Fidelity Spire Saving App, Fidelity Go Roboadvisor Alterações de preços


A fidelidade está gradualmente se movendo para as áreas anteriormente atendidas por startups como Betterment e Wealthfront. Clientes mais jovens, mais recursos móveis, taxas mais baixas etc. Era apenas uma questão de tempo, mas agora teremos que ver qual grande corretora pode obter o melhor. Schwab? Fidelidade? Vanguarda?

O Fidelity Spire é seu novo aplicativo móvel, que não requer nenhuma conta da Fidelity (mas é claro que funcionará com eles e / ou será o local perfeito para abrir uma nova conta). Como em muitos outros aplicativos, você pode vincular suas contas externas, rastrear saldos e definir metas financeiras. A Fidelity adquiriu a startup fintech eMoney em 2015 e está usando essa tecnologia para agregação de contas. O Spire não é o mesmo que o aplicativo oficial da Fidelity, e você ainda não pode fazer negócios. Depois de baixar e bisbilhotar um pouco, parece com muitas outras calculadoras de objetivos em aplicativos fintech como Stash e Acorns.

Eles estão oferecendo US $ 5,00 bastante baixos se você baixar o aplicativo, entrar, definir uma meta e vinculá-la a uma Conta de gerenciamento de caixa da Fidelity (FCMA). Você pode abrir o FCMA no aplicativo e ele não possui valores mínimos e não possui taxas de conta (e juros APY horríveis de 0,01%). Isso pode ser um pouco desanimador para os clientes existentes da Fidelity, mas, de outra forma, não é um grande atrativo. Você pode indicar seus amigos por US $ 5 cada, por até US $ 25 (até 5 amigos).

O Fidelity Go, seu serviço de consultores robóticos, também está mudando sua estrutura de taxas. Ainda não há um mínimo para abrir uma conta (eles começarão a comprar itens com US $ 10) e aqui estão as novas taxas de consultoria:

  • US $ 10.000 ou menos: Sem taxa de consultoria
  • US $ 10.000 a US $ 49.999: $ 3 por mês
  • US $ 50.000 ou mais: 0,35% ao ano

Com US $ 10.000 em ativos, US $ 36 por ano = 0,36% ao ano. Em US $ 49.999 em ativos, US $ 36 por ano = 0,07% ao ano. Basicamente, tudo menos de US $ 50.000 em ativos agora está mais barato do que antes (e simplesmente com preços para que você possa pensar nisso como ainda mais barato que o Netflix.)

Além disso, eles também afirmam que “não há comissões, taxas de negociação ou taxas do fundo subjacente que você paga. ” Na verdade, a Fidelity criou uma nova linha de fundos mútuos, especialmente para seus portfólios baseados em taxas. Eles são chamados Fidelity Flex Funds e são semelhantes aos outros fundos mútuos passivos e gerenciados ativamente, mas com rácios de despesa zero. Por exemplo, há um fundo Fidelity Flex 500 e um fundo do Índice Internacional Fidelity Flex. Entendo que isso significa que todo o seu portfólio será criado usando essa linha de fundos proprietária. Anteriormente, lembro-me de ver ETFs do iShares e tal.

Assim como outros roboadvisors, o portfólio escolhido será baseado no preenchimento de um questionário on-line relativamente curto. Se você não tiver certeza da alocação de ativos resultante, recomendo voltar e alterar suas respostas para ver os efeitos. Com o Fidelity Go, você não obtém acesso a aconselhamento financeiro de um consultor humano. No entanto, você ainda terá acesso ao atendimento ao cliente por telefone / chat ao vivo, que tradicionalmente tem uma classificação alta.

Um fator que eu acho que é frequentemente esquecido nesses serviços “iniciantes” – O que acontece se / quando você deseja transferir seu dinheiro para outro lugar? Eles o forçarão a vender todos os seus fundos proprietários Flex? Nesse caso, isso poderia ser um enorme imposto sobre uma conta tributável e uma forma de “aprisionamento”. Esta pergunta não se aplica apenas à Fidelity, mas a todos os consultores robóticos.

É por isso que prefiro fazer bricolage e construir um portfólio usando “peças intercambiáveis ​​de alta qualidade” que posso guardar para sempre, como o Vanguard Total US Market ETF (VTI). Você pode fazer isso usando qualquer corretor ou pode usar algo como o M1 Finance se quiser mais automação, mantendo a capacidade de transportar seus investimentos a qualquer momento.


“O conteúdo editorial aqui não é fornecido por nenhuma das empresas mencionadas e não foi revisado, aprovado ou endossado por nenhuma dessas entidades. As opiniões expressas aqui são apenas do autor. Este e-mail pode conter links através dos quais somos compensados ​​quando você clica ou é aprovado para ofertas. ”

Fidelity Spire Saving App, Fidelity Go Roboadvisor Alterações de preços do My Money Blog.


Direitos autorais © 2019 MyMoneyBlog.com. Todos os direitos reservados. Não reorganize sem permissão.

Internet Archive / Open Library: peça livros difíceis de encontrar por 1 hora


O Internet Archive (IA) é uma biblioteca digital sem fins lucrativos com a missão declarada de “acesso universal a todo conhecimento”. Eles têm muita coisa acontecendo, desde a máquina Wayback que arquiva sites (incluindo este) a videogames antigos, programas de TV e livros (também através da Open Library).

Como usuário regular da biblioteca física local, frequentemente leio um livro, mas depois lembro parte de uma ideia ou citação, mas não todo o contexto. Como não sou o dono do livro, não posso folheá-lo e procurá-lo. Recentemente, muitas vezes consegui coçar essa coceira emprestando instantaneamente o livro por uma hora via IA.

Como posso fazer isso? Eles operam de acordo com a teoria da lei de direitos autorais do CDL (Controlled Digital Lending). Meu entendimento é que eles obtêm uma cópia física de um livro, digitalizam e depois emprestam essa cópia digital 1 a 1. Usando arquivos digitais criptografados, eles podem garantir que apenas uma pessoa esteja “lendo” esse livro de cada vez. Quando essa pessoa devolve o livro, outra pessoa pode emprestá-lo e assim por diante.

O empréstimo digital controlado é quantas bibliotecas fornecem acesso a livros digitalizados há nove anos. O empréstimo digital controlado é uma estrutura legal, desenvolvida por especialistas em direitos autorais, em que um leitor de cada vez pode ler uma cópia digitalizada de um livro de biblioteca de propriedade legal. O livro digitalizado é protegido pelas mesmas proteções digitais usadas pelos editores para as ofertas digitais em seus próprios sites. Muitas bibliotecas, incluindo o Internet Archive, adotam esse sistema desde 2011 para alavancar seus investimentos em livros impressos mais antigos em um mundo cada vez mais digital.

Eles permitem um período de empréstimo de 1 hora ou mais tradicional de 14 dias, dependendo do inventário:

Os clientes agora podem escolher o período do empréstimo quando emprestam um livro. Os clientes podem escolher um acesso de curto prazo por 1 hora ou um empréstimo mais longo de 14 dias. Se tivermos apenas 1 cópia de um livro, ele estará disponível apenas para 1 hora de empréstimo. Se tivermos mais de uma cópia de um livro, ele poderá ser retirado por 1 hora ou 14 dias, dependendo da disponibilidade. Se não houver cópias disponíveis para empréstimos de 14 dias, os usuários poderão entrar em uma lista de espera.

No entanto, quatro grandes editoras estão processando o Internet Archive por essa prática. Eu não sou um especialista jurídico e definitivamente posso entender como eles não gostariam que o best-seller mais recente fosse distribuído dessa maneira, pois atualmente cobram das bibliotecas um preço muito mais alto por versões de e-book emprestáveis ​​do que versões físicas. Também posso entender que alguns autores sentem que estão perdendo royalties de livros. Eu certamente não iria querer cópias digitais gratuitas ilimitadas e irrestritas em todos os lugares. Mas individual para livros comprados quando não havia versão digital? As bibliotecas tradicionais também não teoricamente cortam vendas de livros? Ou eles realmente ajudam nas vendas de livros? Ou é o benefício público que o torna bom?

De acordo com minha experiência, todos os livros digitalizados que li no Internet Archive seriam dolorosos de ler por períodos mais longos e o texto não pode ser pesquisado; portanto, o site não substitui minha biblioteca local nem minhas compras regulares de livros novos e usados . Mas posso ver como, se a conveniência melhorar ainda mais, em breve poderá causar um impacto significativo.


“O conteúdo editorial aqui não é fornecido por nenhuma das empresas mencionadas e não foi revisado, aprovado ou endossado por nenhuma dessas entidades. As opiniões expressas aqui são apenas do autor. Este e-mail pode conter links através dos quais somos compensados ​​quando você clica ou é aprovado para ofertas. ”

Arquivo da Internet / Biblioteca aberta: peça livros difíceis de encontrar por 1 hora no blog My Money.


Direitos autorais © 2019 MyMoneyBlog.com. Todos os direitos reservados. Não reorganize sem permissão.

Revisão ilimitada do Chase Freedom – bônus em dinheiro de US $ 200 + 5% de volta nas compras (até US $ 600 em dinheiro no primeiro ano)


Nova oferta por tempo limitado. o Cartão ilimitado da liberdade da perseguição é um cartão de recompensa sem taxa anual que ganha um dinheiro fixo de 1,5% em todas as compras (ou possivelmente 1,5 pontos Ultimate Rewards possivelmente mais valiosos por dólar gasto). Este é um cartão diferente do popular Chase Freedom, que tem 5% de volta em categorias rotativas, com até US $ 1.500 em compras a cada trimestre. No momento, este cartão tem uma oferta por tempo limitado ainda mais viável:

  • Bônus em dinheiro de US $ 200 (20.000 pontos Ultimate Rewards) após US $ 500 em compras nos seus primeiros 3 meses.
  • 5% de volta em compras de supermercado (sem incluir as compras Target (R) ou Walmart (R))) em até US $ 12.000 gastos no primeiro ano. Isso equivale a US $ 600 em dinheiro no primeiro ano (e você pode comprar muitos cartões-presente em supermercados).
  • Ganhe ilimitado 1,5% em dinheiro de volta em todas as compras. Resgate por dinheiro – qualquer quantia, a qualquer momento.
  • Ganhe 5% de volta nos passeios da Lyft até março de 2022. Isso representa 3,5% de volta, além dos 1,5% de volta que você já ganha.
  • O dinheiro de volta não expira enquanto o seu cartão estiver aberto.
  • 0% Intro APR por 15 meses em compras.
  • Sem taxa anual.

O reembolso de 1,5% em todas as compras é melhor do que o reembolso de 1% que você vê em muitos cartões, mas existem concorrentes com taxas de reembolso efetivas mais altas.

Mas espere, você realmente ganha pontos Ultimate Rewards! A vantagem menos conhecida desse cartão é que você realmente ganha pontos Ultimate Rewards, que são resgatáveis ​​por troca de dinheiro a uma taxa de 100 pontos = $ 1 em troca de dinheiro ou 1 centavo por ponto. Mas você não precisa fazer isso. Vale a pena acumular pontos no Ultimate Rewards devido à sua flexibilidade. (Espero que Chase não esqueça esse fato.) Isso é importante porque existem muitas maneiras pelas quais os pontos do Ultimate Rewards podem valer muito Mais de 1 centavo por ponto.

Se você também tiver o Chase Sapphire Preferred, Chase Sapphire Reserve ou Ink Business Preferred Card, poderá reunir todos os seus pontos Ultimate Rewards (mesmo que seu cônjuge / parceiro seja um usuário autorizado) e, portanto, utilize todos os mesmos parceiros de transferência com os seguintes resultados:

  • Ganhe 1,5 milha United Mileageplus por dólar gasto em TODAS as compras.
  • Ganhe 1,5 pontos Hyatt por dólar gasto em TODAS as compras.
  • Ganhe 1,5 Avios da British Airways por dólar gasto em TODAS as compras.
  • Ganhe 1,5 pontos Southwest Rapid Rewards por dólar gasto em TODAS as compras.

Observe que você está ganhando mais milhas e pontos em TODAS as compras do que os cartões co-branded específicos da United ou da Hyatt! A maioria deles oferece apenas 1 ponto / milha por dólar gasto em todas as compras.

Se você colocar um valor percebido de 1,5 centavo em cada milha da United Airlines ou ponto de hotel Hyatt, receberá um 2,25 centavos de valor percebido por dólar gasto com este cartão. Seus números reais dependerão de suas próprias opções de resgate específicas, mas você pode ver que pode definitivamente exceder 2% do valor do reembolso continuamente com o combo Sapphire Preferred / Freedom Unlimited.

Com a Sapphire Reserve, você também pode resgatar a viagem pelo portal Ultimate Rewards a 1,5 centavos de dólar por ponto, o que significa 20.000 pontos Ultimate Rewards = $ 300 em passagens aéreas, hotéis e aluguel de carros reservados através do Ultimate Rewards. 5% de volta em compras se transforma em 7,5% em valor potencial, e assim por diante.

Se você gostaria de ter a oportunidade de ganhar 5% em dinheiro de volta nas categorias de bônus rotativas a cada trimestre, compare com o cartão Chase Freedom. Você pode ter um cartão Freedom e um Freedom Unlimited, mas precisará solicitar cada cartão separadamente. Eu acho que essa é realmente uma ótima idéia se você planeja manter os cartões Sapphire Preferred / Sapphire Reserve / Ink Preferred também.

Restrições. Este cartão está sujeito às restrições “5/24”, o que significa que seu aplicativo será negado automaticamente se você tiver aberto 5 ou mais cartões de crédito nos últimos 24 meses (verifique seus relatórios de crédito). Nossa estratégia doméstica é que uma pessoa solicite apenas os cartões Chase 5/24 e a outra pessoa solicite todo o resto. Há também este idioma no cartão do consumidor:

Este produto não está disponível para (i) membros atuais do cartão de crédito ou (ii) membros anteriores do cartão de crédito que receberam um novo bônus de membro do cartão nos últimos 24 meses.

Linha de fundo. o Chase Freedom Unlimited é um cartão exclusivo que funciona melhor em combinação com os cartões Chase Sapphire Preferred, Sapphire Reserve ou Ink Preferred Business. A combinação de ganhar 1,5 pontos Ultimate Rewards por dólar gasto em todas as compras, além das opções exclusivas de resgate desses outros cartões, pode criar um valor superior ao valor de 2% em dinheiro de volta.

No momento, há uma oferta por tempo limitado de US $ 200 em dinheiro de volta com relativamente baixos US $ 500 em compras, além de 5% em compras de supermercado (não incluindo Target ou Walmart) em até US $ 12.000 gastos no primeiro ano. Isso significa até US $ 600 em dinheiro no primeiro ano, se você gastar muito em compras hoje em dia.


“O conteúdo editorial aqui não é fornecido por nenhuma das empresas mencionadas e não foi revisado, aprovado ou endossado por nenhuma dessas entidades. As opiniões expressas aqui são apenas do autor. Este e-mail pode conter links através dos quais somos compensados ​​quando você clica ou é aprovado para ofertas. ”

Revisão ilimitada do Chase Freedom – bônus em dinheiro de US $ 200 + 5% de volta nas compras (até US $ 600 em dinheiro no primeiro ano) do My Money Blog.


Direitos autorais © 2019 MyMoneyBlog.com. Todos os direitos reservados. Não reorganize sem permissão.

Aqui está o que você deve fazer antes de refinanciar sua casa


Agora pode ser um dos melhores momentos para refinanciar sua hipoteca nos próximos dez ou vinte anos. As taxas de hipoteca estão chegando ao mínimo recorde graças à “pressão inflacionária em declínio”, segundo o economista-chefe de Freddie Mac, Sam Khater. Ao mesmo tempo, os preços da habitação não estão sofrendo como outras partes da economia agora, principalmente devido à demanda.

Esses fatores criaram uma situação em que você pode potencialmente refinanciar sua casa usando seu novo valor, mais alto, e obter dinheiro no processo. Você também pode refinanciar para economizar dinheiro com juros, passar para um pagamento mensal mais baixo, ou ambos.

Você deve refinanciar a hipoteca da sua casa? A resposta depende de uma série de fatores, bem como se você tem tempo e energia para se dedicar ao processo. Mas se você decidir refinanciar sua casa, lembre-se também de que as medidas que você tomar agora podem deixá-lo em uma posição melhor posteriormente.

O Que Você Precisa Saber Sobre Refinanciamento Agora

  • Em julho de 2020, as taxas de hipoteca de um empréstimo residencial de 30 anos podem chegar a 2,75% de TAEG. Isso torna o refinanciamento de sua hipoteca uma proposta atraente se a sua taxa de juros atual for pelo menos meio ponto percentual maior que isso.
  • Os requisitos de aprovação para uma hipoteca podem variar de credor para credor, mas várias fontes parecem indicar que os credores estão dificultando um pouco a qualificação. Isso pode significar exigências de crédito mais rígidas e mais dinheiro para baixo. Por exemplo, o Chase agora exige uma queda de 20% e uma pontuação de crédito de pelo menos 700 para se qualificar para um de seus empréstimos hipotecários, de acordo com um comunicado de imprensa da HousingWire.
  • Embora os requisitos possam ser um pouco mais rígidos, a tecnologia tornou mais fácil do que nunca comprar uma hipoteca. Você pode comparar cotações on-line e concluir todo o processo de refinanciamento no conforto da sua casa. Algumas empresas de refinanciamento de hipotecas enviarão um representante para encerrar pessoalmente o seu empréstimo à habitação.

Etapas a serem seguidas antes de você refinanciar sua hipoteca

Se você acredita que pode estar qualificado para refinanciar sua hipoteca agora, existem algumas etapas a serem tomadas para preparar suas finanças e garantir a qualificação para as melhores taxas e condições. Aqui está tudo o que você precisa fazer antes de avançar e aplicar.

Etapa 1: verifique sua pontuação de crédito.

Com muitos credores restringindo seus requisitos de crédito para refinanciamento de hipotecas, ter uma idéia da sua pontuação de crédito pode ajudá-lo a se preparar. Você pode achar que sua pontuação é melhor do que pensa, ou pode precisar de algum trabalho. De qualquer maneira, você nunca saberá a menos que verifique.

Se você não tiver um cartão de crédito que ofereça uma pontuação de crédito gratuita no extrato mensal, poderá se inscrever em uma conta gratuita no Credit Karma ou no Credit Sesame para ver onde está. Ambos exigem algumas informações pessoais básicas para começar, mas você terá acesso a pelo menos uma versão da sua pontuação de crédito, bem como a ferramentas de rastreamento de crédito.

Etapa 2: coloque suas finanças em ordem.

Quando você solicita uma nova hipoteca ou refinanciamento, vários aspectos de sua situação pessoal são considerados. Na maioria das vezes, isso inclui sua pontuação de crédito, seu histórico de emprego, sua renda, seu valor de entrada e o valor da dívida que você possui em relação à sua renda.

Economizar um adiantamento considerável pode não ser tão importante para um refinanciamento, mas você pode se qualificar para obter melhores taxas e condições de hipoteca, se você mantiver seu crédito em excelente forma e manter sua relação dívida / renda na extremidade inferior.

De um modo geral, os credores preferem aprovar mutuários com uma relação dívida / renda igual ou inferior a 43%, o que significa que seus pagamentos mensais representam menos de 43% de sua renda mensal bruta. Se você ganhar US $ 10.000 por mês, por exemplo, suas obrigações mensais de dívida seriam inferiores a US $ 4.300 por mês, se você esperasse cumprir esse padrão.

Etapa 3: Compare as taxas de hipoteca.

O negócio de refinanciamento de hipotecas é altamente competitivo, mas isso não significa que todos os credores possam oferecer as melhores tarifas para todos os consumidores. Sua melhor aposta é comprar entre vários credores diferentes para ver qual deles pode oferecer a menor taxa com base no seu perfil de crédito, sua renda e onde você mora.

Etapa 4: escolha um credor e inicie o processo.

Depois de encontrar um credor que parece oferecer as melhores taxas e condições com base na sua situação, você pode avançar com ele preenchendo um pedido de empréstimo completo.

No entanto, você pode gastar algum tempo comparando estimativas de mais de um credor e potencialmente obtendo uma estimativa de empréstimo de cada um. Este documento simples inclui os termos do empréstimo, quanto você deve a cada mês e os custos estimados de fechamento que você deverá pagar para refinanciar. Obter uma estimativa de empréstimo de vários credores é a melhor maneira de comprar ao redor e certificar-se de que você não está pagando demais por taxas ou se contentando com um novo empréstimo com termos inferiores.

Depois de decidir avançar com um credor, você deverá bloquear sua taxa de juros para não ficar mais à mercê do mercado. O objetivo nesse momento será encerrar seu empréstimo antes que sua taxa bloqueada expire, o que deve ser possível, pois os empréstimos para refinanciamento de hipotecas demoram 30 a 45 dias para serem concluídos.

Depois de preencher um pedido de empréstimo, você normalmente precisará fornecer ao seu credor as informações necessárias para o seu empréstimo à habitação. Isso geralmente inclui dois anos de declarações fiscais, pelo menos um mês de comprovantes de pagamento, mais um comprovante de emprego ou uma explicação para eventuais lacunas no emprego, 60 dias de extratos bancários e comprovante de qualquer outra renda que você tenha.

Etapa 5: prepare sua casa para a avaliação.

Parte do processo de refinanciamento envolve a avaliação de sua casa. Afinal, você precisa provar quanto vale sua propriedade antes que um credor permita que você troque seu empréstimo à habitação atual por outro.

Se seu objetivo é refinanciar para obter um pagamento mensal mais baixo ou receber dinheiro, você deve garantir que sua casa esteja em ótima forma para fins de avaliação. As etapas a serem tomadas incluem a reparação de qualquer dano óbvio à sua casa, a limpeza do interior e do exterior para uma aparência limpa e atualizada e a limpeza de toda a propriedade por dentro e por fora. Faça também uma lista de atualizações que você fez em sua casa que podem ajudar um avaliador a alcançar um valor mais alto. Se você substituiu seu sistema HVAC ou seu telhado, por exemplo, informe o avaliador sobre essas melhorias.

Refinanciando sua casa: perguntas freqüentes (FAQs)

Refinanciando a casa que você ama? Essas perguntas frequentes podem ajudar você a aprender mais sobre o processo.


O objetivo de refinanciar sua casa varia de tomador para tomador. No entanto, muitos consumidores refinanciam seus empréstimos à habitação para garantir uma menor taxa de juros que os ajudará a economizar dinheiro. Outros desejam obter um novo empréstimo com um pagamento mensal mais baixo, e os proprietários também refinanciam para mudar o prazo do empréstimo à habitação – por exemplo, passando de um empréstimo de 30 anos para uma hipoteca de 15 anos.


Normalmente, você precisa acabar com pelo menos 20% do patrimônio em sua casa após um refinanciamento, se quiser evitar pagar o seguro de hipoteca particular ou PMI. Muitos credores permitem refinanciar com menos de 20% do patrimônio, no entanto, embora os requisitos de patrimônio possam variar de acordo com o banco.


Você pode solicitar uma hipoteca on-line e no conforto da sua casa, e isso também é verdade se você planeja refinanciar uma hipoteca que já possui. Muitos credores permitem que você carregue on-line os documentos de refinanciamento da hipoteca, e alguns até fecharão o empréstimo no seu endereço residencial ou em qualquer outro local de sua escolha.


De um modo geral, você precisará de uma pontuação de crédito de 620 ou superior para um refinanciamento de hipoteca convencional. No entanto, o COVID-19 deixou muitos credores individuais sem opção a não ser reforçar seus padrões, o que significa que alguns credores podem exigir uma pontuação de 700 ou mais. Programas governamentais como empréstimos à habitação VA e empréstimos FHA tendem a apresentar requisitos de pontuação de crédito mais branda, portanto, verifique essas opções se você acredita que pode se qualificar.


Ao encerrar o refinanciamento da hipoteca, você pagará muitas das mesmas taxas pagas quando retirou a hipoteca para começar. As taxas que você precisará pagar incluem taxas de relatório de crédito, taxas de títulos, taxas de custódia, taxas de cartório e taxas de gravação. Você também precisará pagar uma taxa de avaliação e taxas de credor que cobrem o processamento e a subscrição. Se você está pagando pontos em sua hipoteca para garantir uma taxa mais baixa, o custo de cada ponto normalmente é igual a 1% do seu novo valor do empréstimo.

A linha inferior

Se você está pagando uma taxa mais alta que as mais baixas anunciadas no momento e suas finanças estão em boa forma, não há realmente nada a perder verificando as taxas de hipoteca para ver se o refinanciamento pode valer a pena. Se você estiver disposto a se esforçar para aplicar e reunir toda a documentação necessária, poderá economizar milhares de dólares em pagamentos de juros do seu empréstimo, pagar sua hipoteca mais rapidamente ou ambos.

Mas tudo começa com as compras online entre credores hipotecários e na sua área. Como as taxas de juros podem não ficar tão baixas para sempre, a hora de começar a fazer as compras é agora.

A publicação Aqui está o que você deve fazer antes de refinanciar sua casa apareceu pela primeira vez em Good Financial Cents®.

Amazon: Pague com pontos American Express, ganhe US $ 20 de desconto em US $ 50 (segmentado)


Se você tiver um cartão American Express com pontos Membership Rewards (MR), poderá resgatá-los para comprar itens elegíveis na Amazon.com. A taxa de resgate é de 100 pontos MR = US $ 0,70 para gastar na Amazon, que é menos de um centavo por ponto e, portanto, não é realmente o uso ideal dos pontos MR. No entanto, aqui estão duas promoções direcionadas nas quais você pode economizar dinheiro após resgatar apenas um único ponto MR.

  • $ 20 de desconto em $ 50 em compras de produtos qualificados para promoção ‘Ready for School’.
  • $ 20 de desconto em $ 50 em compras de itens enviados e vendidos pela Amazon.

Se você ainda não o fez, clique aqui para vincular seu saldo de pontos do American Express Membership Rewards à sua conta Amazon.

Meus dois cartões American Express de consumidor “detentor” são o Blue Cash Preferred da AmEx (6% em dinheiro de volta nos supermercados dos EUA, até US $ 6.000 por ano) e o Amex EveryDay Card (mantém ativos meus pontos de recompensa de associado sem taxa anual, ajuda a se qualificar para várias promoções da Amazon).

Meu cartão American Express comercial favorito é o Blue Business Plus Card – 2X pontos em todas as compras, até US $ 50.000 / ano. Sem taxa anual.


“O conteúdo editorial aqui não é fornecido por nenhuma das empresas mencionadas e não foi revisado, aprovado ou endossado por nenhuma dessas entidades. As opiniões expressas aqui são apenas do autor. Este e-mail pode conter links através dos quais somos compensados ​​quando você clica ou é aprovado para ofertas. ”

Amazon: pague com pontos American Express, ganhe US $ 20 de desconto em US $ 50 (segmentado) no My Money Blog.


Direitos autorais © 2019 MyMoneyBlog.com. Todos os direitos reservados. Não reorganize sem permissão.

Here are the Best Options for Hosting Your Website


There are dozens of decisions to make when you start a blog or build a niche website (one of our recommendations for a source of passive income), and choosing a web hosting provider is easily one of the most important. Your web host is the company that ensures your site is constantly live and up-to-date with your chosen design and files. Some web hosting companies also extend valuable services to their customers, ranging from assistance with marketing to 24/7 customer support.

Comparing the best web hosting companies can be totally overwhelming, which is why we pored over all the top options today to create this ranking. If you don’t want to read this entire guide, you should know that Bluehost is easily our top pick among web hosting companies. Not only are their starter plans insanely affordable, but they offer extra functionality and tools that can make getting started a breeze.

Get started with Bluehost

The Most Important Factors

Cost of Services: For web owners who are first starting out, keeping ongoing expenses under control is crucial. We compared hosting providers to ensure the ones in our ranking offer some affordable “starter” plans that won’t cost an arm and a leg. We also made sure more expensive hosting plans for advanced websites offered plenty of value.

Customer Support: Because maintaining a live and functional website is crucial at all times, we looked for web hosting companies that offer 24/7 customer support.

Plan Variety: Because different types of websites need different features, we looked for hosting companies that offer a broad range of plans to meet unique client needs. This includes shared hosting plans, dedicated hosting plans, and certain high performance hosting solutions.

Network Security: Security of your network is crucial, which is why we only looked at hosting providers whose network security is standard for the industry or better.

The Best Web Hosting Companies

The best web hosting companies offer quality services for a monthly fee most website owners can afford. They also come with excellent customer service that is available around the clock as well as valuable tools that can help you take your website to the next level.

CompanyBest For 
Best OverallGet Started
Best FreebiesGet Started
Best for Unlimited WebsitesGet Started
Best Budget OptionGet Started
Best for High Traffic SitesGet Started

Web Hosting Company Reviews

You really need to do some digging to figure out which web host offers the services you need for a monthly cost you can afford. The following reviews can help you pick among the best web hosting services that made our ranking.

Bluehost: Best Overall

Why It Made the List: When it comes to web hosting plans for business owners and bloggers, BlueHost is typically the first company people turn to. Shared hosting plans typically start at around $2.95 per month, so this provider can be insanely affordable. Of course, you can also utilize Bluehost for a VPS plan with more power, control and flexibility, or for dedicated hosting with more customization.

Bluehost also offers special features when it comes to integrating and maintaining your WordPress site, and they offer 24/7 customer support that makes resolving web problems a breeze. We like the fact that you can call into Bluehost for customer support or chat with an expert on the web if you prefer. Also note that Bluehost plans come with a dedicated email, and that Bluehost makes it easy to transfer an existing domain or begin hosting a new website. Bluehost even offers a migration concierge service that can help you move your site over once you’re ready.

What Holds It Back: One major downside of Bluehost is the fact that you can only host your website in the United States. Their starter hosting plans are also fairly limited, so you could wind up having to pay for a more expensive plan as your website grows.

Sign up with BlueHost

HostGator: Best Freebies

Why It Made the List: HostGator is another popular hosting provider that tends to work well for beginners to intermediate website owners. A basic hosting builder plan from HostGator starts at just $5.95 per month, and this plan is good for sites with up to 100,000 visits per month. You’ll receive 1GB of backups as well as a free SSL certificate and a free domain as well.

With that being said, you can also upgrade to a Standard or Business WordPress hosting plan, both of which cost only slightly more. These plans work better for websites with more traffic over all.

As a side note, HostGator also offers Website Builder plans that are geared to new bloggers, VPS hosting, and dedicated hosting. They offer 24/7 customer service support, and they can help you migrate your site from another host. You also get a 45-day money back guarantee that lets you try HostGator without a financial commitment.

Finally, HostGator promises to have your website live and functional 99.9% of the time. This promise speaks for itself.

What Holds It Back: The biggest complaint we hear about HostGator is their lack of email support. You need to call in or chat to get help with your website, which can be considerably more time consuming when compared to sending off an email.

Sign up with HostGator

SiteGround: Best for Unlimited Websites

Why It Made the List: SiteGround offers web hosting, WordPress hosting, WooCommerce hosting, and Cloud hosting, along with easy and fast website building tools and a smooth website transfer process. Their hosting plans start at just $3.95 per month, yet this beginner plan is only good for single site hosting. With that being said, their GrowBig and GoGeek plans include unlimited websites, so they’re a great option if you want to set up hosting for multiple domains you own.

SiteGround’s GrowBig plan is their best seller, and it’s easy to see why. This plan is for unlimited websites as we mentioned, and you get 20 GB of web space. You also get a free SSL certificate, daily backups, free email, managed WordPress, and a 30-day money back guarantee, among other perks.

SiteGround is well known for their customer service, including the fact they offer 24/7 assistance via phone, email or chat. They also offer top notch security and reliable email service, both of which are important as you get your business off the ground.

What Holds It Back: One major downside that comes with SiteGround hosting is the fact that their plans come with limited data storage. Also note that their introductory pricing is on the low end, but that you’ll pay considerably more for hosting once your introductory offer period ends.

Sign up with SiteGround

Hostinger: Best Budget Option

Why It Made the List: Hostinger made our list as the best budget option based on the affordability of their shared hosting plans for small and medium websites. You’ll pay just $0.99 per month for a Single shared hosting plan, and it’s still only $2.15 per month once the introductory period ends. Even their Premium shared hosting plans and Business shared hosting plans are only $2.89 and $3.99 per month during the introductory period respectively.

With that being said, their Single plan can be plenty for someone who is building a beginner website. This plan is only good for one site, but you do get an email address. You also get 100GB of bandwidth and 1x processing power and memory, 24/7 customer support, a 99.9% uptime guarantee, and plenty of other perks. If you want a free domain and daily backups, however, you do have to move up to the Premium shared hosting plan.

Also note that Hostinger offers VPS hosting plans, cloud hosting, email hosting, and specific WordPress hosting plans. Hostinger also offers a 30-day money back guarantee.

What Holds It Back: Hostinger’s cheapest hosting plan doesn’t even back your information up on a daily basis, although you can add it onto your plan or upgrade to another one of their plans that includes this feature. Limited bandwidth can also be a problem with their basic hosting plan.

Sign up with Hostinger

Liquid Web: Best for High Traffic Sites

Why It Made the List: LiquidWeb offers an array of features that make their plans better for advanced or high traffic sites. You can choose from cloud hosting plans as well as hosting plans on a dedicated server. Their dedicated server plans are for high performance websites who need fast speeds and the highest level of security. Obviously their plans are considerably more expensive than other hosting firms, yet you get so much in return. If you sign up for their Intel Xeon 1230 plan, for example, you get 5 TB of bandwidth, 250 GB Acronis Cyber Backups, 4 cores @ 3.9 GHz Max, 16 32 GB RAM, and more.

Liquid Web is also known for their exceptional customer support, which is offered 24 hours a day and seven days a week via the phone, email, or chat. They also employ highly-trained technicians who know how to troubleshoot your problems and get you back online, and they don’t require contracts so you can cancel at any time.

Liquid Web also offers a 100% uptime guarantee, as well as a response from their help desk within 59 minutes each and every time.

What Holds It Back: The only major downside of dealing with Liquid Web is price. You’ll get a lot of bang for your buck, but many website owners cannot justify the cost of their hosting plans until they’re earning a substantial amount of money each month.

Sign up with Liquid Web

How We Found the Best Website Hosting Providers

There are a lot of companies offering web hosting today, but these firms are not created equal. To come up with the best web hosting providers for our ranking, we considered the following criteria:

Cost and Value
We believe the cost of hosting services is crucial, and that’s especially true if you’re a beginning blogger who is trying to keep their investment at a minimum. Most of the web hosting companies on our list offer a plan for beginners for less than $5 per month.

With that being said, there is a difference between cost and value. In addition to cost, we looked for web hosting providers that offer plenty of features and support in exchange for their monthly fees. You don’t have to pay a lot to get a lot of support right out of the gate, and we believe the choices we made in this ranking reflect that.

Customer Support
We also looked for web hosting providers that offer 24/7 customer support via a support phone line, chat, or email. We gave precedence to companies that offer support through all three mediums, and especially ones who have a reputation for speedy and quality customer service responses.

Migration Support
Setting up a new website can be a pain, but migrating an existing site to a new host can be a nightmare. For that reason, we looked for web hosting providers that offer exceptional migration support for free or for a fee.

Hosting Options
Finally, we all know that there are a lot of hosting options available today, ranging from VPS hosting to cloud hosting and shared hosting. We looked for companies that offer a variety of options at different price points that could make financial sense for a wide range of business models.

A Few Tips When Choosing Your Hosting Provider

Choosing a web hosting plan and provider can be overwhelming, yet the decision you make can have an impact on your website and its functionality for years to come. Whether you’re an advanced ecommerce expert, an established blogger, or a newbie, these tips can help you pick a web hosting plan that will work for your needs.

  • Don’t be afraid to start small. If you’re first starting out, you shouldn’t spend too much time picking a web hosting plan. Bluehost is an easy default option for most people since it is easy to set up and incredibly affordable on a month-to-month basis. Don’t be afraid to start with a basic web hosting plan that can help you launch your website, and remember that you can always upgrade to a plan with more storage or features later on.
  • Remember that introductory pricing won’t last forever. Most web hosts offer a cheap introductory price for their web hosting plans, but it’s important to know that the lowest prices don’t last forever. As you compare web hosting based on affordability, make sure to compare introductory prices and long-term prices to determine how much you’ll pay after the first year.
  • Do some research to determine the type of hosting you need. Do you need hosting on a dedicated server? Are you okay with a shared hosting plan? Maybe you need a hosting plan that is geared to ecommerce sites. Either way, it helps to have an understanding of the type of hosting you need ahead of time. That way, you can compare plans from different providers on an apples-to-apples basis.
  • Consider hosting plans that can grow with you. If you hate the idea of switching hosts, you may also want to consider companies that offer tiered hosting plans that can grow right along with you. This means starting with a basic plan, but being open to switching to a premium plan with more features and faster speeds as time goes on. You may also want to start with a shared hosting plan then migrate to dedicated hosting or VPS hosting as your business grows.

Definitions for Common Web Hosting Terms

Backup: Some web hosting providers advertise their “backup” services. This means that they back up your data on a regular basis (usually a daily basis) to make sure new information on your website isn’t lost.
Bandwidth: This term is used to describe the rate of data transfer within a given amount of time. More bandwidth means you’ll have faster speeds.
Blog: Blog is a term commonly used to describe a website run by an individual or group of individuals. Some blogs serve as personal diaries, whereas other blogs are set up to earn income on a passive basis.
Cloud Hosting: Cloud hosting allows your website to run via a server that stores all your data virtually in a cloud.
Dedicated Server: You can sign up for a shared hosting service, but you can also opt for a dedicated server instead. This means you’ll have access to a single dedicated server that is set up to host only your account, giving you complete control and the potential for higher performance.
Domain Name: Your domain name is the name you give your website. An example of a domain name is GoodFinancialCents.com.
Server: A server is a system that serves as the home of your website, and most servers are owned by web hosting providers.
Shared Hosting: Shared hosting plans allow you to share server space and resources with other users, typically for a much lower cost. For that reason, shared hosting is ideal for beginning bloggers.
Site Speed: Site speed is a term used to describe how fast your website is able to operate.
VPS Hosting: VPS stands for “virtual private server.” This type of hosting lets you access virtualized technology that allows your website to be hosted on a dedicated server with more than one user.
WordPress: WordPress is a popular blogging platform that many people use to build and oversee their websites. Many web hosting plans also integrate with WordPress for ultimate functionality and convenience.

Summary: Best Web Hosting Services

Get Started
Get Started
Get Started
Get Started
Get Started

The post Here are the Best Options for Hosting Your Website appeared first on Good Financial Cents®.

Protegendo seu portfólio contra hiperinflação, deflação, confisco e devastação


O terceiro livro da série “Investing for Adults”, de William Bernstein, é Deep Risk: How History Informs In Portfolio Design. Como antes, estou apenas tentando fazer algumas sugestões práticas em vez de resumir o livro inteiro. No livro 1: As idades do investidor, aprendi a tirar proveito de uma sequência de sorte nas ações e a parar quando ganhei o jogo. No livro 2: Patinando onde estava o disco, aprendi por que é tão difícil encontrar classes de ativos “novos e aprimorados”.

O principal problema abordado neste livro é o “risco profundo”, a perda permanente de capital real (ajustado pela inflação). Isso contrasta com o “risco raso”, no qual o valor de algo geralmente recupera em 5 a 7 anos ou menos.

Aqui estão alguns riscos profundos que você pode compensar comprando um seguro (e seja feliz se você nunca precisar usá-lo!).

  • Morte do assalariado.
  • Incapacidade de saúde a longo prazo.
  • Risco legal – processo com grande julgamento.
  • Selecione os tipos de perda de ativos (ou seja, roubo, incêndio em prédio).

Infelizmente, existem outros riscos profundos contra os quais você não pode comprar um seguro.

  • Hiperinflação, prolongado e grave.
  • Deflação, prolongado e grave.
  • Confisco pelo governo.
  • Devastação (guerra).

Durante um longo período de tempo, a história nos mostrou que títulos “seguros” são frequentemente mais sensíveis a riscos profundos do que ações. Muitos países tiveram perdas de 100% para seus detentores de títulos, enquanto a propriedade parcial de uma empresa sobreviveu a guerras e mudanças de regime. Um exemplo dado foi na Alemanha após a Segunda Guerra Mundial. Os títulos também estão em risco de inflação, enquanto uma hipoteca de taxa fixa de 30 anos (um título negativo) pode ser um ótimo hedge de inflação.

Um portfólio de ações internacionalmente diversificadas é a maneira mais prática de se proteger da inflação e da deflação. Historicamente, a inflação é muito mais provável que a deflação. Você pode ter um evento em um país, mas seria muito raro ter uma grande maioria de países com inflação severa e baixos retornos de estoque, tudo ao mesmo tempo. Nesse caso, você estaria olhando para a devastação global.

Quanto ao confisco e devastação local, você estaria analisando ativos mantidos no exterior, propriedades estrangeiras, talvez os passaportes certos e um plano para escapar em tempo hábil. Isso parece algo que um bilionário pode pagar a alguém para montar, mas não tem tanta certeza de quão prático seria para a maioria das pessoas.

Bernstein oferece seu próprio resumo:

O conselho principal deste livreto sobre ativos de risco é alto e claro: sua melhor defesa de longo prazo contra riscos profundos é um portfólio de ações diversificado com valor global, inclinado talvez com uma pequena quantidade de produtores de recursos naturais e patrimônio de metais preciosos, TIPS e , se desejar, barras de ouro e imóveis estrangeiros.

Admito que sou um pouco fascinado pelos piores cenários e recomendo a leitura do livro inteiro para a discussão completa. Mas, no final, meu principal argumento é que, se você possui um portfólio de ações globalmente diversificado, já fez o que pode em termos de risco profundo. O restante é o mesmo conselho de antes: considere as DICAS se você tiver dinheiro suficiente, maximize o Seguro Social e guarde alguns títulos seguros e CDs bancários para necessidades de curto prazo (risco raso).


“O conteúdo editorial aqui não é fornecido por nenhuma das empresas mencionadas e não foi revisado, aprovado ou endossado por nenhuma dessas entidades. As opiniões expressas aqui são apenas do autor. Este e-mail pode conter links através dos quais somos compensados ​​quando você clica ou é aprovado para ofertas. ”

Protegendo seu portfólio contra hiperinflação, deflação, confisco e devastação do Blog My Money.


Direitos autorais © 2019 MyMoneyBlog.com. Todos os direitos reservados. Não reorganize sem permissão.

Ferramenta gratuita de seguridade social para estratégia de reivindicação de benefício ideal


Atualizar: A ferramenta gratuita Open Social Security foi atualizada para incluir um novo “mapa de calor” que ilustra os valores relativos da reivindicação do Social Security em diferentes idades. Detalhes aqui. Aqui está um gráfico de exemplo para um casal com históricos de renda semelhantes e a mesma idade:

Para esta situação, vemos que os piores resultados esperados ocorreriam se ambos os indivíduos alegassem realmente cedo. Os melhores resultados esperados ocorrem quando um afirma relativamente cedo e o outro, relativamente tarde.

Postagem original:

cartão de segurança socialQuando começar a reivindicar o Seguro Social para maximizar seu benefício potencial pode ser uma pergunta complicada, especialmente para casais. Existem vários serviços pagos que executarão os números para você, incluindo o Social Security Solutions (também conhecido como SS Analyzer) e o Maximize My Social Security, que custam entre US $ 20 e US $ 250, dependendo dos recursos incluídos.

Mike Piper, da Oblivious Investor, criou uma calculadora gratuita de código aberto chamada Segurança Social Aberta. Para usar a calculadora, você precisará do seu Montante de seguro primário (PIA). Esse valor depende da sua renda futura. Por isso, primeiro consultaria essa outra ferramenta gratuita de estimativa de benefícios do Seguro Social para estimar mais facilmente seu PIA. Acredito que o valor que você vê em SSA.gov pressupõe que você continuará trabalhando com sua renda média histórica até a idade de reivindicação (o que não será o nosso caso).

Aqui estão nossos resultados como casal, supondo que tivéssemos a mesma idade (estamos próximos) e com o meu benefício esperado sendo um pouco maior que o dela:

A estratégia que maximiza o total de dólares que você pode gastar ao longo da vida é a seguinte:

Você solicita que seu benefício de aposentadoria comece em 12/2047, aos 70 anos e 0 meses.
Seu cônjuge solicita que seu benefício de aposentadoria comece em 4/2040, aos 62 e 4 meses de idade.

O valor presente dessa solução proposta seria de US $ 657.749.

Basicamente, a ferramenta diz que minha esposa deve se inscrever o mais rápido possível, enquanto eu devo reivindicar o mais tarde possível. Acredito que isso ocorra porque esse cenário nos permite reivindicar pelo menos uma renda a partir de 62, e se eu morrer primeiro depois disso, minha esposa ainda poderá “atualizar” para meu benefício maior.

A ferramenta pode levar algum tempo para executar os cálculos, dependendo do seu navegador. Você pode saber mais e fornecer feedback no Bogleheads e Github.

Não sou especialista em previdência social e não estou qualificado para falar com a precisão dos resultados. No entanto, o Sr. Piper é o autor do livro altamente classificado Social Security Made Simple, tem um histórico de trabalho completo e a ferramenta já existe há algum tempo. Se eu tivesse quase 62 anos, provavelmente também usaria os serviços pagos para uma segunda e uma terceira opinião. Por quê? Gastar US $ 100 agora pode economizar muitos milhares no futuro.

A melhor coisa sobre essa ferramenta gratuita é que ela pode apresentar muitas pessoas a idéias que elas não teriam considerado de outra forma. Mesmo que não possua qualquer sino ou apito, ser livre significa que pode ajudar mais pessoas. Muitos cônjuges não pensariam em ter uma reivindicação o mais cedo possível (62 anos) e, em seguida, a outra reivindicação o mais tarde possível (70 anos). Não é senso comum, a menos que você entenda o funcionamento interno da Seguridade Social.


“O conteúdo editorial aqui não é fornecido por nenhuma das empresas mencionadas e não foi revisado, aprovado ou endossado por nenhuma dessas entidades. As opiniões expressas aqui são apenas do autor. Este e-mail pode conter links através dos quais somos compensados ​​quando você clica ou é aprovado para ofertas. ”

Ferramenta gratuita de seguridade social para estratégia de reivindicação de benefícios ótimos no blog My Money.


Direitos autorais © 2019 MyMoneyBlog.com. Todos os direitos reservados. Não reorganize sem permissão.

12 Best PS1 Role Playing Games (RPGs) of All Time


Magic, adventure, intrigue, and the 32-bit era of graphics.

When you mention the origins of our favorite role-playing video games, nostalgia runs rampant within us. We all remember our first, our favorite, and everything in between.

Role-Playing games have shaped the expectations of how many of us want to experience our gaming journey. The hardest part is finding which to choose. Which are best? What stories should you invest thirty hours of your life into?

Get ready to have another blast from the past! We are delving deep into the amazing games that made up the epic Playstation Roleplaying genre of the ’90s.

Here is our list of the best PlayStation RPG games ever!

The Best PS1 RPGs of All Time

1. Xenogears (1998)

When it comes to RPGs of such massive scale and scope, Xenogears should need no introduction. The story is all-encompassing and intense. It does not only does it entail the death of a god and dualism. Xenogears also has arching stories of reincarnation, religion, use of mass control, and brainwashing.

Xenogears centers around the main character Fei, an adopted young male in the village of Lahan. Fei was brought by a mysterious man while suffering from retrograde amnesia. During an attack on Lahan from Gebler, Fei pilots an empty gear and fights the enemy, accidentally destroying the village. As a result, Fei and Citan, the village’s doctor, leave with the abandoned gear to get it away from the town.

From this point, you meet multiple supporting characters that very clearly also have skeletons in their closets.

Mixing a unique style of 2D animation with 3D backdrops, Xenogears focused on its anime inspiration with fully animated and voiced cutscenes. Gameplay centered around a stamina-based combat system. This is a playoff of the Active Time Battle system found in games such as Chrono Trigger and the Final Fantasy series.

Every character and inch of this game is worth exploring to experience the all-encompassing details and rich storyline. At the time, Xenogears was a groundbreaking game. This is a must-play.

2. Final Fantasy VII (1997)

If you haven’t heard of Cloud, Tifa, or Aerith, you have been living under some very large rubble in Midgar. Final Fantasy VII is considered to be by far the best Final Fantasy game ever made. So let’s talk about why.

FFVII’s gameplay, story, and setting are almost unparalleled.

The Materia system was an excellent idea that contributed to altering character stats. The character list is filled with interesting personalities, even if they’re not all brought into the open.

The world setting for FFVII is full of mystery and variety, from exploring the ocean depths in a submarine to zipping about the skies in your airship to traveling around on a Chocobo, it was about as dynamic as any interactive world could’ve been. Each town had a style and persona all its own, each area had a specific appeal, and how each character reacted to each region was also outstanding.

The depth of that story, the levels, and dimensions on which it operates, the pacing that seems just about perfect; it all combines to create a highly enjoyable experience. It has philosophical and psychological angles that few really appreciate,

And Sephiroth remains the greatest villain of all time for one big reason: He has mastered the art of being both sympathetic and completely brutal.

The game was so fantastic; the Final Fantasy VII Remake is the most requested and anticipated remake game of all time.

If you are looking for a fully immersive and enjoyable RPG experience that pulls you in from the moment you begin, then Final Fantasy VII should be the next game to pop into your system.

3. Final Fantasy IX (2000)

It is no surprise with how iconic the Final Fantasy series is that there would be more than one of them on this list. We talked about the iconic Final Fantasy VII, so now let us talk about Final Fantasy IX and why it is so crucial in the series.

There were concerns regarding how modern Final Fantasy VII and Final Fantasy VIII were with more high-tech robotics and settings. When IX came along, we were transported back to the origin of the Final Fantasy game designs.

FFIX brings us back to pay tribute to its former classics. Traditional medieval fantasy setting and a cast of characters who resembled the classes of old. The characters included Vivi, the Black Mage, and Steiner the Knight, to name a few.

They even made subtle nods and references to previous games to kick that nostalgia up a notch.

The basis of the story? A theater troupe named Tantalus moonlights as a gang of noble thieves. They head to the city of Alexandria to perform their latest play and devise a plan to kidnap the royal princess Garnet. You play as main character Zidane, an actor and thief with a monkey tail. The troupe sets out to capture the princess, only to find that she’s been planning her escape all along.

What follows is a world-spanning adventure involving war, subterfuge, magical crystals, summoned monsters, and lots of clones. If you want to see how it all plays out, I suggest you grab yourself a copy!

4. Chrono Trigger (1995)

The first installment of what is referred to as the Chrono Series is the famous Chrono Trigger.  Having been described as revolutionary, some of the elements of the game had never been presented before. These included its multiple endings, plot-related sidequests focusing on character development, unique battle system, and detailed graphics.

Chrono Trigger is a timeless role-playing classic where you embark on a journey to different eras. As the story unfolds, you will travel to the middle ages, future, prehistory, and ancient times. Chrono Trigger gives a new spin to the traveling and monster-killing that you’ll have to do.

 The battle system, which is a new take on the “Active-Time-Battle” (or action RPG) system seen in the Final Fantasy games, is enjoyable and unique. You can perform special moves called Techs and even combine with a couple of your party members to perform a triple combo Tech. The use of Mode 7 graphics pops off the screen, and the level of detail is astounding. The overall visuals of the game are brilliant for the time.

Chrono Trigger was the third best-selling game of 1995 in Japan and shipped 2.65 million copies worldwide by March 2003.

It is widely considered one of the most unique RPG’s ever to hit console. It was also very well-deserving of a sequel!

5. Chrono Cross (1999)

Looking for time travel, changing your fate, and the concept of parallel worlds all rolled into one package? Say no more! Welcome to the fantastic must-play sequel, Chrono Cross!

Boasting some beautiful graphics for its time, and an equally brilliant score, it’s also one of the first games to offer a ‘New Game Plus’ for replayability in an RPG. For anyone that is an RPG fanatic, the replay value for a game speaks volumes.

Renouncing from the traditional turn-based combat system Chrono Cross went with a more stamina-focused approach. They added elemental magic to the mix as a means to sway the battle. You have the option of a large playable support cast wielding different affinities. Having the opportunity to mix different battle group combinations gives the player the power to create a lethal group against powerful foes.

Many say this was not necessarily the best sequel for Cross due to the change in platform. This game the opportunity for new graphics and options that could substantially adjust the game scope. However, it is repeatedly noted as being a brilliant game worthy of precious playtime.

6. Suikoden (1995)

Not long after the launch of the PlayStation, Konami released a 2D role-playing game with a killer soundtrack called Suikoden. Creator Yoshitaka Murayama opted to prioritize storytelling and atmosphere over the fancy 3D graphics that were just starting to take off.

The game centers on the political struggles of the Scarlet Moon Empire. The player controls a Scarlet Moon Empire general’s son, who is destined to seek out 108 warriors or 108 Stars of Destiny) to revolt against the corrupt sovereign state and bring peace to a war-torn land.

 Suikoden was widely considered the best RPG on PlayStation. It earned this title from fans due to its great premise, fast-paced combat, and emotional story. The game itself was so well received that it was worthy of a sequel.

7. Suikoden II (1998)

Continuing with its traditional 2D graphics, Suikoden II is brilliant in both narrative and storytelling. It avoids traditional world-destroying power/demonic force in favor of warring states and factions. The game itself follows with the same storyline and characters as the original. Unlike other RPGs, the Suikoden games are all set in the same universe, with recurring storylines, characters, and settings.

The game itself contains challenging dungeons and bosses, but there is no grinding necessary! Thanks to the auto-attack option, you can quickly and efficiently level characters, so they are always up to speed.

Not only do you have satisfying combat, a cooking mini-game, a top-ranked villain, and flying squirrels, you also get to run your castle.

8. The Legend of Dragoon (1999)

This RPG is another that has a well-known name, but for different reasons. Gamers found this one appealing and claim it is PS1’s most underrated RPG. That makes this classic worthy of a second look!

While it does offer many similarities and familiar aspects of a “traditional” RPG, Legend of Dragoon added the ability to change the nominal Dragoons into enhanced versions of themselves to aide in combat.

Much like Limit Breaks and Trance in FF, it enhanced combat from being turn-based and straightforward.

It had all the fluff and pizazz of a 32-bit-era Final Fantasy, but the CG cutscenes and pyrotechnics weren’t as up to par with its competition. The battle system also had some technicalities as far as healing and logistics that were a bit questionable. On the flip side, though, many loved how pleasantly straightforward it is.

If you’re after something to fill that void between Final Fantasy but don’t want to branch too far out, you can’t go wrong with Legend of Dragoon.

9. Final Fantasy Tactics (1997)

More Final Fantasy, you ask? Absolutely! They did not earn their title as masters of RPG for no reason! So let us delve into another series gem, Final Fantasy Tactics.

Final Fantasy Tactics begins with Ivalice just recovering from the Fifty Year War against Ordalia. The game’s story follows Ramza Beoulve, a highborn cadet who finds himself thrust into the middle of an intricate military conflict. This erupts into a full-scale war known as the “Lion War,” with either side using whatever means possible to secure their place in the throne. This includes bearing an illegitimate child, killing other potential heirs, betrayal, assassination, and false identities.

Pretty intriguing, isn’t it? The plot sounds like a Game of Thrones spinoff!

The battle system is a traditional turn-based and is played out on three-dimensional, isometric fields. In battle, JP is rewarded for every successful action. JP is used to learn new abilities within each job class. Accumulating enough JP results in a job level up; new jobs are unlocked by attaining a certain level in the current job class.

Final Fantasy Tactics received universal acclaim upon its release, and critical opinion of the game has improved further over time. This one is definitely worthy of a spot on the must play list!

10. Castlevania: Symphony of the Night (1997)

Symphony of the Night is a platform-adventure action role-playing game developed and published by Konami in 1997.

Symphony begins during the ending of the previous game in the series, Castlevania: Rondo of Blood, where Richter Belmont confronts and defeats Count Dracula. Four years later, in 1796, Richter goes missing, and Dracula’s castle reappears. That is spooky enough to get my attention!

The game is non-linear, but most of the castle is inaccessible until various items and abilities are collected, including shapeshifting into a bat, wolf, or mist. It does have RPG based elements in the combat as well. Alucard’s hit points determine the maximum damage he can withstand before dying while his magic points decide how frequently a magical attack may be cast. He has four other attributes: strength – the power of his physical attack; defense – his resilience to damage inflicted by the monsters; intelligence – the recovery speed of magic points; and luck – the frequency that enemies drop items.

Symphony has a massive, free-to-explore game world with numerous secrets to uncover. It has been praised for integrating RPG elements without compromising the series’ basic gameplay.  Multiple critics also made mention of the ingeniously designed enemies and the story’s many plot twists.

The game has developed such an immense following that original copies are now considered collectors’ items. It has continued to receive critical acclaim and has appeared on many top games’ lists.

Make sure you grab a copy of this one. You will not be disappointed!

11. Star Ocean: The Second Story (1998)

What landed Star Ocean: The Second Story on this list is the aspect of quality over quantity. It may not be the biggest entry on the list, or even the most popular. What does it have? A story that could rival some of the greatest of those sitting on the throne of the RPG universe.

The overall storyline begins with the main protagonist Claude, son of Ronyx Kenny of the first Star Ocean, being transported to a mysterious world, where he meets Rena and a cast of enigmatic support characters. One of whom, Ashton, is cursed with having two dragon heads attached to his head, that bicker and talk over him. Talk about a permanent headache?

Your progress toward towns, and through dungeons toward the ultimate evil force. This all comes across as a fairly standard base of a PRG story.

 The plot twist? This game has 87 different endings.

Some are minor changes, ranging from discovering the identity of one of the bosses, or if you paid attention to certain conversations throughout the game. But this added a new scope than the standard RPG game progression system.

The combat system was also impressive by doing away with being time-based and staying continuously active. It was a refreshing change over selecting through menu prompts.

While this may not be the most popular or classic game on the list, it is definitely one worthy of checking out!

12. Vagrant Story (2000)

Vagrant Story is a beautiful exploration into cult lore, mythology, and ancient magics. It is often referred to as a form of a “spin-off” if Final Fantasy Tactics due to Yasumi Matsuno working on both and set in the same fictional world of Ivalice. Doesn’t that name sound familiar?

Vagrant Story is unique as a console action-adventure role-playing game in that it features no shops and no player interaction with other characters; instead, the game focuses on weapon creation and modification, as well as elements of puzzle-solving and strategy. For many in the know of the ROG universe, this concept was almost completely different.

The gameplay is more of a 3D dungeon explorer, with each area of exploration/combat being broken apart as rooms or small arenas. It utilizes a form of a real-time active battle combat system. Activating combat brings up a personal space bubble, and any offending part of the enemy’s anatomy that pierces that is asking for some battle damage. You can also chain together stronger attacks for a combo hit.

These combinations gave a fresh take on the adventure RPG genre. It would pave the way for new gameplay concept to come to light.

Vagrant Story is a lengthy yet wonderful fantasy journey through a largely rewarding game.

Wrap Up

The list of amazing RPGs that were produced and released for the PS1 could go on for ages. Some may even consider this the golden age for RPG releases. It paved the way for amazing remastered games and fresh stories for modern-day gamers!

Original Playstation RPG’s truly take the digital cake for all that they encompass. Unique storylines, bold changes in new combat systems. You name it, and they produced it.

Whether you experienced this fantastic 90’s age of gaming firsthand, or are new to it and looking to explore, you will not be disappointed.

All that is left now is for you to pick a game and play! After all, no story would be complete without the player beginning their journey.

Where Can I find The Games?

Here are some primary locations to obtain these classics:

  • Playstation Store Classics
  • LukieGames 
  • DKOldies 
  • GameStop 
  • The Old School Game Vault

Are you looking for more? Check out our list of the Best SNES RPGs of All Time!

Zynga expande portfólio de jogos com a aquisição da Peak


A Zynga fecha uma aquisição transformacional da Peak, sediada em Instanbul, expandindo seu portfólio de franquias para sempre com a Toon Blast e a Toy Blast.

A partir de 1º de julho de 2020, a Zynga concluiu a aquisição da Peak Effective. A Peak manterá sua cultura criativa e identidade de marca únicas.

Zynga expande portfólio de jogos com a aquisição da Peak

Líder global em entretenimento interativo, Zynga Inc. (Nasdaq: ZNGA) e Peak, criadora dos jogos populares baseados em Istambul, Peak Toon Blast e Toy Blast, anunciaram hoje que as empresas fecharam a transação sob a qual a Zynga adquiriu todas as ações ordinárias emitidas e em circulação da Peak por um preço total de compra de aproximadamente US $ 1,85 bilhão, composto aproximadamente por contribuições iguais de dinheiro e ações ordinárias da Zynga.

Peak traz para a Zynga uma equipe talentosa e renomada e duas franquias para sempre, Toon Blast e Toy Blast, que se classificaram consistentemente entre os 10 e 20 melhores jogos de bilheteria nos EUA nos últimos dois anos, respectivamente. A sede da Peak permanecerá em Istambul, na Turquia, e manterá sua equipe de gerenciamento atual e continuará sendo liderada pelo fundador e CEO Sidar Sahin.

Frank Gibeau, CEO da Zynga

“Temos o prazer de receber a equipe extraordinariamente talentosa de Sidar e Peak na Zynga”, disse Frank Gibeau, CEO da Zynga. “Com a adição de Toon Blast e Toy Blast, estamos expandindo nosso portfólio de serviços ao vivo para oito franquias para sempre, aumentando significativamente nossa base de público global e adicionando ao nosso novo e empolgante canal de jogos. Como uma equipe combinada, estamos bem posicionados para crescer mais rapidamente juntos. ”

Fundada em 2010 por Sidar Sahin, a Peak desenvolveu as amadas franquias de jogos Toon Blast e Toy Blast. Conhecida por sua inovação, criatividade e design requintado, Toon Blast e Toy Blast popularizou a mecânica do ‘colapso’ nos jogos de quebra-cabeça de combinar 3 e capturou uma base de público global altamente envolvida, que está entre as melhores do setor em retenção de jogadores. Coletivamente, o Toon Blast e o Toy Blast têm mais de 12 milhões de DAUs móveis em média. Espera-se que o Peak aumente o DAUs móvel médio da Zynga em mais de 60%, enquanto fortalece o público internacional da Zynga. O Peak também aprimora o novo canal de jogos da Zynga, com projetos adicionais no desenvolvimento inicial.

“Estamos muito felizes em finalizar esta parceria monumental que afetará não apenas a Zynga e Peak, mas toda a indústria de jogos para dispositivos móveis”, disse Sidar Sahin, fundador e CEO da Peak. “No centro dessa parceria está uma visão comum – reunir pessoas através de jogos. A cultura de Peak está enraizada no aprendizado e no progresso incansáveis. Portanto, ao embarcarmos neste novo capítulo em nossa jornada junto à Zynga, continuamos tão comprometidos como sempre com nossa cultura única. Estamos muito empolgados com o nosso futuro combinado e com o que realizaremos juntos. ”

O fechamento desta aquisição é efetivo a partir de 1º de julho de 2020. A Zynga espera atualizar suas diretrizes para todo o ano de 2020 ao reportar os resultados financeiros do segundo trimestre de 2020 em 5 de agosto de 2020.

Sobre a Zynga Inc.

A Zynga é líder global em entretenimento interativo com a missão de conectar o mundo através de jogos. Até o momento, mais de um bilhão de pessoas jogaram as franquias da Zynga, incluindo CSR RacingTM, Empires & PuzzlesTM, Merge Dragons! TM, Merge Magic! TM, Words With FriendsTM e Zynga PokerTM. Os jogos da Zynga estão disponíveis em mais de 150 países e são jogáveis ​​em plataformas sociais e dispositivos móveis em todo o mundo. Fundada em 2007, a empresa está sediada em São Francisco, com localizações nos EUA, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Índia, Turquia e Finlândia. Para mais informações, visite www.zynga.com ou siga a Zynga no Twitter, Instagram, Facebook ou no blog da Zynga.

Sobre Peak

A Peak é uma empresa líder em jogos móveis, equipada por uma equipe que valoriza o progresso incansável. Peak acredita que os melhores produtos são criados quando pessoas talentosas formam equipes autônomas que lutam pelo impacto. Atualmente, a Peak tem duas franquias móveis de primeira linha – Toon Blast e Toy Blast – que se classificaram consistentemente entre os 10 e 20 melhores jogos de bilheteria nos EUA nos últimos dois anos, respectivamente, e coletivamente têm mais de 12 milhões de DAUs móveis em média. A Peak, fundada em 2010, está sediada em Istambul, na Turquia. Para mais informações, visite www.peak.com.