mas encontrar histórias que atraiam novos leitores e não desapontem o habitual.

Que um jornal, uma televisão ou uma estação de rádio falem sobre o seu projeto não depende do jornalista, depende de como, por que, para quem e quando você recebe a informação. Existem centenas de mídias, desde aqueles mais especializados com um público-alvo muito segmentado, até jornais e redes que alcançam milhões de telespectadores ou leitores diariamente. Lembre-se que o importante não é quantidade, mas qualidade; e apenas este é outro tópico que eu falo com Tatiana durante a entrevista. Uma boa segmentação é uma das principais chaves para alcançar e atrair seus clientes não apenas em marketing digital, mas também em colaborações com aparições na mídia e na imprensa.

Descubra neste vídeo como aumentar sua marca ao aparecer na mídia!

Conclusão

Espero que você tenha aprendido muito com a entrevista e, acima de tudo, que você tenha apontado todas as dicas! Como você viu, nem tudo é press releases ou press releases. Escolha a mídia que lhe interessa de acordo com os clientes que deseja atrair, procure um tema que possa interessar ao jornalista e diga-lhe porque é uma história que irá encantar o público que lê, ouve ou vê o que faz.

Algum tema vem à mente? Você já tem um meio em mente? Eu vou esperar por você na seção de comentários!

A entrada [VÍDEO] Como aumentar a sua marca, aparecendo na mídia foi publicado pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Artigos que devem ser vistos também:

Como ganhar dinheiro enquanto dorme: 5 formas

Nós amamos esta nova lei de Wisconsin destinada a tornar as crianças mais inteligentes sobre o dinheiro

Desafio De 30 Dias #7 – Diário De

Faça o bem e fale sobre isso: o porquê, onde e como da filantropia

Correio de MAC OSX – enviar arquivos em anexo em vez de inline

Como conhecer meu signo do zodíaco

Publicidade – princípios básicos do trabalho autônomo bem-sucedido

Engenharia automóvel: Emprego e carreira na indústria automobilística

Crescimento do comércio eletrônico na Índia

Logo

7 maneiras simples de reduzir sua dívida de empréstimo de estudante


Este post é patrocinado e faz parte de uma campanha paga com o Citizens Bank, N.A. Com a exceção de cotações diretas, o conselho e as opiniões abaixo são meus.

Empréstimos estudantis não são brincadeira. Ambos são a maior barreira e a maior desculpa para poupar. Sim, estar endividado não é bom e pode parecer que você nunca conseguirá pagá-lo.

Mas você irá. Não se preocupe. Isso é mais fácil do que você pensa.

Claro, enquanto uma tonelada de pessoas tem dívidas de empréstimos estudantis, há também toneladas de histórias de pessoas como você, que usaram estratégias simples para pagar seus empréstimos mais rapidamente do que imaginavam.

Quanto mais rápido você puder pagar sua dívida, mais cedo poderá investir mais dinheiro e aumentar seu patrimônio líquido.

Aqui estão 7 maneiras simples de reduzir sua dívida de empréstimo de estudante que realmente funcionam.

1. Olhe para os detalhes da sua dívida de empréstimo de estudante

Empréstimos vêm em diferentes tipos, tamanhos, taxas de juros e fornecedores. A história é comum. Sua primeira conta chega logo após a formatura. Uma semana depois, outro chega. Desta vez de um provedor diferente. Eventualmente, você percebe que deve valores diferentes a vários provedores, para vários tipos de empréstimos.

Essa realidade pode ser realmente confusa a princípio e extremamente avassaladora. Muitas pessoas cometem o erro de evitar investigar os detalhes de sua dívida de empréstimo estudantil na esperança de que, se as ignorarem, elas desaparecerão. Essa lógica não funciona. Em última análise, você precisa levar a sério e começar a olhar para os detalhes de cada provedor. Aqui estão as perguntas que você precisa responder:

– Quantos provedores de empréstimo você tem?

– Você sabe o montante total de empréstimos subsidiados / não subsidiados?

– Quais são suas taxas de juros?

– Quais são seus pagamentos mensais?

– Se você paga apenas o pagamento mensal mínimo, quanto tempo levará para pagar integralmente?

– Uma vez pago, quanto dinheiro terá ido para juros vs. principal?

Eu sei que isso pode ser assustador. No entanto, compreender os detalhes de seus empréstimos é o primeiro passo para pagá-los mais rapidamente.

2. Faça pagamentos quinzenais (em vez de mensalmente)

Se você é pago quinzenalmente, sabe que recebe 26 contracheques por ano. 52 semanas / 2 = 26. Considerando que, se você fosse pago duas vezes por mês, você seria pago 24 vezes por ano. 12 meses * 2 = 24. Essa mesma lógica pode ser aplicada ao reembolso do empréstimo. A maioria das contas de empréstimos estudantis ocorre uma vez por mês. Como tal, eles esperam que você pague 12 pagamentos por ano.

No entanto, se você pagasse o pagamento mínimo de meio mês a cada duas semanas, você acabaria pagando 26 pagamentos. Isso equivale a um mês inteiro (ou dois pagamentos quinzenais) a cada ano. Sim, você está tecnicamente pagando mais a cada ano, mas pode parecer menos pesado. Especialmente se você é pago uma vez a cada duas semanas.

Essa pequena mudança na abordagem de pagamento pode fazer uma enorme diferença no futuro. Um pagamento extra total a cada ano diminuirá seu tempo em dívidas e reduzirá o total de juros pagos.

3. Aplique automaticamente aumentos anuais para pagar a dívida do estudante

Você recebe aumentos / ajustes anuais de salário? Se assim for, considere colocar o aumento líquido por período de pagamento para o seu principal de empréstimo. A cada ano, faça um esforço para ajustar seus pagamentos automáticos após refletir esse aumento no salário. Mais frequentemente do que não, as pessoas com dívida de empréstimo de estudante em massa tendem a aplicar seus aumentos para algo material. É importante equilibrar sua qualidade de vida; No entanto, é igualmente importante pensar sobre suas necessidades e necessidades. Cortar o principal logo poupará dinheiro a longo prazo.

4. Tire partido das deduções fiscais dos juros dos empréstimos a estudantes

Se você atualmente está pagando de volta empréstimos estudantis, você também está pagando juros para o seu servicer. A quantia de dinheiro que você gasta em juros a cada ano é provavelmente elegível para uma dedução em seus impostos federais.

Normalmente, você pode deduzir até US $ 2.500 de pagamentos de juros sobre seus impostos a cada ano. Mesmo se você tomar a dedução padrão, você pode deduzir o interesse do empréstimo do estudante. Reduzindo o seu rendimento total tributável, você pode ser elegível para um reembolso de retorno de imposto. A aplicação desse reembolso de impostos aos pagamentos de empréstimos do aluno é uma maneira fácil de ajudar a pagá-los rapidamente.

5. Seja sério e acompanhe suas despesas

O americano médio gasta 60% de sua renda nas três grandes despesas: Habitação, Transporte e Alimentação. Como suas despesas se comparam? Se você não estiver rastreando, use uma ferramenta gratuita como o Mint.

Se você está gastando mais de 33% de sua renda após impostos sobre moradia, então você pode querer considerar mudar para um local mais barato. Muitas pessoas com dívidas de empréstimos estudantis escolhem propositadamente reduzir seus gastos nessas três áreas e aplicam as economias de custo ao seu principal de empréstimo.

Cada vez que você paga mais do que seu pagamento mensal mínimo, você ataca esse diretor. Isso pode poupar milhares de dólares ao longo do empréstimo.

6. Refinanciar seus empréstimos estudantis

Você pode estar pagando muito mais em seus empréstimos estudantis do que você poderia ser. Não se contente com as taxas de juros iniciais do empréstimo para estudantes. Existem opções de refinanciamento que podem diminuir sua taxa. Por explorando opções de refinanciamentoe baixando sua taxa de juros, você pode economizar milhares, se não dezenas de milhares de dólares a longo prazo.

Você pode obter uma nova cotação em menos de 5 minutos. Isso poderia economizar milhares de dólares.

7. Obtenha o seu jogo de azáfama

É muito simples: quanto mais dinheiro você conseguir, mais dinheiro terá para pagar seus empréstimos estudantis. Mais pessoas estão correndo lado a lado apenas para que eles possam sair da dívida de empréstimo do estudante. Se você não tiver, considere começar um agitação lateral.

Em seguida, olhe para o seu emprego a tempo inteiro. Como você pode ganhar mais dinheiro? A melhor maneira de aumentar seu salário em seu trabalho diário é trabalhar horas extras, ganhar uma promoção ou aceitar um emprego semelhante ao atual, mas com mais responsabilidade / salário.

O que quer que você decida fazer para suplementar sua renda, tente e seja disciplinado e coloque-o para seus empréstimos estudantis.

É isso aí. Pegue o que você aprendeu e coloque em prática. Esmagar seus empréstimos estudantis. Você consegue fazer isso.

O post 7 maneiras simples de reduzir seu empréstimo de estudante A dívida apareceu primeiro no Millennial Money.

Sites interessantes:

Como ser feliz? Mude sua vida

Pare de fingir não ver que verifique a luz do motor. Ignorando que é caro

Você Está Duro O Suficiente Para Marketing De Afiliados? Você Precisa Do Jogo Interior

O lado brilhante e obscuro do anonimato: um apelo para uma responsabilidade mais pessoal [LIFESTYLE X]

Nuvem Downloader – código-bude.net

Como proteger seus ossos

6 razões nem sempre para prestar atenção às estatísticas e números

Top 15 sites de postagem de trabalho gratuitos para encontrar um candidato adequado

Maquiagem para Baile de Debutante

Chegou a hora para o jornalista autônomo


A quarta propriedade, desde o seu nascimento, teve que lidar com problemas e situações que colocaram seus profissionais no limite. A era de ouro do jornalismo foi deixada para trás algumas décadas atrás e agora tanto a mídia mais tradicional quanto os jornais que surgiram na era digital estão lutando para encontrar uma maneira de garantir sua sobrevivência.

Em face de novas circunstâncias, um novo jornalista emergiu da crise como um efeito direto de situações precárias e ERE viveu nos recentes anos difíceis da situação econômica: o jornalista freelancer.

Os últimos a se juntarem a uma longa lista de demissões na mídia foram uma grande parte dos jornalistas que faziam parte do Equipe do Grupo Zeta, bem de duas de suas revistas históricas: Tempo e Interviú, ou de dois dos seus principais jornais; Esporte ou El Periódico de Catalunya. O crise econômicanos seus piores anos cortar a vida de 375 meios de comunicaçãoqual o perda de 12.200 empregos na mídia espanhola.

Atualmente a situação da mídia mais tradicional, apesar de estabilizada, está longe de melhorar. O último Relatório Anual da Profissão Jornalística, preparado pela Associação de Imprensa de Madri, mostra que no último ano paralisação de jornalistas caiu 8,5%, mas mesmo assim, é um 57% a mais que os números de 2008.

Cada vez mais jornalistas são forçados a trabalhar como freelancers e, como muitos dizem, fazem isso por obrigação, arrastados pelas circunstâncias porque não encontram outra saída. O 79% dos jornalistas independentes afirmam que são forçados pelo panorama econômico e empresarial atual, enquanto apenas 21% dizem que estão dispostos.

No entanto, nem tudo termina na obrigação de optar por um modelo de trabalho com o qual a maioria dos profissionais não se sente satisfeita. Os dados mais preocupantes são encontrados quando você olha para os dados de jornalistas independentes de acordo com o referido Relatório Anual da Profissão Jornalística, o que mostra que no último ano houve uma queda nos salários recebidos pelos jornalistas que trabalham como autônomo: o grupo de pessoas que recebem menos de 1.000 euros por mês aumentou em mais de 10 pontos percentuais. O setor que cunhou o termo milhaurista, está sendo forçado a aspirar a ser.

O jornalista freelancer e o fim do túnel

É difícil encontrar uma solução para a ferida que causou a crise econômica no setor jornalístico. Ferida que se soma aos já conhecidos gajes da profissão que ano após ano, acabam cobrando seu preço. Estresse intermináveis ​​dias, instabilidade no trabalho, horas extras, noites e fins de semana… Um estudo revelou apenas alguns meses atrás que quase metade dos jornalistas reconhece sintomas de fadiga em seu trabalho e analisando todos os fatores que um profissional tem hoje, essa situação é bastante compreensível.

Na realidade, não é o mesmo ser um jornalista independente como um jornalista empreendedor. Empreendedorismo não consiste em ter que fazer tudo. Mas em saber estabelecer objetivos, um alvo específico, uma proposta de valor, delegar … Consiste em criar sua própria marca e fazê-la crescer pouco a pouco.

Agora é um momento perfeito para aprender a desenvolver um potencial como empreendedor e espremer ao máximo as qualidades e a experiência aprendidas em todos os anos do jornalismo. É a oportunidade de criar e lutar pelo futuro, com uma carteira de clientes estável, salário cujo único limite você impõe e um cronograma que você marca, não que eles te marquem. Jornalista, chegou a hora de você abandonar o cansaço e caminhar em direção à saída deste túnel.

Eu lhe digo como um colega de profissão, como uma pessoa que esteve na mesma situação e que conseguiu, dia após dia, tornar seu sonho possível. Sou jornalista, já passei por agências de mídia, rádio, TV e comunicação por escrito; Eu estou no setor de comunicação há mais de 10 anos escritórios corporativos e de imprensa.

Mas acima de tudo, Eu me comprometi 2 vezes, a primeira foi em 2009. E finalmente posso dizer que sou feliz com meu trabalho Se você quiser mudar sua vida útil, clique no link a seguir e dê o primeiro passo para alcançá-lo:

A entrada O tempo do jornalista autônomo chegou foi publicado pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Publicações imperdíveis:

Como o conseguem, os empreendedores bem sucedidos no mundo virtual – como você Esta cometendo estes erros?

Aqueles $ 5.99 Rotisserie Chickens Vem Com Um Lado de Overspending Sério

10 Lições De Vida Que Eu Aprendi A Jogar Poker

Ganhar Dinheiro Online

Aqui vamos nós! -código-bude.net

Como evitar e prevenir lesões esportivas

Perseverança – Princípios básicos do trabalho independente bem-sucedido

LIC AAO – Perspectivas Futuras e Crescimento de Carreira – Syllabus, Salário, Exame

 4 A & # 39; s de Marketing

Logo

Faça mais dinheiro online com um CRM completamente grátis


Este é um post patrocinado escrito por mim em nome do SharpSpring CRM. Todas as opiniões são 100% minhas.

Sou um grande fã de sistemas de CRM (gerenciamento de relacionamento com o cliente) para rastreamento, crescimento e monetização de uma base de clientes. Quando gerenciei minha própria agência de marketing digital, passei uma boa quantidade de tempo configurando e me conectando com os sistemas de CRM do cliente para acompanhar o ROI das minhas campanhas de geração de leads do Google Adwords e do Facebook. Já trabalhei muito com Salesforce, Hubspot, Insightly e outros.

Usando CRMs, consegui não apenas capturar clientes, mas também acompanhar o que eles compraram e quanto gastaram. Mas uma das maiores barreiras ao uso de um CRM para empreendedores é o custo – ele pode ficar caro muito rapidamente. Para meus clientes que estavam gastando milhões de dólares em marketing, o custo era um acéfalo, mas para um pequeno empreendedor ou solopreneur os custos são altos e muitas vezes incluem taxas fixas.

Sempre foi um dos meus objetivos acompanhar os novos assinantes, clientes e membros do Millennial Money em um banco de dados central, mas não investi em um CRM por causa do alto custo.

Mas recentemente conversei com alguns blogueiros que sabem ganhar US $ 50.000 por mês em seus blogs, e todos, com exceção de um, estão usando um CRM para otimizar e aumentar a receita média por cliente. Eu realmente preciso de um sistema para capturar e converter melhor o tráfego do site em membros pagantes do curso.

É por isso que fiquei muito animado em saber que SharpSpring CRM acaba de lançar um completamente CRM grátis para pequenas empresaseste mês e tem uma tonelada de recursos que estou planejando usar para meu próprio negócio on-line. Eu já tinha ouvido falar da SharpSpring antes – eles têm mais de 5 anos e mais de 7.000 clientes em seus automação de marketing acessível plataforma, mas eles nunca ofereceram o CRM grátis. E isso não é apenas um teste gratuito.

SharpSpring é legitimamente livre para a vida. Claro, você provavelmente está se perguntando como eles ganham dinheiro – o que eu também fiz. Você pode fazer upgrade para uma versão premium para mais recursos, mas para um empreendedor on-line todos os recursos de que preciso são gratuitos, incluindo a possibilidade de adicionar contatos ilimitados.

A equipe SharpSpring fez um ótimo trabalho criando recursos em um CRM de vendas grátis que normalmente estão disponíveis apenas em CRMs caros, como o Salesforce. Recursos como:

  • Pontuação de leads (que permite monitorar a qualidade de novos leads, bem como clientes existentes),

  • Formulários de leads (para que eu possa capturar facilmente leads para minha lista de e-mail e comercializar meus cursos).

  • Fácil integração com a maioria das ferramentas de marketing on-line para facilitar o compartilhamento de dados.

  • Monitoramento da marca de mídia social. Você pode acompanhar facilmente suas menções e conversas nas quais tem interesse.

Um dos maiores desafios que vi com os CRMs é que eles geralmente têm uma curva de aprendizado íngreme e são necessárias horas e horas para aprender. Levei meses para aprender como usar o Salesforce e até participei de uma de suas conferências até me sentir proficiente em usá-lo. Com a SharpSpring, consegui descobrir isso muito mais rápido e é incrivelmente intuitivo.

Outro desafio que vi com muitos CRMs é a integração. Você quer um CRM que se integre perfeitamente às ferramentas existentes que você usa. Para mim, pessoalmente, uso o GMAIL para o meu e-mail comercial, o Google Analytics para acompanhar o tráfego do meu site, bem como o Mailchimp e o ConstantContact para e-mail marketing. A SharpSpring integra-se facilmente a estes e tem a opção de atualizar facilmente para automação de marketing acessível se você precisar de mais.

recursos-crm-lead-memberships.png

Se você é proprietário de uma empresa on-line, blogger ou deseja rastreá-lo melhor para capturar, acompanhar e converter leads de seu website em clientes pagantes, confira CRM grátis da SharpSpring. Você não precisa colocar um cartão de crédito nem nada.

Basta se inscrever e ir.

Visite o site dos patrocinadores

O post Make more Money Online com um CRM totalmente gratuito apareceu primeiro no Millennial Money.

Artigos interessantes:

Ganhar dinheiro a partir de casa pela Internet se você deseja deixar o seu trabalho um dia

Mudou recentemente? Estas dicas irão ajudá-lo a explorar sua nova cidade no barato

Afiliado Mundo Asiático, Vídeo e Revisão

Comprador misterioso ou cliente incognito como seu trabalho em casa

20 ferramentas de dropbox para aumento da produtividade

Como participar de um evento esportivo como um adulto equilibrado

https://testmygeekstuff.com/site-de-nicho-com-produtos-de-alto-preco-receitas-experiencias-e-dicas-2/

O Fotógrafo e o Marketing

Vivendo de Doces

Como sair na imprensa sem gastar um euro em publicidade?


Chegou a hora quando você vai esquecer o seu complexo como empreendedor, o que faz você pensar que é pequeno demais e sem importância para a mídia falar sobre você. Você você confia em sua ideia e você tem clientes que fazem isso também, certo? Bem, é hora de você contar aos jornalistas o que você faz e como você faz isso.

Saia na mídia gratuitamente Parece muito bom, claro! Mas tenha em mente que, das menores às maiores, elas devem ter algo em comum para poder sair na mídia sem pagar nada em troca; uma boa história, um conteúdo interessante que oferecer o jornalista e isso, portanto, também é interessante para seus leitores. Esta será a base do seu trabalho e o principal elemento com o qual você articulará toda a estratégia para atingir efetivamente os jornalistas.

O que o distingue daqueles que fazem na mídia

Você está trabalhando a 200% do seu projeto, melhorando o conteúdo, desenhando estratégias de vendas, formando-se continuamente e, de repente, vê, ouve ou lê alguém da sua empresa. competição em um programa de televisão, um rádio ou um jornal e que gira internamente. -Porque ele e não eu? -, você pensa. Sim, de fato Por que ele e não você? Você realmente acha que não tem interesse suficiente para ser entrevistado sobre sua especialidade ou colaborar com artigos em um meio de comunicação? Mas você está vendo isso! Sua concorrência está em um meio e você não, se ele conseguiu, por que você não faria isso?

A diferença entre essa pessoa e você é que ele já deu o primeiro passo para sair em qualquer mídia: experimente.

Eu posso te mostrar como chegar ao jornalista e convencê-lo de que sua história e sua experiência como especialista no assunto que você domina são de interesse para seu público. Eu posso mostrar a você como se destacar de sua concorrência e como você pode criar uma forte imagem de marca confiando na mídia.

Permita-me guiá-lo neste caminho que começará aceitando que você tem tanto ou mais a oferecer à mídia como qualquer colaborador ou entrevistado que você lê em qualquer uma das principais mídias nacionais. E, além disso, eu me jogo como um desafio – o revólver da bateria -, e se eu lhe disser o que lhe digo neste post você pode ver seu nome e da sua marca em um meio de comunicação em menos de uma semana? Porque vou explicar tudo o que você precisa fazer para que seu projeto alcance a notoriedade que você quer e, finalmente, deixe sua concorrência para trás. Te interessa? Bem, nós começamos os motores e começamos com a decolagem.

Por que a mídia é importante para sua marca

Eu serei claro e direto, aparecer na mídia irá ajudá-lo a vender e, portanto, crescer. Sua marca será vista por milhares de pessoas, você alcançará um grande impacto de alta qualidade e, além disso, sair em uma mídia fornecerá a você uma prova social de credibilidade que ajudará clientes em potencial a confiar em você e a comprar seus produtos ou contratar seus serviços.

E sim, essas aparências serão livres, porque você não vai ligar para as redações de mãos vaziaseles você vai oferecer histórias e conteúdo interessante, que é a matéria-prima de qualquer programa de jornal, revista, rádio ou televisão.

Embora a imprensa tenha passado por momentos difíceis na última década, parece que pouco a pouco a poeira está se acomodando após a tempestade. Longe de desaparecer projetos de imprensa cada vez mais bem-sucedidos estão surgindo. As receitas publicitárias obtidas pela mídia cresceram novamente e, após a incerteza que foi o coquetel da chegada da Internet, somaram-se à crise econômica; a mídia se consolidou na sociedade como o canal de informação mais confiável e verdadeiro, em comparação com outros canais possíveis.

Portanto, embora escreva um artigo como convidado no blog de um amigo, ele realmente tem as mesmas características que escrever para um meio especializado, por exemplo, no empreendedorismo (ambos têm o mesmo número de palavras, estão em formato digital e têm as mesmas fotografias, etc.); A verdade é que o imagem de notoriedade que projeta o leitor, não é o mesmo. A mídia continua sendo formadora de opinião e o máximo influenciadores que podemos encontrar.

Como eu já disse antes, a mídia gosta deles as notícias sobre empreendedores, eles adoram refletir os pontos de vista de especialistas em diferentes setores e se apaixonam pelas marcas que têm algo interessante para contar, lembram que informações e boas histórias são a matéria-prima com a qual os jornalistas trabalham!

Se você está lendo isso, é porque você lançou o seu projeto, porque você é especializado em um nicho a partir do qual você pode conversar com um jornalista, porque você tem algo que pode ligar um profissional da informação. Por que não o fazes? Tem muitas vantagens para sua marca:

  • Você vai ficar acima da sua concorrência
  • Você se tornará uma referência em seu setor
  • Você pode colocar o logotipo da mídia em que você aparece em seu site
  • A visibilidade do seu projeto ou empresa crescerá tremendamente
  • Você pode pegar um link ao longo do caminholinkbulding qualidade superior!
  • A melhor parte é, como eu disse, é grátis!

Existe centenas de mídia que pode servir aos seus propósitos. Comece hoje a aproveitar o potencial de um bom relacionamento com a mídia para expandir seus negócios.

Qual é a diferença entre comunicação e publicidade?

Claro, certamente desde que você começou a ler este artigo, a palavra 'publicidade' ressoou na sua cabeça. Não te preocupes, você não terá que pagar por publicidade para aparecer na mídia. O jornalismo e a publicidade têm limites que geralmente são difusos, mas, ao mesmo tempo, cada um desses dois conceitos tem características claramente marcadas.

Eu vou falar sobre aparecer na mídia através de um artigo, uma entrevista, um relatório ou uma notícia; não através de uma saia, um banner ou um espaço que você compra desse meio através do departamento comercial.

O estratégia que eu proponho, que vamos personalizar de acordo com o tipo de mídia e conteúdo, será o de para enviar ao jornalista uma notícia, um conteúdo, uma história; de modo que ele mesmo valoriza se é interessante para seus leitores ou audiência, tornando-se assim um conteúdo que alimenta o meio e para o qual não haverá nada a pagar para que seja publicado.

Transforme seu projeto em novidades e abra a porta da imprensa

Embora pareça a priori complicado, o primeiro passo que você tem que superar quando está determinado a contatar um jornalista para falar sobre seu projeto é apenas pensar como ele, se colocar no lugar dele e fazer o exercício de imaginar que parte ou pontos-chave de sua autoria. projeto pareceria mais interessante para você se você fosse ele.

Se você é um leitor regular de jornais ou revistas, mesmo que você não esteja interessado em todo o conteúdo publicado, se você fizer o teste e dar uma olhada geral no conteúdo, verá que em todos os artigos, relatórios ou notícias há sempre um eixo de interesse em torno do qual a história gira em torno.

Um exercício interessante que você poderia fazer para aprender sobre os tópicos que interessam uma mídia ou um jornalista em particular, é procure algum conteúdo publicado, leia-os e tente escrever em um artigo os principais pontos de interesse sobre os quais a história gira, aqueles sobre os quais você acha que o jornalista baseou para escrever todas as notícias ou o artigo inteiro.

Se você conseguir obter os pontos de interesse do seu projeto e enviá-los para o jornalista, você vai chamar sua atenção para que depois eu queira publicar sobre sua proposta.

Formas através das quais sair na mídia sem pagar por publicidade

Integrar a mídia à sua estratégia de marketing significa usar um alto-falante com grande poder de difusão isso permitirá que sua voz vá além de sua competição. Tornar isso possível é muito mais simples do que você pensa, mesmo tendo lido tudo o que eu lhe disse antes, e atento! Porque agora eu explico duas das principais maneiras pelas quais você pode sair na mídia sem ter que gastar um único centavo para contratar publicidade.

Através de um comunicado de imprensa:

Quando você escreve e envia um comunicado de imprensa para um jornalista em um meio de comunicação, você está dizendo a ele informações atuais sobre seu projeto. Isto é, algo que aconteceu e que é interessante (que tem um interesse público).

Pegar um comunicado de imprensa requer trabalhar em um banco de dados de mídia antes de enviá-lo para eles. Além disso, você terá que seguir a estrutura padronizada que é tradicionalmente usada para apresentar as informações ao jornalista.

É um recurso muito útil se é uma notícia muito interessante que você quer alcançar milhares de pessoas de uma forma direta. No entanto, a desvantagem com que é jogado ao lançar um comunicado de imprensa é que após a submissão não é publicado precisamente porque os jornalistas não consideram que a notícia tem o interesse necessário para ser divulgada.

Se enviarmos um comunicado de imprensa, teremos que ter certeza de que o que temos é digno de nota, de interesse para o público do meio para o qual o enviamos e, acima de tudo, que é escrito em linguagem jornalístico. Neste artigo eu explico em profundidade como escrever um comunicado de imprensa.

Através de um artigo ou entrevista

Em geral, a mídia reflete as histórias de histórias de sucesso. Mas olho! Por "sucesso" não quero dizer que eles estão cotando no mercado de ações ou que faturam muitos milhares de euros. Nem muito menos! Jornalistas buscam empreendedores que eles pegaram um novo produto, que eles resolvem um problema específico com engenhosidade, que eles têm algo interessante que explicar sobre como eles decidiram lançar para criar sua própria empresa e os obstáculos que você superou ao longo do caminho.

Não se coloque barreiras mentais e escreva diretamente para a mídia ou entre em contato com o jornalista para contar sua própria história. Você pode propor uma entrevista ou escrever um artigo diretamente para o meio, fornecendo conteúdo valioso e falando sobre sua especialidade. Quanto mais concreto você for, melhor.

Conclusões

Agora com certeza você está claro que para sair na mídia você não tem que citar no IBEX 25 ou pagar publicidade. A chave, como eu disse, é fazer uma boa investigação da mídia para saber o que lhes interessa e, assim, adaptar o que você pode oferecer deste modo um conteúdo valioso.

Você é um empreendedor, cultivou uma ideia em nada e começa a dar frutos. Pense no que contar, procure um jornalista e fale sobre o que você faz, como você faz e porque é importante para a vida das pessoas, por que elas precisam conhecer sua história. Você está perto de consegui-lo!

A entrada Como sair na imprensa sem gastar um euro em publicidade? Foi publicado pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Artigos imperdíveis:

10 maneiras de economizar dinheiro em um orçamento apertado

Aqueles $ 5.99 Rotisserie Chickens Vem Com Um Lado de Overspending Sério

Lista: Conferências / Meetup em 2014.

20 melhores aplicativos de laptop para 2017 que solucionam problemas reais

Configuração do DynDNS para domínios na Namecheap.com

#PreguntaFreelance: quais cursos sobre desenvolvimento web, design, software e software para freelancers você recomenda?

Não há mais dinheiro para ganhar com vídeos? A mudança do YouTube e minhas dicas!

Será que as empresas de tecnologia já adotaram a ética com seriedade?

Designer Kurti Online Shopping é o caminho a seguir para a frente

Revisão MaxRewards: Recompensa e Travel Hacking Made Easy

Revisão MaxRewards: Recompensa e Travel Hacking Made Easy


Bem-vindo à "Money Review Series" da Millennial Money. A cada semana, analisamos um produto ou serviço cujo objetivo é ajudá-lo a ganhar mais, economizar mais ou aumentar o dinheiro investindo. Nosso objetivo é fornecer uma análise honesta para ajudá-lo a atingir essas metas. Hoje, revisamos o aplicativo MaxRewards. Este é o mais legítimo Revisão de MaxRewards você vai encontrar na internet.

Estamos entusiasmados em compartilhar nossa revisão do MaxRewards com a comunidade MM porque, honestamente, acreditamos que este aplicativo será um divisor de águas no mundo da FinTech. Se você estiver interessado em um aplicativo gratuito que ajudará a mostrar como ganhar US $ 3.000 em recompensas sem alterar ou gastar ou agitar os cartões, continue lendo.

Oportunidade exclusiva para leitores de MM: Na parte inferior desta postagem, você encontrará um código de acesso para testar a versão beta do aplicativo MaxRewards. Isso está disponível apenas para leitores de MM.

Mas, antes de prosseguirmos, gostaria de compartilhar uma rápida história sobre oferta e demanda (e como nos encontramos com Anik e David, os co-fundadores da MaxRewards)

Eram 2 da manhã após a última noite do FinCon 2018. Grant e eu estávamos dançando com alguns rockstars, incluindo PT Money, Decon Hayes, Monica Louie e Bethany Bayless. Estávamos exaustos de uma conferência incrível e suados da pista de dança. Acima de tudo, estávamos com fome!

Mas de volta ao hotel, nada estava aberto. Se ao menos houvesse comida em algum lugar! A demanda foi alta.

Digite Anik e David.

Esses caras estavam celebrando sua primeira vitória na FinTech FinTech Startup Competition e por acaso tinham o suprimento que precisávamos. Um burrito volumoso (nós percebemos depois que era um sanduíche, mas nós pensamos que era um burrito naquele tempo).

Quanto você pagaria pelo único burrito por milhas? Lembre-se que eram 2 da manhã e estávamos desesperados.

Oferta limitada + alta demanda = burrito de US $ 50. Não julgue, foi incrível!

O que é recompensa e viagens de hackers?

A recompensa do cartão de crédito é estrategicamente ganhar e resgatar recompensas de cartão de crédito para obter um valor excepcional. Uma vez que alguns dos resgates mais desejados e valiosos são relacionados a viagens (por exemplo, voos, hotéis, pacotes de férias), o hacking de recompensa é também conhecido como hacking de viagens.

Recompensar o hacking NÃO é apenas receber um novo cartão de crédito e resgatar o bônus de inscrição para um voo. O hacker de recompensa é estratégico; ela seleciona cuidadosamente as melhores cartas, sempre ganha o bônus de inscrição, usa consistentemente a melhor carta para cada comerciante e resgata brilhantemente suas recompensas pelo valor máximo. Por seu esforço, ela pode ganhar 2-4x mais em valor do que um leigo com o mesmo gasto anual. Isso se traduz em cerca de US $ 2.000 – US $ 3.000 em recompensas por ano, e isso é apenas para um gastador médio.

Recompensas de cartão de crédito são mais valiosas do que dinheiro

Aqueles de vocês que proclamam que "Dinheiro é Rei" podem considerar a declaração acima blasfema. Mas aposto que você pagou impostos em quase todas as fontes de dinheiro que você ganhou. As recompensas do cartão de crédito são um dos poucos benefícios que ainda não são tributáveis. Quando você resgata suas recompensas para uma viagem no valor de US $ 2.000, é como receber um bônus de US $ 3.000 antes do imposto (os US $ 1.000 vão para o FICA, o imposto de renda federal e o imposto de renda estadual).

Outro aspecto das recompensas que podem valer mais do que dinheiro é suas opções limitadas de resgate. Sim, você leu certo. As opções de resgate limitadas significam que você não se sente culpado quando reserva férias de luxo. Cada dólar "real" que você gastar em uma despesa pode ser economizado ou investido. Recompensas. Não tanto, então usá-los não vem com o remorso dos compradores.

Finalmente, “grátis” é sempre melhor. Um voo de primeira classe de US $ 3.000 para a Europa é bom. Usando suas recompensas para registrá-lo, isso é incrível.

Recompensar os hackers prejudicaram meu crédito?

Você pode estar pensando: “Ótimo! Eu posso passar férias em Bali pelo baixo custo de rebaixar meu crédito. Esse é um dos maiores equívocos de hackear recompensas. Se você está fazendo certo, você NÃO prejudicará seu crédito.

Veja por quê: sua pontuação de crédito é baseada em vários fatores. Um desses fatores, que contribui para cerca de 10% de sua pontuação geral, é o número de solicitações de crédito recentes. Quando você solicita um novo cartão, uma nova consulta é adicionada ao seu relatório. Para a maioria das pessoas, isso reduzirá temporariamente seu crédito em uma pequena quantia.

No entanto, abrir um cartão também aumentará seu limite de crédito geral. Isso ajuda a sua utilização de crédito, o que contribui para um 30% muito mais significativo da sua pontuação. À medida que você paga seu cartão todos os meses, você adiciona pontos de dados positivos ao seu histórico de pagamentos, o que contribui para 35% de sua pontuação geral. Assim, para a maioria dos millennials, que normalmente têm um histórico de crédito limitado, a abertura de novos cartões geralmente aumenta sua pontuação de crédito com a ressalva GRANDE e GRANDE de que eles estão usando-os com responsabilidade.

Uma coisa sobre a qual todos devem ter clareza: ganhar recompensas ao entrar na dívida de cartão de crédito NÃO é recompensar os hackers. Isso definitivamente prejudicará seu crédito.

O que é o MaxRewards?

Nesse ponto, você pode estar pensando que, se a recompensa por hackers é tão valiosa e não prejudica seu crédito, por que todos não estão fazendo isso? Qual é o problema?

Ser um legítimo hacker tradicionalmente exige muito tempo e esforço. Anik, CEO da MaxRewards, sabe disso em primeira mão. Ele ganhou mais de US $ 20.000 em recompensas nos últimos anos! No entanto, ele passou uma quantidade significativa de tempo e esforço ao fazê-lo. Do ponto de vista financeiro, valeu a pena (e ele também gosta de invadir o sistema), mas ele sabe que a maioria das pessoas não se importa com o incômodo.

É por isso que a Anik e a equipe criaram o MaxRewards. É um aplicativo que torna a recompensa de hackers simples, para novatos e especialistas. Ele queria tornar sua própria vida mais fácil e compartilhar os incríveis benefícios da recompensa para os outros 99,9% dos americanos que não eram gurus de cartão de crédito.

Como o MaxRewards funciona?

Revisão de MaxRewards. Viagem Hacking!
Revisão de MaxRewards (confira estes resultados!)

Primeiro, você conecta suas contas de cartão de crédito existentes. O aplicativo puxa suas transações históricas e estima como você gasta. Você pode ajustá-lo para refletir suas despesas futuras esperadas.

Em seguida, você indica suas preferências, como quais cards você não deseja. Você também pode especificar se você é um estudante ou um militar da ativa. Essa é, na verdade, toda a entrada que você precisa fornecer para obter suas recomendações personalizadas.

Eu tenho que dizer, quando eu descobri como eles vêm com recomendações, eu fiquei impressionado. É o próximo nível legítimo. O aplicativo simula mais de um milhão de cenários diferentes para encontrar matematicamente a melhor combinação para você! Fatores em:

  • Recompensas da base diária
  • Recompensas de bônus de categoria
  • Recompensas de categoria rotativa
  • Limites de bônus
  • Bônus de inscrição e qualificação esperada
  • Intro e taxas anuais em curso
  • E muito mais

Um dos fatores que achei muito legal foi a taxa de recompensas em curso. Essencialmente, o aplicativo exclui cards que são mais caros do que valem (por exemplo, taxa anual> recompensas).

Depois de receber suas recomendações, o aplicativo coloca tudo o que você precisa fazer em um plano de ação dinâmico. Ele influencia em regras como o Chase 5/24, então você deve seguir as recomendações exatamente para maximizar suas chances de aprovação (e recompensas).

Depois de abrir um cartão, você pode usar o rastreador de bônus de inscrição para acompanhar seu progresso em direção ao bônus. Certa vez, eu estava com poucos dólares a receber um bônus de inscrição no valor de $ 1.000 +. Liguei para o emissor alguns dias depois do prazo, e eles não se mexeram, embora eu já tivesse gasto mais milhares no cartão. Eu estava chateado! Eu queria ter o MaxRewards então.

Depois de abrir todos os cartões recomendados, você pode usar o recurso "Melhor cartão para usar" para maximizar os ganhos obtidos em todas as transações. O aplicativo é responsável por todas as nuances, como categorias giratórias, limites de bônus e avaliações de pontos, para que você não precise.

Por fim, o MaxRewards mostra seus gastos, recompensas e pontuação de crédito de todas as suas contas. Existem vários aplicativos que atraem seus gastos, mas esse é o único aplicativo que vi que também atrai recompensas e mostra o valor esperado em dólar de todos os seus pontos, milhas, etc. Também gosto de ver um diferente pontuação de crédito para cada banco conectado. Curiosidade: a equipe da MaxRewards realmente construiu suas próprias integrações com os emissores para que pudessem extrair todos esses dados.

No geral, gosto muito de como o MaxRewards funciona. Você não precisa fazer escolhas confusas como "cartões de recompensa versus cartões de viagem", recebe recomendações personalizadas e objetivas em questão de minutos e nem precisa acompanhar os bônus de inscrição e os bônus de categoria rotativa. Eu também adoro o fato de que eles construíram suas próprias integrações para que você pudesse obter recompensas, gastos e pontuação de crédito em um aplicativo. Acho que isso não apenas tornará o hacking de viagens acessível para praticamente todos, mas também ajudará as pessoas a estarem no topo de seus cartões.

Há algum inconveniente para MaxRewards?

Atualmente, o aplicativo está em versão beta, portanto, algumas funcionalidades ainda estão em desenvolvimento e, às vezes, o aplicativo pode apresentar erros. Os desenvolvedores estão seletivamente dando acesso aos usuários, então a maioria das pessoas terá que esperar um pouco antes de realmente fazer o download (os leitores do MM podem obtê-lo antes de todos os outros – detalhes no final do post).

A equipe da MaxRewards tem uma visão ambiciosa, mas, como todas as empresas, elas precisam começar de algum lugar. Portanto, o lançamento inicial, por MaxRewards, provavelmente terá essas limitações:

As avaliações de recompensa serão consistentes para todos. As avaliações de recompensa são o valor em dólares de pontos e milhas. Embora sejam atualizados periodicamente, é o mesmo valor para todos. No futuro, o aplicativo ajustará as avaliações com base em como o usuário pretende usar suas recompensas (por exemplo, para voos ou dinheiro de volta).

Apenas categorias de alto nível são fatoradas. A maioria dos cartões oferece pontos de bônus em uma categoria de alto nível, como restaurantes e viagens. No entanto, alguns cartões oferecem pontos de bônus em estabelecimentos comerciais específicos, como o Hilton Hotels. Essa categorização granular é muito difícil de implementar e propensa a erros, portanto, a equipe do MaxRewards optou por incorporá-la em uma versão futura.

Apenas os cartões de crédito pessoais dos principais emissores serão totalmente suportados. MaxRewards é o único aplicativo em que você acessa dados de gastos, recompensas e crédito para vários cartões de crédito em um só lugar. Para habilitar esse recurso, os desenvolvedores tiveram que criar suas próprias integrações personalizadas com os emissores. Eles priorizaram os 10 principais emissores, que representam cerca de 90% de todos os cartões pendentes. No futuro, eles planejam apoiar cartões de visita e cartões de muitos outros emissores.

Quem não deve usar o MaxRewards?

A equipe da MaxRewards projetou o aplicativo para ser útil para iniciantes em hackers de viagem, veteranos e todos os demais. Mas maximizar as recompensas não será valioso se você estiver pagando 20% de juros. Em geral, se você já tem um monte de dívidas, se você constantemente gastar mais em seus cartões de crédito, ou se você sempre carrega um saldo, MaxRewards provavelmente não é para você. Se você está lutando com dívidas de cartão de crédito, leia [Related Article].

MaxRewards é o Capital Pessoal para Cartões de Crédito

Eu realmente gosto de onde a MaxRewards está indo, e acho que ela pode se tornar a Capital Pessoal dos cartões de crédito. Como a maioria das pessoas sabe, eu acho que o Personal Capital é o melhor aplicativo, mãos para baixo, para acompanhar o meu dinheiro e riqueza. É uma solução completa e acho que o MaxRewards é a solução completa para cartões de crédito. Veja como eles se comparam a outros aplicativos populares de finanças pessoais:

revisão de maxrewards. Hacking de viagens

Não há concorrência. Quando se trata de cartões de crédito, MaxRewards é o aplicativo para obter.

Acesso especial para leitores de dinheiro milenar

MaxRewards é um trocador de jogo para hackear recompensas. A pessoa média ganhará mais de US $ 2.000 em recompensas ao longo de dois anos, mas acho que os leitores da Millennial Money ganharão mais de US $ 3.000. Não consigo imaginar outro aplicativo gratuito que lhe dê tanto valor. Oh sim, é 100% grátis. Entre na lista de espera hoje e seja um dos primeiros a saber quando sair.

Quer experimentar mais cedo? A MaxRewards está dando acesso prioritário aos leitores de MM. Basta digitar o código de acesso MM2018.

Perguntas para você

Quais são as suas maiores recompensas e viagens de hackers? Deixe-nos saber nos comentários. Se você tiver alguma dúvida sobre o aplicativo ou recompensar a questão das práticas recomendadas, entre em contato.

O post MaxRewards Review: Recompensa e Travel Hacking Made Easy apareceu em primeiro lugar no Millennial Money.

Textos que valem a leitura:

Tema WordPress para criar lojas e-commerce: WooCart

Ingresso para o Futuro

Desafio De 30 Dias – #4: Alongamento

Maquiando no Ano Novo

1 e 1 – um fim à vista?

Como começar um negócio bem sucedido em casa

Não há mais dinheiro para ganhar com vídeos? A mudança do YouTube e minhas dicas!

ITI – Um Guia Completo de Admissão, Exame, Resultados, Emprego e Mais

Estratégias da maioria dos comerciantes mal interpretadas no Marketing Influenciador