As consequências da falta de visibilidade para o seu negócio


Já vimos (e se você não viu, deixarei aqui) quais são os nove principais problemas que a maioria dos empresários enfrenta. Um exemplo desses problemas de que falo é não saber como se destacar contra a concorrência ou ninguém conhece sua marca. Vamos um passo além. Hoje, o que vou explicar para você é onde esses sintomas levam você e quais consequências esses nove problemas podem trazer para o seu projeto.

O resultado de não ter uma boa estratégia comunicativa

Como mencionei, a falta de visibilidade foi proporcional à falta de autoridade como profissional e à falta de confiança que é gerada com os clientes.

Visibilidade <authority <trust <vendas

Essa simples equação resulta em baixas vendas, ausência de clientes e números negativos. Quando você consolida um produto, o cliente pagará o que é necessário para ele e isso lhe permitirá decolar como profissional e como marca. Você sabe que existem empresas que têm longas listas de espera para adquirir o produto que é vendido?

Há restaurantes como o El Celler de Can Roca, por exemplo, que tem listas de meses e meses para conseguir uma de suas mesas e que, não foi de um dia para o outro, longe disso. Este é o resultado de uma boa gestão, uma comunicação magnífica que os levou a posicionar-se como referência em seu setor e um excelente produto, ou seja, uma estratégia completa.

A visibilidade do seu negócio deve estar à altura da sua ideia. Você tem um produto com muito potencial, que é exigido pela sociedade e você confia totalmente, mas você sente que está sendo desperdiçado. Você chegou a um ponto de frustração pessoal que começa a se perguntar se empreender era uma boa ideia.

Essa falta de visibilidade, juntamente com a ausência de resultados, inevitavelmente leva ao fechamento de seus negócios. Os números não cabem mais e você acumula as contas para pagar. As dívidas começam a afogar você e, pior de tudo, sim, o pior é que você leva tudo para casa. Sua situação pessoal não é boa, porque quando você se compromete a fazer mais do que trabalhar, você desdobra suas idéias e suas convicções e coloca toda a 'carne no espeto' para fazê-la funcionar. Um clima negativo e sem brio não vai ajudá-lo neste momento e não será uma solução para a má gestão.

Apesar de tudo, você tem consciência do que precisa, precisa que sua marca seja conhecida, reconhecida e adquirida. Como fazemos algo assim? Qual ferramenta será a que melhor atende às necessidades da minha empresa e o que melhor me convém? Por onde começo?

Às vezes a coisa mais difícil é saber por onde começar, então você tem que ter clareza sobre o que é melhor para você e sua marca, para obter todas as coisas que você sabe que não tem e o que você precisa para seguir em frente e recuperar o ilusão empreendedora.

Como se diferenciar da sua concorrência de uma vez por todas

Você viu e verificou que as estratégias da competição funcionam e muito bem. Eles têm clientes recorrentes e fiéis e também investem de maneiras diferentes para obter visibilidade. Você viu o quanto você apareceria em jornais ou revistas pagando por publicidade e os preços disparam. Não está ao seu alcance e menos na situação em que você se encontra.

De qualquer forma, você se pergunta se isso realmente funciona, porque sim, a publicidade pode trazer visibilidade, mas que nível de autoridade e confiança pode gerar uma marca que aparece apenas como publicidade?

E se eu investir em redes sociais? As redes sociais tornaram-se uma plataforma indispensável e isso incentiva a comunicação direta com clientes em potencial e isso aumenta, de uma forma ou de outra, sua popularidade (contanto que você tenha uma boa estratégia também), mas isso também me proporciona autoridade e gera confiança? Bem, definitivamente não.

As redes sociais tornaram-se uma forma de reproduzir e divulgar falsas notícias e confundir a população, além de gerar alerta social sem motivo algum. As pessoas, especificamente na Espanha, valorizam as redes como entretenimento, em vez de informação, por isso é difícil obter autoridade por esses meios.

Você tem soluções de marketing, SEO, análise e outras especialidades relacionadas, mas você não tem idéia do que eles fazem e se você tem, você não sabe como ir até eles. Você definitivamente não sabe o que fazer, mas não entre em pânico …

Se você chegou até aqui, é porque você entende isso que eu lhe digo, você está ciente da necessidade de ter uma boa estratégia e da importância da comunicação em todas as suas áreas. Existem empresas tão ancoradas no passado que nem consideram a comunicação como uma opção.

<< Sin comunicación no hay clientes y sin clientes no hay ventas>>

Não se esqueça disso porque ele vai te fazer boas decisões e isso fará com que você melhore a situação do seu negócio.

Se você se vê refletido nessas situações, não perca a perspectiva de que tudo começa com visibilidade. Torne-se conhecido e obtenha sua marca reconhecida, lhe dará mais autoridade e isso o ajudará a criar confiança entre seus clientes em potencial. Em suma, ajudará você a crescer como profissional e como empresa.

Se você tiver alguma dúvida, deixamos sua consulta nos comentários abaixo, estamos ansiosos para nos contar!

A entrada As conseqüências da falta de visibilidade para o seu negócio foram publicadas pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Textos Relacionados:

6 razões para evitar os serviços de alojamento Web grátis

É a sua escolha: 4 maneiras de poupar dinheiro comprando serviços à la carte

Como manter o Foco na A. D. D de Geração de

https://holidayservice-tn.com/poker-freeroll-ou-como-ganhar-dinheiro-sem-apostar-em-suas-economias/

Correção de erro de apresentação de coreano e outros estrangeiros de caracteres conjuntos em c# / Visual Studio

Como plantar um jardim

Site de nicho com produtos de alto preço – receitas, experiências e dicas

HR Entrevista Perguntas e Respostas para Freshers & Experienced

5 técnicas de marketing na Internet que você deve usar

9 problemas que a maioria dos empreendedores tem e que podem encerrar seus negócios


Depois da crise econômica e das altas taxas de desemprego que o país sofreu, uma solução que aumentou muito e que está se tornando mais confiável e recorrente é a do empreendedorismo. Começar o seu próprio negócio, com as suas ideias e o seu orçamento, é muito satisfatório, mas é um trabalho árduo. Para começar, você tem que levar em conta a dura concorrência que vende seu produto ou sua própria ideia. Isso é positivo, porque se houver concorrentes, há demanda e isso significa que as pessoas vão pagar pelo que você oferece.

Mas, agora, como você consegue um negócio empreendedor que está começando a se destacar entre tanta concorrência? Quais metas você tem que alcançar para não ficar para trás e ser o número um em seu setor?

A primeira coisa que eu aconselho e que quero lhe contar aqui são os nove problemas que você tem que resolver para garantir que isso não afete o bem-estar do seu projeto e, assim, seja capaz de alcançar seus objetivos.

1. Você não tem visibilidade suficiente. Você tem uma boa ideia, um bom produto. Você está convencido disso, finalmente se atreveu a empreender e colocar todo o seu esforço, seu desejo e todo seu dinheiro nisso, mas … ninguém te conhece, você não tem visibilidade. Seu produto não alcança ninguém, redes sociais te ajudam, mas não te dão clientes e a confiança gerada em redes por uma marca profissional não é boa (hoje em dia todo mundo tem redes sociais e estas "vendem muita fumaça"), definitivamente Você não sabe como conseguir atenção. Você sabe que precisa ter visibilidade, mas não consegue encontrar o caminho.

2. Você não recebe autoridade. É muito importante ter autoridade como profissional, a autoridade vem da mão da visibilidade, se ninguém te conhece, ninguém sabe que você é um bom profissional, então fica frustrado e pensa que tanto esforço começa a ser em vão. Uma marca profissional deve ter boa reputação para obter clientes e vendas. Como posso adquirir autoridade para minha marca e para mim mesmo, se meu negócio não é conhecido e não tenho visibilidade?

3. Você não gera confiança. Sem autoridade, sem visibilidade, como diabos gerarei confiança? Em todos os negócios, relações comerciais e de vendas, você precisa de confiança. Se os clientes em potencial não confiam em seu profissionalismo como um especialista, nem na qualidade de sua marca, eles não farão isso em seu produto. É isso que significa? que você não recebe vendas e que seu esforço está caindo em uma bolsa quebrada.

4. Você não tem uma entrada recorrente de clientes. Tudo isso leva você a não ter uma entrada de renda constante. O número de clientes que estão interessados ​​em seu projeto não é constante nem suficiente e você sabe que precisa fazer algo em breve para obter os elementos de que sua marca profissional precisa (que acabei de mencionar). Os números começam a não ser quadrados quando os clientes não são suficientes e você começa a se preocupar.

5. Clientes não são premium. Essas pessoas que entram são poucas e não são premium. Isso significa que seus clientes não estão realmente convencidos de seu produto e, portanto, não estão dispostos a pagar qualquer preço por ele. Seus usuários aparecem quando uma oferta gananciosa chama a atenção deles e eles se tornam pessoas de passo. Enquanto isso, chegou aos seus ouvidos que sua concorrência tem uma lista de espera e você sabe que seus preços são muito mais altos que os seus e, apesar disso, você não tem nem metade de sua clientela e deseja aquela famosa 'lista de espera'. .

6. Você sabe que tem uma competência superior a você. Você tem muita rivalidade nos negócios e não apenas isso, você sabe que essas empresas estão acima de sua marca. Você precisa se destacar contra tanto concorrente, usa redes sociais, mas não dá bons resultados, sabe por quê? porque as pessoas não confiam nas redes sociais, além disso, um estudo revela que 80% da população espanhola considera as "notícias falsas", isto é, falsas notícias que são disseminadas através das redes, como um problema sério. Depois de fazer grandes ofertas, apenas clientes momentâneos entram e finalmente provam que as estratégias de seus concorrentes são melhores e que você precisa do mesmo.

7. Você não pode obter seus clientes fiéis. Esses interessados ​​que entraram no seu negócio não farão mais e a única coisa que o consola é pensar que o boca-a-boca agirá para que novos clientes entrem. Você só pode esperar que este procedimento social milenar trabalhe, nas suas ofertas mais impressionantes e, às vezes, mesmo que você não saiba se isso tornará o cliente fiel. Mas no fundo você sabe que o que você precisa é de clientes convencidos da confiabilidade de sua marca e do produto que você vende, estes são os clientes que retornarão a você quantas vezes forem necessárias e que pagarão o que é necessário.

8. Você sabe que precisa de uma estratégia de comunicação. Você chegou a um ponto, visualizando as estratégias da concorrência e estudando a criação do seu negócio, que sabe da importância da comunicação. Você está ciente da necessidade de ter uma boa estratégia de comunicação, mas fica tonto entre os termos e o jargão … marketing, SEO, conhecimento de marca … São coisas que você não pega e você imagina o dinheiro que vai supor que alguém o ajude nesse campo.

9. Você não tem dinheiro para publicidade. Publicidade, se você sabe, é seu último trunfo. Você sabe que precisa de publicidade. Você viu sua competição continuamente na mídia e isso gerou boas impressões. Mas você já pensou em quanto uma campanha publicitária poderosa pode custar? Faça alguma pesquisa e você começa a chorar … há coisas que são apenas para grandes marcas. E você nem sabe se isso vai dar os resultados que você precisa, as pessoas realmente confiam em publicidade? E se eu contratar uma campanha publicitária, apenas como uma estratégia de comunicação e não me der os resultados que eu preciso?

Você se sentiu identificado? Acontecem com você e sua empresa, algumas ou todas essas coisas? O importante é identificar esses problemas e saber o que sua marca precisa. E isso, embora não pareça agora, é um bom começo …

A entrada 9 problemas que a maioria dos empresários têm e que podem terminar seus negócios foi publicada pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Artigos Relacionados:

Ganhar dinheiro com Clickbank | Por Mundo virtual

Você poderia salvar uma vida se você carregasse Naloxone. Veja o que você precisa saber

Ong Engrenagem Guia – de outubro de 2015, e a Vida em Miami

O lado brilhante e obscuro do anonimato: um apelo para uma responsabilidade mais pessoal [LIFESTYLE X]

Núcleo .NET – Gdiplus. dll não foi encontrado no Ubuntu

Como participar de um evento esportivo como um adulto equilibrado

O grande engano dos fornecedores tecnológicos 360º: como a Hotmart está se beneficiando do seu conteúdo e clientes sem que você perceba

ITI – Um Guia Completo de Admissão, Exame, Resultados, Emprego e Mais

Ideias criativas de marketing para lojas de móveis

Conversando com Rosa Morel sobre sair na imprensa


Você sabe que o mundo da mídia e dos copywriting tem muito em comum? Bem, é precisamente disso que eu estava falando Rosa Morel e a partir daí tivemos a ideia de fazer uma entrevista para o seu canal no YouTube. E do que estamos falando? Bem, cComo sair na imprensa usando técnicas de copywriting!

Eu não acho que eu preciso te apresentar a esse grande especialista em marketing, mas no caso de eu ter pego você fora do jogo, vou usar a apresentação que ela tem em seu site para explicar que "ela é consultora de empresas que querem melhorar suas vendas implementando técnicas de escrita persuasiva com neuroventas e copywriting emocional "

Então, eu recomendo que você não perca um único minuto da conversa que tivemos e que você pode ver aqui abaixo:

Sobre o que conversei com Rosa Morel sobre sair na imprensa

Durante a entrevistar Falamos sobre truques que podem ser úteis para obter mais visibilidade e autoridade para seus negócios:

Por que? a mídia vai 'certificar' você e eles vão mostrar ao seu público que você é realmente uma verdadeira rachadura no que faz.

– Como isso permitirá que você atrair novos clientes.

– A importância de fazer uma boa estratégia de imprensa.

– Em que mídia você deve aparecer (e em quais não).

– Por que você deveria (e não deveria) fazer uma nota de imprensa.

– Como chegar diretamente à caixa de entrada do jornalista que te interessa.

– Como deve ser o assunto do seu email para abri-lo e virar com você.

– O caminho de conecte-se emocionalmente com o jornalista.

– O redes sociais como uma maneira de chegar aos profissionais de comunicação.

– Quando você deve e quando você não deve usar um linguagem técnica com os jornalistas.

E muito, muito mais que você pode descobrir por si mesmo se clicar aqui.

Conclusão

E você, você usou algumas das técnicas que explicamos no vídeo? O que você acha da idéia de usar copywriting em seu contato com jornalistas? O que você achou dessa entrevista? Espero seus comentários, lembre-se que você pode escrevê-los aqui embaixo. Agora é a sua vez!

A entrada Falando com Rosa Morel sobre sair na imprensa foi publicada pela primeira vez em Borja Gómez Comunicación.

Sites que podem interessar:

11 multimilionários que deixaram seus estudos

Aqueles $ 5.99 Rotisserie Chickens Vem Com Um Lado de Overspending Sério

Desafio De 30 Dias #7 – Diário De

Um guia para submergir ou Como proteger suas informações na Internet

Verpixeln de fotos em JavaScript – código-bude.net

Como lidar com uma terapia psicológica bem sucedida

Crie um pager – do planejamento, através da tecnologia, até a página concluída.

Lista dos 10 melhores sites de compras on-line na Índia para produtos baratos e com desconto

 Estratégias de marketing na Internet para o sucesso

Atendimento ao Cliente no Natal

Atendimento ao Cliente no Natal


Estamos no meio do Natal e muitas empresas pegaram com sua campanha de comunicação e meia promoção Como? Você não preparou nenhuma campanha especial para melhorar a imagem da sua marca nessas datas? Normalmente este tipo de projetos começa a ser planejado no mês de setembro: calendário de ações, objetivos, preparação de materiais, envio de comunicados à mídia … A lista de tarefas é longa se quisermos criar uma campanha de 360º que está na boca de todos por semanas. Mas se você não fez nada este ano calmo, você ainda tem tempo para se apaixonar por seus clientes neste Natal.

.

A atenção que você oferece aos seus consumidores é uma das coisas que você deve cuidar de sua empresa. Existem empresas que têm uma equipe trabalhando apenas em "fazer seus clientes felizes". Como você ouve. Eles ouvem suas sugestões, reclamações, recomendações, dúvidas e perguntas e as transformam no que seus seguidores querem. Eles se dedicam a realizar seus desejos. E essas empresas se apaixonam.

.

.

Neste momento é um bom momento (na verdade, todos os dias são) para começar a melhorar o seu serviço ao cliente e agradecer-lhes por estar lá. Afinal, sem eles você não seria nada! Então vamos começar a trabalhar para aproveitar essas duas semanas festivas que estão por vir para criar uma "mini campanha" de atendimento ao cliente que inveja sua concorrência.

.

Certamente, se você está com o seu negócio há algum tempo, você terá um relacionamento mais ou menos próximo com uma certa parte de sua clientela, você salvará e-mails de contato de várias pessoas que consumiram seu produto ou serviço (caso contrário, comece a criar sua lista de e-mail o mais rápido possível ) ou você sabe como entrar em contato com eles. Por isso, vamos aproveitar as ferramentas que temos à nossa disposição para agradecer-lhes por sua confiança em você e desejar-lhe boas festas.

.

A coisa mais importante quando você faz uma ação de comunicação com o seu público é fazê-lo sentir-se especial. Para isso você tem que esquecer e-mails genéricos ou mensagens pré-definidas. Dedicar todo o tempo necessário para personalizar sua mensagem ao máximo; Por exemplo, se você decidir enviar-lhes um e-mail, coloque seu nome no início, isso irá transmitir a eles que você investiu tempo neles e eles sentirão que você se importa.

.

Outra ação que você pode tomar é incluir um cartão com uma mensagem escrita no momento da compra. Não precisa ser uma mensagem longa, com um simples "Espero que este pacote ajude você a conseguir o que está procurando. Aproveite este Natal Cristina! "Ou" Sua visita hoje fez o nosso dia. Esperamos que você aproveite sua compra e tenha algumas festas fantásticas! "É mais do que suficiente.

.

As redes sociais também são uma ótima ferramenta para obter um sorriso de seus seguidores. Envie-lhes uma mensagem personalizada (se você não tiver muitos seguidores) ou compartilhe um vídeo com eles dizendo-lhes o quanto você se lembra que eles se lembraram de você neste 2015.

.

Você também pode incluir no seu bilhete de compra algum elemento divertido, como um rosto sorridente ou o desenho de uma árvore de Natal. Você tem selos desse tipo que dificilmente custam dinheiro e economizarão muito tempo se você não quiser começar a desenhar. Ou você pode anexar à sua compra um pequeno presente como um raminho de visco para dar-lhes sorte, uma vela para "iluminar suas noites em família" ou até mesmo oferecer-lhes um copo de ponche quente quando entrarem em sua loja para que se sintam confortados. gosto

.

Eu recomendo que você tente várias idéias e veja qual delas funciona melhor com a imagem do seu negócio e o tipo de clientela que o visita. Mas não se concentre apenas em encontrar uma ideia original, lembre-se de que o objetivo é agradecer aos clientes pela confiança deles e desejar-lhes boas festas!

.

E desde que eu não quero ser menos, agradeço a quem leu até o final do artigo e convido você a visitar o meu site para descobrir muitas outras ideias que vão se apaixonar por seus clientes. E aqueles que ficaram metade da leitura não lerão meu cartão de Natal, mas espero que alguém compartilhe com eles de mim. Feliz Natal a todos!

.

A entrada Atendimento ao cliente no Natal aparece em primeiro lugar em Leticia Rivera.

Blogs Relacionados:

Tema WordPress para criar lojas e-commerce: WooCart

Vegetarian Made Easy: 3 Receitas de potenciômetro instantâneo abaixo de US $ 2 por dose

Como Economizar Tempo Através de Sistemas de Pensamento

Um guia para submergir ou Como proteger suas informações na Internet

DSLR via Wi-Fi para conectar para o Smartphone

Como fazer um teste de gravidez corretamente

Compressão de foto e imagem – Por que isso é importante, ferramentas e plugins.

Top 15 sites de postagem de trabalho gratuitos para encontrar um candidato adequado

 Análise Técnica – A mais efetiva entre os Cursos do Mercado de Ações

Plano de ação para sua empresa + Convite para salão de beleza Minha empresa

Plano de ação para sua empresa + Convite para salão de beleza Minha empresa

Parece que as festas de Natal terminaram ontem e, sem perceber, já estamos em meados de fevereiro. Pessoalmente, aproveito essas datas para analisar os últimos 12 meses e aguardo com expectativa o próximo ano, assim obtenho uma imagem clara do que quero alcançar neste ano e planejo como vou alcançá-lo. Eu gosto de ter uma tarde tranquila, desfrutar de um bom chá quente e começar a escrever como eu quero que seja o meu 2016. Eu tento especificar todo o possível para ter um roteiro claro, não só na minha cabeça, mas também por escrito.

Para fazer o seu Plano Anual, você pode usar um caderno, um punhado de folhas ou até mesmo fazê-lo com o seu computador. O formato não importa, o que é realmente necessário é o que você coloca nele. Para começar, faça uma análise de como foi o seu 2015. Escreva honestamente quais ações você fez para melhorar o seu negócio: invista em publicidade, melhore seus produtos, deixe tudo como estava, faça as reformas … e então desmembre um por um Você conseguiu com isso. Ele também aponta os custos de cada ação e assim você pode ver o que tem sido mais lucrativo e o que lhe trouxe mais resultados. Você pode ter feito uma série de folhetos que foram muito baratos, mas não relataram nenhum novo cliente. Nesse caso, o resultado não foi o esperado e você deve alterar a ação para este ano. Ou você pode ter investido em publicidade na mídia e isso lhe deu muita notoriedade em seu setor. Desta vez, você deve ter em mente continuar com esse tipo de ação.

O próximo passo é anotar, em uma nova planilha, o que você deseja alcançar este ano (você pode fazê-lo em uma base anual ou trimestral). No meu caso, os objetivos são participar de mais eventos dando palestras como um especialista no meu setor e levar adiante um novo projeto que tenho em mãos. Em ambos os casos, divido essas tarefas em tarefas menores e, novamente, em tarefas ainda menores. É o mesmo plano que você executaria se você for fazer uma viagem. A primeira coisa que você precisa saber é o destino (o que você quer alcançar), depois você escolherá as datas (metas anuais, trimestrais …), o caminho para chegar ao seu destino (quais ações você fará para atingir seus objetivos), qual meio de transporte você usará ( como você vai realizar essas ações), o que você vai ver a cada dia (que pequenas ações você estará fazendo) e assim por diante até que você tenha tudo amarrado.

O próximo passo é escrever tudo em um calendário ou um plano anual que possamos consultar diariamente ou quando perdermos o foco da nossa estratégia. É melhor não usar a agenda para este caso, uma vez que vamos apontar cada pequena tarefa e não os objetivos ou ações. Eu uso um calendário anual que coloco em uma parede do meu escritório, e lá eu escrevo com post-it os objetivos ou projetos que eu quero alcançar no mês correspondente. Em seguida, em uma planilha, eu decomponho as ações e as coloco em cada mês e, finalmente, as tarefas que preciso executar para cada uma dessas ações. E este último é o que eu escrevo na minha agenda.

Há muitas maneiras de planejar a cada ano, no entanto, este é o único que relatou mais resultados para mim e o mais funcional eu acho. Mas se você está acostumado a gerenciar seu Plano Anual de outra maneira, você não precisa mudar, o importante é que ele funcione para você. E para terminar você não precisa esquecer que tudo o que você planeja tem que executá-lo, se uma ideia não for realizada, ela deixa de existir e não relata nenhum resultado. Não se esqueça do último, faça o que você quer se tornar realidade! Ou não deixará de ser um desejo.

Se você quer agir AGORA e saber como criar seu próprio plano de ação para o seu blog, não perca a minha apresentação sobre Marketing de Conteúdo em 16 de fevereiro na Sala da Minha Empresa. Você vai sair de lá com um roteiro claro que irá marcar cada passo para tornar seu blog uma fonte contínua de renda. Além disso, se você assinar minha newsletter, eu lhe enviarei um ticket grátis para que você possa acessar TODAS as palestras durante os dois dias do evento. Parece bom, certo?

Se você quiser mais informações sobre o My Company Room, visite o site aqui.

A entrada Plano de Ação para sua empresa + Sala de Convite Minha Empresa aparece primeiro em Leticia Rivera.

Sites Relacionados:

Devo desistir de meus sonhos?

Como manter seu orçamento em cheque quando você apenas. Não pode. Resistir. Compras.

Conquistar, o Medo de Perder Dinheiro

https://holidayservice-tn.com/comprador-misterioso-ou-cliente-incognito-como-seu-trabalho-em-casa/

1 e 1 – um fim à vista?

https://multieletropecas.com.br/como-proteger-seus-ossos/

https://testmygeekstuff.com/a-duracao-ideal-do-video-para-videos-promocionais-instrucoes-e-muito-mais/

Um guia para o curso BBA: disciplinas, plano de estudos, faculdades na Índia e muito mais

Serviços de Marketing – Os Quatro I de Serviço